30 de setembro de 2009

ProgCult SE! CurtaSE9; Vicente Coda; Bob Zé...

Noli me tangere

A exaltação emocional do Gozo,
O Amor, a Glória, a Ciência, a Arte e a Beleza
Servem de combustíveis à ira acesa
Das tempestades do meu ser nervoso!

Eu sou, por conseqüência um ser monstruoso!
Em minha arca encefálica indefesa
Choram as forças más da Natureza
Sem possibilidades de repouso!

Agregados anômalos malditos
Despedaçam-se, mordem-se, dão gritos
Nas minhas camas cerebrais funéreas...

Ai! Não toqueis em minhas faces verdes,
Sob pena, homens felizes, de sofrerdes
A sensação de todas as misérias!

Augusto dos Anjos



==


CONTINUA ATÉ DIA 03/10 O CURTA SE 9



A partir do meio-dia, desta terça-feira, dia 29, o lounge do Curta-SE 9 (localizado ao lado da Loja Taco), no Shopping Jardins, começa a funcionar. No local, o público poderá trocar os alimentos não-perecíveis, por ingressos que darão direito a assistir às mostras competitivas de curtas e longa-metragens iberoamericanos, bem como dos vídeos sergipanos, exibidas até o dia 02 de outubro, a partir das 19h, no Cinemark Jardins.

Cada pessoa terá direito a trocar até dois quilos de alimentos por dois ingressos do dia específico (por exemplo, na terça-feira só poderão ser trocados os ingressos para as sessões da própria terça). No local, o público também poderá conferir exibições de filmes de curta-metragem que foram selecionados em outras edições do festival.

A 9ª edição do Festival Iberoamericano de Cinema de Sergipe ao longo dos seus cinco dias- a festa de premiação ocorre no sábado e irá exibir mais de 100 filmes, além de realizar workshops, mesa redonda e Mostra Mix SE.

TODA a programação está aqui: http://www.curtase.org.br/


==


- - - RECLAMAÇÃO - - -



Alessandro Santana, realizador do curta

Um dos realizadores do "A eterna maldição do Cacique Serigy" (não selecionado para exibição e que você vê logo abaixo...)





Alessandro Santana
, expõe, no texto que segue, sua indignação quanto a alguns acontecimentos e NÃO-acontecimentos na 9ª edição do CurtaSE9...


"Por um mínimo de respeito para com o artista sergipano."


Sergipanos são os cidadãos brasileiros, nascidos em Sergipe, menor estado da
federação. Faço parte desta classificação. Nasci, cresci, vivo em Sergipe e produzo Arte. Atualmente, venho observando com uma mórbida atenção alguns sinais de descaso para com o artista sergipano. O (mal)dito artista sergipano, este que fazem questão de louvar por essas bandas, é tratado em sua terra com descaso.
O Festival Ibero-americano de cinema de Sergipe Curta-se, promovido pela casa curta-se, mais uma vez se mostra desrespeitoso para com o realizador sergipano. Desde a sua primeira edição, acompanho o festival. Trabalhei em um dos filmes exibidos no primeiro festival e estou aqui novamente participando da 9ª edição como realizador, e percebi que, desde a publicação das obras selecionadas para esta última edição do festival, coisas estranhas têm acontecido. O curtase continua mal em sua organização. Longe de ser um festival firme e maduro com seus 9 anos de existência, continua repetindo erros primários de produção. O que podemos esperar de um festival sergipano que não dá o devido respeito ao realizador sergipano? (e com o público também).
Dito isto, vamos aos casos: Assim que recebi um e-mail para ir retirar minha credencial na casa curta-se, lá vem o primeiro erro: meu sobrenome trocado na lista de circulação interna para controle das credenciais. Até aí, tudo bem. Um pedido de desculpas resolve o problema. No primeiro dia da mostra de filmes sergipanos, somente um dos vídeos propostos para a mostra foi exibido, com defeito nos créditos e a mostra de vídeos sergipanos acabou-se aí. Os artistas sergipanos não tiveram seus filmes exibidos, assim como o público que compareceu a fim de apreciar a produção local foram desrespeitados. Na segunda mostra, ocorreu uma coisa que mexeu particularmente com a minha pessoa: senti-me desrespeitado, primeiramente por não ter tido mencionado na abertura da segunda noite, assim como também pela não inclusão do título do meu vídeo na cédula para votação do júri popular. Era como se eu não estivesse ali, ou como se, simplesmente o vídeo não existisse. Sim, eu me senti marginalizado. Não que eu estivesse fazendo questão de ganhar algum prêmio, mas simplesmente pela falta de organização (e consequente respeito) do festival para com o meu trabalho, assim como os dos realizadores que teriam seus trabalhos exibidos na primeira mostra (que só exibiu um dos quatro vídeos programados). Pois bem, vou ser bastante ingênuo ao crer, que pelo tipo de vídeo que eu faço (me dedico inteiramente aos vídeos ditos experimentais), que a produção teria esquecido exatamente da minha obra no momento de digitar a ficha pois não lembraram da estorinha que o meu vídeo contava, ou talvez o título seja muito grande e deu preguiça. Uma outra leitura do fato se resume em uma simples palavra: incompetência. Ah, esse mal que assola esta cidade.
O mesmo vídeo em questão, (Desconforto ou qualquer título que lhe caia melhor; experimental, 15:18 min) também foi selecionado para outro festival em Sergipe, o “curta na TV” da fundação Aperipê, onde a fundação, EM CONTRATO, se predispunha a premiar com 100 cópias à cada realizador dos vídeo selecionado. Até hoje espero essas cópias, embora agora sem mais nenhuma esperança, pois pelo que eu tenho ouvido por aí, a Aperipê está contendo despesas (e o caso desses vídeos, suponho que não os interessem mais, a partir do momento em que o realizador sergipano, que deveria por direito ter o seu devido reconhecimento, apoio e respeito pela sua contribuição à cultura local (que não é somente feita de folclore / cultura popular), e sim toda e qualquer manifestação artística produzidas aqui nesta província. Nestes dois casos me sinto me sinto desrespeitado enquanto artista e sergipano que sou, concluindo aqui com algumas perguntas intrigantes:

É desta forma que se apóia e valoriza a cultura local?

O que finalmente resta para o artista sergipano?


Alessandro Santana, artista sergipano.


==


Este espaço está disponível para resposta do CurtaSE9.

A.

==


quinta, 01

encerramento da



com apresentações da

Stultífera Navis

Máquina Blues em show acústico

Poesia e mais...





A exposição O ENCANTO DAS POSSIBILIDADES

na Galeria J. Inácio, hall da Biblioteca Pública Epfânio Dória

O Encanto das Possibilidades está dividido em quatro momentos: Telas inéditas, uma instalação, artesanato e fotografias. Esta última compõe-se de quatro partes: PESADELO, SADOMASO, ANATOMIA e MISTICISMO.

O artista acredita que, a Arte pelo seu aspecto inquieto e belo, e pela enorme força criadora que comporta, o faz criar e refletir sobre o alargamento de linguagens usadas em seu nome. É na representação artística, que encontra o poder para apresentar a sua inquieta criatividade e a liberdade para expressar variadas formas e opções, inclusive fazendo uso da tecnologia como parâmetro de criação de um trabalho visual.

Diferentes das demais formas até então trabalhadas por ele, a proposta é mesclar o pincel e a cibernética, explorando as tendências que coexistem contemporaneamente, sem preconceitos e sem apego a beleza estética.

O diferencial é que, enquanto artista ele optou por não ser o fotógrafo e sim o foco a ser fotografado, interpretando diversos personagens conforme a concepção da obra. Fotografias de Terezinha Araujo.

Nas telas produziu algumas abstrações, onde tenta refletir as escolhas e os sentimentos que são a essência do cotidiano do ser humano. As telas figurativas retratam a sensualidade do feminino, focando as mais diversas formas de expressão corporal, articulando um diálogo com o masculino retratado nas fotografias.

A instalação “Vai-idade” é mais um elemento que retrata uma das facetas do comportamento humano que é a vaidade.

Primavera de 2009

Vicente Coda


==

RENANTIQUE

Em comemoração aos 13 anos de existência, o Conjunto de Música Antiga RENANTIQUE apresentará concerto no palco do Teatro Tobias Barreto.

"Além do repertório já pesquisado e executado, o grupo apresentará peças da atual série, ‘Mulheres na música Medieval& Renascentista’, mostrando todo o envolvimento das mulheres como compositoras, musicistas, copistas e patronas na música do séc. XII ao séc. XVII." (da Infonet)

às 20h

Entrada franca


==


" Exposição fotográfica ‘Dá Iô Iô’

Fotos de Camile Levita ficam em cartaz até dia 31 de outubro "

Galeria Álvaro Santos

às 20h

da Infonet

leia completo nesse link: http://www.infonet.com.br/agenda/ler.asp?titulo=exposicoes&id=90333 )

==


sexta, 02


O músico Bob Zé apresenta show que reúne um apanhado de suas composições.






==


Programação Subúrb!a



02/10 Sexta – Vox + Dj Marcos Mad. (22h) (100 primeiras mulheres free)

03/10 Sábado – Capitão Parafina e os Haoles + Dj Marcos Mad. (22h) (As 100 primeiras mulheres free)

Ingressos antecipados a preços promocionais na Stalker (Shop. Jardins).

www.portalrcn.com/suburbia
Fone: 3042-0704


==


Sábado, 03


SESSÃO NOTÍVAGOS 03/10: RATOS + KARNE KRUA

CONFIRMADISSIMO :

SESSÃO NOTÍVAGOS V COM A EXIBIÇÃO DO DOCUMENTÁRIO GUIDABLE: A VERDADEIRA HISTÓRIA DOS RATOS DE PORÃO + SHOW COM A BANDA KARNE KRUA.

DIA 03/10 ÁS 23:59H NO CINEMARK JARDINS

INGRESSOS JÁ A VENDA. SORTEIO DE BRINDES E MUITO MAIS. CONTAMOS COM VOCÊS PARA MAIS UM EVENTO DE SUCESSO.

INFO: 8123-7955

A/C ROBERTO

GUIDABLE*, a história sem censura da banda brasileira Ratos de Porão, uma das mais antigas e importantes do cenário hardcore mundial. Quase três décadas de drogas, loucuras e muito barulho, contadas pelas pessoas que fizeram e pelas que ainda fazem parte desta instituição do rock pesado.

--

SOBRE A PRODUÇÃO:

O ano era 2006. Marcelo Appezzato já estava consolidado como vocalista da banda paulistana HUTT, uma das maiores do grindcore nacional. Fernando Rick produzia e dirigia, pela sua produtora Black Vomit Filmes, o polêmico videoclipe Covardia de Plantão da banda Ratos de Porão.
Da censura do videoclipe pela gravadora Deck Disc por seu conteúdo violento, e do reconhecimento de mídia, fãs e da própria banda, Rick foi convidado por João Gordo a realizar, no ano seguinte, um documentário sobre a trajetória da banda.
A tarefa, quase impossível para uma produção independente de baixo orçamento, durou cerca de dois anos. E contou com a bagagem audiovisual de Rick e o histórico musical de Marcelo.
Para registrar quase três décadas de carreira a dupla entrevistou, de forma totalmente independente, os precursores do movimento punk no Brasil, como Rédson, Clemente e Fabião; pesquisou centenas de arquivos em foto, áudio e vídeo de shows e apresentações em emissoras de TV, filmes nacionais sobre o assunto, arquivos pessoais raros e inéditos dos integrantes atuais e antigos da banda e de todas as pessoas que, de alguma forma, participaram dessa trajetória, como Andreas Kisser e Iggor Cavalera.
As gravações ocorreram entre janeiro de 2007 e novembro de 2008, nos municípios de São Paulo e Santos. No total, foram dois anos de produção, mais de 200 horas de entrevistas captadas, centenas de fotos digitalizadas e incontáveis horas de edição para que este projeto pudesse se tornar realidade.
“GUIDABLE – A Verdadeira História do Ratos de Porão” não só une e resgata, em 121 minutos de documentário, diversas gerações de uma das bandas de hardcore mais importantes do cenário mundial que ainda se encontra em atividade, como serve de importante registro audiovisual sobre o movimento punk no país.
O documentário marca, ainda, a estréia de Fernando Rick e Marcelo Appezzato na direção de longa-metragem.

*GUIDABLE, termo criado pelos integrantes da banda
para definir confusão mental, bagunça generalizada
ou simplesmente um sei lá. Também pode ser usado
quando não se acha a palavra certa no momento
apropriado. Muitas vezes substitui o foda-se com
eficiência.

CRÉDITOS:Título Original: GUIDABLE – A Verdadeira História do Ratos de Porão
(2008)Produtora: Black Vomit Filmes; Gênero: Documentário; Duração: 121 min
Suporte: DV CAM, colorido; Site oficial: www.blackvomit.com.br/guidable
IMDB: http://images.imdb.de/title/tt1378676/
Direção: Fernando Rick; Co-direção: Marcelo Appezzato
Produção: Fernando Rick, Marcelo Appezzato, João Gordo
Edição: Fernando Rick, Marcelo Appezzato; Fotografia: Rodrigo Terra
Correção de Cor: Bruno Malkaviano; Som Direto: Juliano Zoppi
Câmera: Rodrigo Terra, Fernando Lamb, Marco Fernandes, Moreira
Finalização de Áudio: Eduardo Beraldo, Juliano Zoppi; Pesquisa de Arquivo: Fernando Rick, Marcelo Appezzato; Stills: Marcelo Appezzato; Arte de Poster e Capa: Gabriel Renner


==

Neste sábado...

A-ha

Raul Seixas

Pantera

Amy Winehouse

Paramore

Helloween

Bob Marley

Within Temptation

Black Sabbath

Franz Ferdinand


às 19h

no BNB Clube (Atalaia)

mais detalhes e resultado das eliminatórias, em

http://www.coverama.com.br/





==


Segunda, 05


Boa tarde,


Promoção “Segunda Imperdível” da Rede Cinemark retorna ao Shopping Jardins e ao Shopping Riomar

às segundas-feiras DE OUTUBRO – 5, 19 e 26/10 -, o ESPECTADOR ASSISTE A QUALQUER FILME POR R$6 (INTEIRA) OU R$3 (MEIA)

A promoção “Segunda Imperdível” da Rede Cinemark está de volta aos cinemas de Aracaju. Às segundas-feiras de outubro (exceto feriado) – 5, 19 e 26/10 -, os espectadores dos complexos no Shopping Jardins e no Shopping Riomar poderão assistir a qualquer filme, em todos os horários, pelo valor reduzido de R$ 6 (inteira) e R$ 3 (meia) por ingresso. Nas segundas-feiras de promoção, o snack bar também venderá um combo especial (pipoca promocional + refrigerante 300 ml + bombom Serenata de Amor) por R$ 3,50. A “Segunda Imperdível” é realizada há sete anos e só na última edição, em agosto deste ano, atraiu 137 mil espectadores aos cinemas.

enviado por Regina Buffolo


==


toda segunda tem Rua da Cultura...

no Mercado Municipal

a partir das 18h

grátis


==


Terça, 06


==


Quarta, 07


==


Quinta, 08.10


Exposição do Fotógrafo Marcelinho Hora

"Crianças... magia, pureza e verdade”




"De todos os presentes da natureza para a raça humana, o que é mais doce para o homem do que as crianças?" (Ernest Hemingway)

O fotógrafo Marcelinho Hora, há mais de uma década é conhecido por registrar através de suas lentes a cena musical Sergipana. Agora nos surpreende por revelar mais um lado de sua arte só conhecida por alguns: ”O universo da fotografia infantil.”
Período: De 08 a 22 de Outubro de 2009.
Horário: Das 10h às 22 h.
Local: Shopping Riomar – 2º piso, próximo ao Game Station

Contatos:
Marcelinho Hora
79-3042-4989 - 79-8101-5820
Avenida Acrísio Cruz, 174 – Bairro Salgado Filho
contato@marcelinhohora.com.br
www.marcelinhohora.com.br
http://www.flickr.com/marcelinho/collections/72157602846945402/
http://marcelinhohora.blogspot.com/

--
enviado por Mércia Araujo
Produtora Executiva do Espaço Emes - www.emes.com.br
79 3249-5656 e 79 8101-7489

“O importante não é a perfeiçao com a qual conseguimos realizar o que deve provir da vontade e sim o que tiver de surgir nesta vida por mais imperfeito que venha a parecer. O importante é que seja feito uma vez para que haja um começo” . Rudolf Steiner



==


ORSSE apresenta “As Quatro Estações”, de Vivaldi



Na quinta-feira, 08 de outubro, a Orquestra Sinfônica de Sergipe, sob a batuta do maestro Guilherme Mannis no Teatro Tobias Barreto, recebe dois grandes mestres da música: o violinista Daniel Guedes e o violoncelista Antonio Lauro Del Claro. Mantida pelo Governo do Estado através da Secretaria de Cultura, a ORSSE desempenha papel fundamental de aproximação do público com a música de qualidade e a descoberta de um novo e rico lazer na cidade de Aracaju e outras cidades. Todos os concertos tem o patrocínio do Instituto Banese.

No mês de outubro a agenda da ORSSE está movimentada como explica o Maestro Guilherme Mannis: "Neste mês de outubro teremos ao todo seis concertos dos quais dois no interior do estado através do projeto Orquestra na Estrada, um em homenagem aos professores no Espaço Unit e três no Teatro Tobias Barreto para o grande público. Os aplausos e elogios que recebemos constantemente demonstram que a música compensa qualquer sacrifício. Os músicos se esforçam bastante para dar o melhor de si e gostaríamos de que nossas apresentações fossem sempre bem assistidas pela nossa comunidade. É a garantia de uma satisfação ímpar para ambos os lados: orquestra e ouvintes são como uma fórmula mágica que se completam; precisamos deles e eles precisam de nós, e estamos aqui para isso", completa o Maestro.

Daniel Guedes, tido pela critica especializada como “O Nelson Freire do violino” atua como solista junto às principais orquestras brasileiras e também nos EUA, Canadá, Inglaterra e Noruega. O músico coleciona elogios pela crítica especializada, como a da Tribuna de Imprensa, em 2004: “Daniel Guedes novamente mostrou-se portador de uma organização artístico-instrumental fora de série. é o Nelson Freire do violino. Tal como o nosso atual mestre maior do piano, o jovem violinista não compara: separa. Sua força interpretativa, o pique que alcança, o torna único entre nós.”

Antônio Lauro Del Claro é um dos mais conhecidos artistas brasileiros de sua geração e é presença constante nas principais salas de concerto do Brasil. Segundo o violoncelistaPierre Fournier, Genebra, Suíça, o músico brasileiro “...é um virtuose e intérprete surpreendente cujas qualidades estão a serviço da música com maturidade e naturalidade raras na época atual, além de ser um dos instrumentistas mais brilhantes de sua geração e um dos mais sinceros intérpretes da literatura musical do violoncelo.”

Natural da cidade de São Paulo, Guilherme Mannis é bacharel e mestre em música pelo Instituto de Artes da Universidade Estadual Paulista (Unesp). Diretor artístico e regente titular da Orquestra Sinfônica de Sergipe, foi ainda regente assistente de Cláudio Cruz junto à Orquestra Sinfônica de Ribeirão Preto e já esteve à frente de importantes grupos orquestrais brasileiros. No México, conduziu a Orquestra Sinfônica Carlos Chávez. É também formado em piano pela Universidade Livre de Música, na classe de Marina Brandão. Teve como principal professor o maestro John Neschling (Osesp) e participou de cursos com Kurt Masur e Jorma Panula.

Sobre o Maestro, em sua performance na aclamada Turnê Brasil algumas declarações se destacam: “Apesar de um concerto ser naturalmente o momento do solista, foi também uma boa oportunidade de verificar a naturalidade da regência de Mannis”, Leonardo Martinelli (colunista da Revista Concerto). “Todos se apresentam de forma muito coesa, tocam com garra, com vontade, e não de um modo burocrático. A orquestra está muito bem preparada e tem no Guilherme Mannis um diretor e regente muito competente”, Éser Menezes, oboísta da OSESP.


No programa “As Quatro Estações”, Vivaldi, e o “Concerto duplo para violino e violoncelo, op. 102, em lá menor”, de Brahms.



Ficha Técnica:

Teatro Tobias Barreto

Orquestra Sinfônica de Sergipe

08 de Outubro de 2009, quinta-feira, 20h30

Entrada R$ 10 e R$ 5

Bilheteria: 79 3179 1496

Dúvidas sobre a Programação: 79 3179 1491

Assessoria de Comunicação da Secult: 79 3179 1931

Administração da Orquestra: 79 3179 1480

Cortesias: 79 3179 1491

Portal: www.orquestrasinfonica.se.gov.br


==

Sexta, 09



DO PROGRAMA DE ROCK

Programa de Rock

Toda sexta às 20:00 em Aracaju pela 104,9 APERIPÊ FM

Contatos: Av. São João Batista, 548 – Ponto Novo – Aracaju/SE – Cep: 49097.000 – A/C Adelvan kenobi



mp3 de bandas novas (ou não) e/ou independentes (ou não) são bem vindas.

Produção: Adelvan Kenobi

MSN: programaderock@hotmail.com

Comunidade no orkut: http://www.orkut.com/Community.aspx?cmm=30908568

Blog: www.pdrock-sergipe.blogspot.com

Em Vídeo (piloto para a TV que nunca foi a oar):

http://www.youtube.com/watch?v=WcPBxiMKlUs
http://www.youtube.com/watch?v=RZ-ic9h3c6Y

IMPORTANTE: Apenas copiamos e repassamos adiante as informações que encontramos espalhadas ou que nos são enviadas pelos produtores das respectivas festas/eventos. Nosso objetivo é apenas o de ajudar na divulgação e no fortalecimento do cenário local. Não nos responsabilizamos por eventuais alterações de data, escalação ou cancelamentos – nesses casos, no entanto, procuraremos divulgar as alterações assim que chegarem ao nosso conhecimento.­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­

==

SATURDAY OF CHAOS


DIA 10/10/2009. SÁBADO
AS 21:00 HS
NA CASA DO ROCK


Os ingressos já estão sendo vendidos na Freedom, juntamente com o SPLIT CD Metalurgia (SIGN OF HATE = TUMULTO), por apenas R$ 10,00.
LIMITADOS, GARANTA SEU INGRESSO COM CD.



COMO CHEGAR NA CASA DO ROCK:
Casa do rock: rodovia Airton Senna, nº 170, em frente ao oca bar, logo depois da AABB.
O local do show fica aproximadamente a 300 metros depois do clube AABB.
Para quem for de ônibus, deve ir para o terminal da atalaia e de lá pegar o circular praias I.
Depois do ponto em frente à AABB, deve-se descer no ponto seguinte, que fica em frente ao local do show (o ponto do Oca bar). Ficará rolando som mecânico até de manhã, esperando que os ônibus voltem a circular.
O show esta marcado pra começar às 21hrs. Haverá venda de material das bandas e o bar ficará aberto até a última pessoa no local.
Para maiores informações: 9997-5957(fábio) ou 9994-1414(china)
obs: a cerveja será skol geladíssima!


Bandas:
CRUCIFICATOR (BA) - DEATH BLACK
http://www.myspace.com/crucificator
LAMMASHTA (AL) - DEATH METAL
http://www.myspace.com/lammashtaband
SIGN OF HATE - DEATH METAL
http://www.myspace.com/signofhate
LITANIA ATER - BLACK METAL
http://www.myspace.com/litaniaater
IMPACT - THRASH METAL
http://www.orkut.com.br/main#profile?uid=15607453481308382122
DARK VISIONS - THRASH
http://palcomp3.com/darkvisions/




==





Circular BR volta a Aracaju!!!

Projeto de Música Instrumental volta a passear pelo Brasil em outubro. Aracaju, Rio de Janeiro, Curitiba e Porto Alegre serão brindadas com shows até dezembro.



Patrocinado pela Petrobras Distribuidora, o Circular BR prossegue com a proposta de levar pelo Brasil afora a música instrumental de qualidade. Em outubro, artistas de expressão da música instrumental brasileira sobem aos palcos de nordeste a sul do país, para firmar mais um vez o compromisso de apresentar a perfeita harmonia entre diferentes estilos.

Aqui em Aracaju será a 2ª edição do projeto. No mesmo período ano passado foram realizadas apresentações sensacionais no mesmo Teatro Lourival Baptista, com o ponto alto a apresentação do sergipano Zé da Velha e de Silvério Pontes, em janeiro de 2009.

Desde sua criação, em 2006, o projeto tem levado músicos dos mais variados sotaques a diferentes cidades do Brasil. "A proposta do Circular BR é apresentar a diversidade da música instrumental brasileira com o intercâmbio de músicos e palcos", ressalta o músico Marcelo Guima, responsável pela coordenação geral e direção artística do projeto que ganhou destaque pelos Estados por onde passou.

Nesta 6ª edição, que tem início em outubro, músicos e convidados se apresentam em 12 shows que percorrem as capitais Aracaju, Rio de Janeiro, Porto Alegre e Curitiba. Guinga será o convidado do saxofonista Zé Nogueira, no show que abre a temporada do Circular BR de 2009. Na segunda rodada, destaque para o chorinho, com Luciana Rabello e Maurício Carrilho, que convidam o músico Déo Rian ao palco. E para encerrar com chave de ouro esta edição, Marcel Powell, o filho de Baden, recebe ao palco Victor Biglione.

Além de formar público e promover o intercâmbio cultural entre músicos e platéia, o Circular BR propicia que a música instrumental brasileira continue a caminhar pelo País.

Eis a programação de Aracaju

09/10/09 (sexta-feira), 20h
Zé Nogueira Quarteto
Convidado especial: Guinga

06/11/09 (sexta-feira), 20h
Luciana Rabello e Maurício Carrilho Quarteto
Convidado especial: Déo Rian

04/12/09 (sexta-feira), 20h
Marcel Powell Trio
Convidado especial: Victor Biglione

a serem realizados no

Teatro Lourival Baptista
200 lugares
End.: Rua Laranjeiras, 1.967 - Getúlio Vargas
Tel: (79) 3179-7550 / 3179-7551 / 8821-3258


==

sábado, 10

e ai André! vamos tocar dia 10/10 no Capitão Cook com uma banda de Natal.

Dê uma sacada no cartaz e no myspace das bandas...

Nautilus http://www.myspace.com/nautilusbrasil

The baggios http://www.myspace.com/baggios

Distro http://www.myspace.com/distrorock




==

Domingo, 11


(VÉSPERA DE FERIADO!)

20h | R$7 - Na Casa do Rock
(Depois do clube AABB, em frente ao oca´s bar)


Com as Bandas:

Fox Hound (SP):(Punk Bebado de All Star)

Sanitarium (SP):(É Punk da Zona Leste, mano)

Derrube o Muro (BA): (Hardcore Com Swing Baiano)

Rotten Horror: (Filme B + Punk Class)

Demonkrätzie:(Thrash'n'roll e Power Violência Invocando Satanaiz)

Friendship:(Ska Para Dançar Coladinho)

Nucleador:(ZomBEERS Infectados Sedentos Por Cerveja)

+ Discotecagem com DJ Gordindudu


==


PRÓXIMAS ATRAÇÕES...


==

dia 15 de outubro

A BOCA D FORNO PRODUÇÕES APRESENTA:

"AMANTES DA MÚSICA"

COM O VIOLONISTA "ALBERTO SILVEIRA"!

no TEATRO LOURIVAL BAPTISTA

às 21h
R$ 10 INTEIRA

E

R$ 5 + 1Kg DE ALIMENTO NÃO PERECÍVEL!!!


==

Viva o Rock Aracaju ♫

Dia 17/out./2009 as 16hrs

R$ 5,00

Local: América point (Em frente a Franklin Roosevelt no B. América)

Bandas:
→ Conexão H.C {SE}
→ Uncivic {SE}
→ Mosh {SE}
→ V.P.P {SE}
→ City in flames {BA}
→ Andragma {BA}
→ The Requiem Mass {BA}


==


FERRARO TRIO & CROVE HORRORSHOW

30 DE OUTUBRO (SEXTA) – CAPITÃO COOK

Depois de shows bastante comentados no Capitão Cook ao lado de Ivan reis, Héloa Rocha, Zéq Oliver e Máquina Blues, o Ferraro Trio vem conquistando outros espaços em Aracaju, a exemplo do Projeto Freguesia na orla de Atalaia e duas apresentações em eventos da Universidade Federal de Sergipe, onde seus integrantes (Saulinho Ferreira, Robson Macaxeira e Rafael Jr.) estudam Música. Bebendo principalmente na soul music dos anos 70, o trio faz música instrumental acessível e até pra dançar, com influências da Motown (Steve Wonder, Jackson 5, Marvin Gaye), do rock (Jimi Hendrix Experience) e da música negra brasileira (Black Rio, Moacir Santos). O grupo, que lançou um EP com 4 músicas (todas disponíveis em www.myspace.com/ferratrio) e participa do Festival de Música da Associação das Rádios Públicas do Brasil – na categoria “instrumental” – convida dessa vez um ícone da música pop sergipana dos anos 80, que influenciou importantes nomes da cena local nos 90 mas foi muito pouco ouvido e divulgado dentro e fora de Sergipe.

O Crove Horrorshow nasceu no segundo semestre de 1985, em Aracaju, após a dissolução do Perigo de Vida, um dos primeiros grupos de rock formados em Aracaju. O nome da banda é uma explícita referência ao idioma fictício criado por Anthony Burgess em seu romance “A Laranja Mecânica”, transformado em filme por Stanley Kubrick. O Crove lançou sua primeira demo em 1988, com as músicas Nada e Tudo. Em 1989, foram gravadas em estúdio mais duas músicas: Eu te Amava e Agora. Em 1996, foi gravada a demo Catedral, com quatro músicas: Catedral, Nada Passou, Labirinto e Ninguém Mais. Em 2004, foi lançado o CD demo Violagem, com versões acústicas e eletrônicas de novas e velhas canções. Atualmente, com o novo baixista Fabinho Snoozer, a banda planeja lançar um CD com músicas de suas várias fases. Confira algumas músicas da banda: www.myspace.com/crovehorrorshow

RESUMO:

QUEM – FERRARO TRIO & CROVE HORRORSHOW

QUANDO – 30 DE OUTUBRO (SEXTA), 22h

ONDE – CAPITÃO COOK (FAROL DA COROA DO MEIO)

QUANTO – 10 REAIS


==


Salve, Salve!

Está rolando o

festival de música da ARPUB - Associação de Rádio Publicas do Brasil.

A seleção está indo para a segunda etapa, onde 10 músicas serão selecionadas para a semifinal regional em outubro, visando a final no mês de dezembro em Salvador.

De Aracaju, alguns amigos classificaram músicas e estão em votação. Na infonet http://www.infonet.com.br/cultura/aperipe.asp tem um link do festival no qual vc poderá ouvir a música e escolher a que mais gostou.

Vejam as que eu destaquei:

Instrumental

- Ultima Batalha 3' 18" / Café Pequeno : Violão, Gaita e Percussão

Foi originalmente composta por encomenda, para uma peça, como música para a cena de uma batalha (a última da estória), com muito movimento e passagens bruscas. A peça não saiu, mas o grupo gostou da música que acabou sendo incorporada ao repertório.

- Kalimbião Ultima Batalha 2' 20" / Kalimbaião : Piano, Gaita e Percussão

Foi composta a partir de uma fusão do erudito com o ritmo nordestino, a partir de uma célula tocada na Kalimba e desenvolvida no piano.


Letra e Música

- Arrastada 3' 59" / Patrícia Polayne

Letra e Música autoral que faz parte do repertório do primeiro cd que está sendo gravado pela cantora.

Dá uma escutada aí. E se achar que vale, vota!

Forte abraço

Débora

==

Abraço a seguinte idéia:

RECEBI O SEGUINTE EMAIL...

"Pessoal,

A chevrolet está fazendo uma campanha para entregar um carro zero a uma instituição de caridade.
Vamos votar no Almir do Picolé, este faz a diferença no Estado de Sergipe.

A PROMOÇÃO É 'AGILIZE AÍ'

http://www.agilizeai.com.br/instituicoes/Default.aspx

Basta selecionar onde tem São Paulo para Aracaju e na segunda opção, selecionar Creche Almir do Picolé. Votem mais de uma vez, passem pros amigos, façamos a diferença."

QUEM MANDOU SABE QUE MANDOU E POR QUE MANDOU...

FAÇA VOCÊ A SUA PARTE...


Postado por Adrea no 1mg-tarjapreta em 9/16/2009 02:08:00 AM

Nenhum comentário:

Postar um comentário