28 de janeiro de 2010

PROgCult SE! - Arte e Cultura em Aju - Verão 2010

Saudações!


A poesia de hoje está lá no final da postagem. É mais uma do rico escritor paraense Vicente Franz Cecim. Junto com Herberto Helder e Manoel de Barros, fazem com que a POESIA seja mais... táctil às impressões da mente.

==

Música


na



de Patrícia Polayne


Os CDs estão à venda na Cd Club, na Casa do Artista e no Restaurante Ágape. O promocional custa R$5 e o "luxuoso" com encarte, R$10.


=====================================


Quadrinhos

 Calvin & Haroldo

Um dos quadrinhos mais críticos e ácidos sobre... ah!, sobre várias coisas... o consumo desenfreado da sociedade capitalista, dos sutis mecanismos televisivos evisceradores de mentes, da escola castradora...

1
(clique nas imagens para ampliar e ler melhor)
e 2
Alguém aí se lembrou de algum Grande Irmão?

Para ler outras tiras e álbuns do Calvin, visite



==


R E S U M O


Quinta, 28
1 - Tamar de Sergipe apresenta ao grande público Espaço Cultural com a realização de shows de ARMANDINHO + MÁRCIO MELO + SOM NO CASCO

2 - CORREDOR DAS ARTES - no Espaço Cultural Yázigi


Sexta,29
1 - no CAPITÃO COOK: Sexta Acookstica

2 - Agenda do Choro


3 - Verão Sergipe: CAUEIRA: NaurÊa + Carlinhos Brown + Mart'nália


Sábado, 30
1 - RONISE RAMOS - Todos os sábados, até janeiro de 2010, no Parati

2 - DANÇA: no TEATRO TOBIAS BARRETO Moulin Rouge - o amor em vermelho


3 - Verão Sergipe: CAUEIRA: Patrícia Polayne + Skank + Daniela Mercury

Domingo, 31
1 - DANÇA no TEATRO TOBIAS BARRETO Poemas Brasileiros

Segunda,01
1 - Rua da Cultura, no Mercado Municipal: Maria Gastona + Kararoots + Alapada + Móveis Coloniais de Acaju (DF)

Terça, 02
1 - Roda de leitura na Biblioteca Pública Epifânio Dórea: poemas de Cora Coralina e conto de Marina Colasanti

==

CINEMA

1.

“Segunda Imperdível” da Rede Cinemark leva ingressos a R$6 ao Shopping Jardins e ao Shopping Riomar

às segundas-feiras DE FEVEREIRO - 1, 8 e 22/2 -, oS ESPECTADORES ASSISTEM A QUALQUER FILME POR R$6 (INTEIRA) OU R$3 (MEIA)

&

2.
 
Cine Cult da Rede Cinemark exibe “Quanto Dura o Amor?” e “Do Começo ao Fim”
DIARIAMENTE, ÀS 14H, OS INGRESSOS CUSTAM R$ 7 E R$ 3,50


QUANTO DURA O AMOR?
Brasil, 2009, drama, 83 minutos
Direção: Roberto Moreira

Sinopse: Três personagens dividem um endereço no coração de São Paulo. Recém chegada do interior, a aspirante a atriz Marina mergulha na noite sedutora da cidade sem calcular riscos. A advogada Suzana vive uma paixão promissora, mas guarda um segredo que pode mudar tudo. Jay, um escritor esquecido, tenta achar uma brecha em um coração de acesso difícil. Entre elevadores, esbarrões e tropeços, eles vão descobrir quanto dura o amor.

DO COMEÇO AO FIM
Brasil, 2009, drama, 90 minutos
Direção: Aluízio Abranches

Sinopse: Do Começo ao Fim é uma história de amor. A história de Francisco e Thomás e de sua família: Julieta, Alexandre e Pedro. Com uma narrativa particular o filme pretende contar a história de um amor incondicional como uma possibilidade, como um contraponto para um mundo cheio de violência, medo e intolerância.

Shopping Jardins: Av. Ministro Geraldo Barreto Sobral, 215 – Jardim
Shopping Riomar: Rua Delmiro Gouveia s/nº

====


PROGRAMAÇÃO COMPLETA


Quinta, 28


CORREDOR DAS ARTES


A cidade de Aracaju elevou a qualidade de suas exposições de arte nos últimos anos, merecendo destaque do público e de novos investimentos em seu campo como forma de rentabilidade nos diversos mercados que a arte envolve. Porém, há de sempre propiciar novos e maiores investimentos de acordo com a crescente movimentação de seus negócios, visto seu perfil dinâmico. A dinâmica das artes no estado também pode ser vista no percurso geográfico natural das galerias. Na cidade, elas formam desde o centro da cidade até o bairro São José, um verdadeiro corredor das artes, proporcionando uma fácil circulação para o público. Porém, logo após as festas de início de ano, toda essa dinâmica sofre com a falta de disposição que as galerias mantêm até o carnaval, e para desmitificar a idéia que este é um período de fraca frequência é que o projeto Corredor das Artes em parceria com os artistas e as galerias, propõe uma nova sugestão de movimentação desses espaços do dia 26 a 28 de janeiro. A coordenação geral do projeto é do artista Fábio Sampaio (Contato: 8802-3519).

Fábio Sampaio


O projeto tem um importante diferencial:

Colaborar com instituições filantrópicas com doação de 50% do valor comercializado nas galerias, sendo o restante repassado ao artista. Permitir a aquisição de obras de arte a preço cômodo a pessoas que anteriormente não teriam a possibilidade de adquirir obras de arte.Somado a essa visão contemporânea do fazer artístico em Sergipe, tem-se dentro desse projeto piloto a valorosa iniciativa de ajudar instituições filantrópicas do estado, agregando um valor solidário a marca do projeto.

Cronograma


Dia 27, Galeria Sayonara Viana (GACC APAE). Curadoria: Elias Santos e Sayonara Viana

Dia 28, Galeria do Yazigi (AVOSOS). Curadoria: Fátima Basto

Todas as exposições terão início as 19:30hs

Cada galeria irá receber uma mostra de artistas visuais sergipanos, sob curadoria específica de um agente cultural influente no campo, na qual sua visitação estará aberta ao público durante as duas semanas seguintes ao vernissage.

Artistas participantes no Espaço Cultural Yázigi: Adauto Machado, Edidelson, Fábio Sampaio, Hortência Barreto, Ismael Pereira, Jacira Moura, Márcia Guimarães, Melcíades, Reinilson (Rei de Barro), Silveira, Tintiliano e Willy. .



==


Espaço de shows no Oceanário de Aracaju


Para isso o Tamar de Sergipe, inaugura seu espaço de shows para a comunidade sergipana e turistas. O espaço, localizado no Oceanário de Aracaju, será lançado para o grande publico no dia 28 de janeiro com os shows dos baianos Armandinho e Marcio Melo. A abertura do evento fica por conta da banda do Oceanário de Aracaju Som no Casco.

Os ingressos estarão à venda na bilheteria do Oceanário ao preço de R$ 20,0 (inteira) e R$ 10,00 (meia).



ARMANDINHO:

Armandinho tem 45 anos dedicados a musica instrumental brasileira. Foi em 1964, com 10 anos de idade ele deu seus primeiros passos musicais, puxando o Trio Elétrico mirim que seu pai, Osmar, inventor do trio elétrico juntamente com Dodô, fez especialmente para ele. De lá para cá, muita coisa aconteceu, e Armandinho não parou no tempo, alinhado a o Trio Elétrico, seu primeiro palco, forma no final dos anos 70 o Grupo A Cor do Som, precursores de uma nova tendência que seria unir a música regional ao rock, numa linguagem Pop. Foram cinco anos de banda, cinco discos gravados, turnês na Europa e EUA, além de estrondoso sucesso no Brasil.


Em 2009 Armandinho lançou dois CDS pela gravadora Biscoito Fino o CD “Pop Choro”, e o CD do Projeto “AfroBossaNova”, resultado da turnê por 16 capitais Brasileiras, ao lado do maestro Paulo Moura. Armandinho também realizou no final de 2009 turnê com o guitarrista Americano Stanley Jordan.


No momento, esta com o projeto “Armandinho – Afro Sinfônico” projeto que está em estúdio, gravando clássicos com sua Guitarra Baiana, e conta com as participações de blocos afros de Salvador e Orquestra Sinfônica. Armandinho também acaba de estrear o Projeto Armandinho Convida no Pelô, onde estará se apresentando por 10 meses, 20 shows sempre recebendo convidados. Ainda se prepara para lançamento do cd comemorativo do Trio Elétrico Armandinho, Dodô e Osmar, que estará completando em 2010, 60 anos do Trio elétrico Dodô e Osmar, já com diversas homenagens preparadas durante o carnaval de Salvador e viagem marcada para levar os 60 anos do Trio Elétrico ainda em fevereiro de 2010 para os EUA e Canadá.


Neste show, Armandinho apresentará um repertório bastante eclético com clássicos como o Bolero de Ravel e Marcha Turca de Mozart, músicas populares brasileiras como Noites Cariocas (Jacob do Bandolim) e Brasileirinho (Waldir Azevedo), neste show que passeia pelo Rock, samba-reggae, frevo, entre outros ritmos. Também não poderiam faltar músicas de Santana, Beatles, Osmar Macedo, além, é claro, de músicas de sua autoria, como Chame Gente, em parceria com Morais Moreira, e Sarajevo, com Pepeu Gomes.


MÁRCIO MELO: É improvável achar alguém que nunca tenha ouvido alguma música de Márcio de Abreu Mello, mesmo que desconheça o seu nome. Aqueles que já apreciaram canções de artistas como Cássia Eller e Vânia Abreu, provavelmente já se pegaram cantarolando refrões criados por ele. Um dos maiores sucessos da cantora Daniela Mercury até hoje, “Nobre Vagabundo”, é de autoria dele, além de “Esnoba”, que foi trilha sonora da novela global “Beleza Pura”, executada pelo grupo Moinho. Na lúdica década de 80, ele liderou a banda Rabo de Saia, junto com quatro musicistas baianas. O grupo se instalou no Rio de Janeiro, vivenciando de perto uma das fases mais importantes do rock nacional. De volta a Salvador, o cantor participou de alguns dos eventos mais exóticos e cultuados da cena alternativa baiana, o que nunca surpreendeu os fãs que já o acompanham há tempo; ele já experimentou pop, punk, rock, bossa e MPB. O ecletismo musical sempre se refletiu também no seu conceito estético. Ao ver Márcio Mello, é quase impossível ter certeza de como será a sua roupa ou corte de cabelo, no dia seguinte. “Sinto grande necessidade de ter dias diferentes porque sou inquieto; acho que esse é o motivo de eu ser tão mutante. Nunca quis saber qual o motivo da minha existência como artista, prefiro acreditar que posso desempenhar múltiplos papéis na música”, diz o cantor. Com oito álbuns lançados em 24 anos de carreira, o cantor tocou na Inglaterra, Espanha e Portugal; em solo português ele é até hoje, um dos compositores brasileiros mais tocados. Este ano, levou 20 dias na Europa gravando o seu primeiro DVD, na Holanda, Portugal e Espanha, que também utiliza imagens gravadas aqui no Brasil. Para entender a riqueza da história musical dele é necessário comparar o seu trabalho, que está previsto para ser lançado agora em novembro, com as inúmeras experiências sonoras iniciadas por um ainda adolescente Márcio Mello, que, ao descobrir Bob Marley e Luiz Gonzaga, percebeu que a sua vida seria tudo, menos previsível. SOLITARIO PUNK Gravado no estúdio Benedito em salvador (BA) no período de abril a julho de 2009.



O que: shows dos baianos Armandinho, Marcio Melo e Som no Casco.

Quando: 28 de janeiro de 2010

Onde: Oceanário de Aracaju – Orla de Atalaia

Hora: 21h

Valor: R$ 20,0 (inteira) e R$ 10,00 (meia)


Enviado por Elma Santos - Produtora Cultural

Coletivo Ouça! Msn: elmas_santos@hotmail.com

Tel: 79 9994-0519

==


Sexta, 29





==


A G E N D A   do  C H O R O



A 'Agenda do Choro' é um indicativo onde pode se encontrar chorinho ao vivo ou ao rádio, em Aracaju. Quem souber de alterações ou de novos lugares, grupos ou programas, por favor me informe. A intenção é fomentar público para esse gênero musical que quanto mais ouço, mais aprecio.


A.

-----------



Bar

Cantinho da Boemia

ÀS SEXTAS-FEIRAS, 20H30


Av João Ribeiro, 1416

(antes do semáforo da ladeira da Colina do Santo Antonio)

Aos sábados a casa recebe o Samba, no mesmo horário.


=


Bar

Chorinho do Inácio

AOS SÁBADOS e DOMINGOS, 16 às 21h0


Rua Canadá, 343 - B. Novo Paraíso (é uma transversal da Rua Rio Grande do Sul, próximo à COHIDRO).


Compre o CD do Grupo - contato: Inácio 79 9136-1803



=


Bar

Recanto do Chorinho

AOS DOMINGOS, 17h00 às 19h30 (é sério!, depois rola outro som ao vivo)


Além da boa música, a casa serve bebidas, refeições e petiscos para todos os gostos.

Convert R$ 5,00


=


no Parque da Cidade se apresenta a

Banda do Chorinho


Egnaldo - Bandolim e voz e percussão

Souza Cavaquinho

Saul Violão

Dão violão

Rivaldo & Nancy - voz


às 4ª e depois do chorinho, das 20 às 23h00, seresta.

Contato: Leidinha 79 8135-2330


==


Chorinho NAS RÁDIOS APERIPÊ:


AM - Programa Domingo no Clube,


apresentado por Sérgio Thadeu, o programa, criado por seu pai há quase 22 anos, é uma verdadeira celebração ao Choro, buscando sempre apresentar novidades ou resgatar clássicos do fundo do baú. Um verdadeiro banquete pra quem gosta do ótimo Choro! Vai ao ar todos os domingos das 7 às 9h00


Contato: Sérgio Tadeu domingonoclube@gmail.com


=


FM, Programa Choros e Canções,


apresentado por Ricardo Gama, o programa choros e canções vai ao ar na Aperipê FM sempre às 18h, de segunda à sexta.


Contato: chorosecancoes@aperipe.se.gov.br


==



da Infonet (http://www.infonet.com.br/agenda/ler.asp?id=93455&titulo=shows)



A partir do dia 9 de janeiro no Iate Clube de Aracaju, acontecerá todos os sábados (EXCETO DURANTE O PRÉ CAJU) o Clube do Chorinho. Quem vai garantir a diversão do público é o grupo ‘Boêmios nota 10’, que apresentará um repertório diversificado e promete reunir apreciadores de todas as idades.



Com início às 21h, o evento é uma realização da S&M Musicaltur e do Iate Clube de Aracaju. Ingressos estão à venda ao preço de R$ 10, na bilheteria do clube. Sócios têm desconto de cinqüenta por cento no valor.



Informações pelo telefone (0xx79) 3211-9623.

==


 APRESENTA



==


Sábado, 30


RONISE RAMOS - Todos os sábados, até janeiro de 2010, no Parati


==

Quallyt Ballet Dance Company

apresenta:

MOULIN ROUGE - o amor em vermelho

Direção: Theniza Melo

Produção: Quallyt Balle

no Teatro Tobias Barreto

Sábado, às 19h00

Inteira - Meia
R$ 20  /  R$ 10

Leia mais sobre o espetáculo na página da INFONET.


==

Domingo, 31


Nelson Santos Companhia de Dança


apresenta:

Poemas Brasileiros

Produção e Direção: Nelson Santos Companhia de Dança

no Teatro Tobias Barreto

Sábado, às 19h30

Entrada grátis

==


Segunda, 01

Rua da Cultura



É isso aí galera... Vamos conferir, porque é gratuito... Diga-se de passagem, que é disso que precisamos: cultura de qualidade.
Lá, na Rua, terá também: tabuleiros de WAR e XADREZ!

Aplausos para todos...

A Rua da Cultura é uma iniciativa de ocupação livre promovida pela Cia. de Teatro Stultífera Navis, e possui sede própria: a Casa Rua da Cultura, situada na Praça Camerindo, n° 210 - Centro.

Para mais informações:
3211-0779
ruadacultura@gmail.com

Visite nossa comunidade:
http://www.orkut.com.br/Main#Community?cmm=829915

Programação completa? Verifique o sítio aí!
http://aamigos.com.br/2010/01/projeto-verao-2010/



==


Terça, 02


Enviado por
Biblioteca Publica Epifânio Dórea biblioteca.publica@cultura.se.gov.br

Bom Dia!

Temos a honra de convidá-los a participar da Roda de Leitura do Proler que irá ocorrer no dia 02 de Fevereiro, às 9:00h, na
sala Antônio Carlos Plech - Biblioteca Pública Epifânio Dórea .
Poemas de Cora Coralina
Conto de : Marina Colasanti
 
Mediadores: Maruze Reis e Antônio Carlos Mangueira.

Participem!!!



=======




poesia de

Vicente Franz Cecim



DOAR

Doar, a Guenádi Aigui:
De que te vestes
e do que te despes/
Sonho: caminho no campo/
Daquele que antes passa
não verás
nem rastro

doar

o centeio negro à claridade das manhãs
o que sustenta um homem contra as tempestades
não sabe ao certo do que ele é feito e no que se desfaz

partes estão sempre desmoronando coisas estão sempre deixando
de ser no corredor de ossos O Clarão e mais um filho é devolvido à relva

O pavilhão de trevas

Quase nunca é preciso soprar as cinzas
dos olhos
ninguém vem retribuir à terra a água colhida na palma da mão

tu não avanças mais cantando

há a impossibilidade da semente
vir a se tornar uma floresta sem ressentimentos

tu não avanças mais cantando

sem notar a caridade dos dias
com o direito de ocultar todo horizonte com uma elevação de lágrimas

Mas se sabia,
desde os primeiros sinais, que não vieram, que os ventos varreriam a terra, cavando,
até expor aos nossos olhos
as esmeraldas deste funeral

as esmeraldas deste funeral

o centeio negro à claridade das manhãs


já foi doado,
e embora vozes se erguessem
não deixaste


O Doador de Sombras

esses clamores vagos clarões

Nem nuvem vã desceu até teus olhos os calcanhares
com que pisaste o canto
dos que se erguiam em bando
em defesa dos dias

e o leito de sombras foi armado
onde
do Alto semeamos ossos

As doações

o que sustenta um homem contra as tempestades

não sabe ao certo do que ele
é feito e no que se desfaz

Ah de quem foi este pé que se recusa a dar um passo ah
essas mãos trêmulas depostas aos nossos pés

Do Alto, semeando ossos

As doações
nós nos dizíamos
Eis o beber a seiva derramada

O Pontilhão Escuro está cantando ao vento:

um dia
a água do corpo correrá ao contrário, vindo ao teu encontro,
e tuas aves serão feitas de terra

Eis o beber a seiva derramada

ah de quem foi este pé que se recusa a dar um passo

Mas a criança há de nascer mais antiga
sob um sol de cinzas se desfazendo sobre nós

partes estão sempre desmoronando

somos, em nós, as doações recentes,
as recém-nascidas doações estão sonhando,
indo para o mais antigo Campo de Miragens nu


O

Doador de Véus

E o mais antigo desmorona
aos nossos pés
se se recusam a dar um passo antigo se

tudo passa, o lentamente,
em nós

coisas estão sempre deixando de ser

Se as Fontes imóveis de repente
cantassem em nós
ah, as cantantes caladas
oh se cantassem de repente


A verdade é que
o pé tateia o limo
a mão espera o líquen dos afagos

E tudo bem silenciosamente

Este desejo é longo quando passo
através da opaca cintilância

Ah, a Opaca cintilância
desses filhos mortos semeados pela relva
quando passo

no corredor de ossos

um olho ainda cintila

a Lã
que ama o fogo sem balir

O Clarão

o fogo-fátuo destas fontes

Eis o beber a Seiva, a seiva derramada

A água do corpo
não correrá ao contrário em nós
tremia
um mineral profundo

e mais um filho é devolvido

à relva

quando menos se esperava tanto espanto

A Voz
soluça entre gorjeios

Quem sabe a santidade ser
O osso leve
de
um filho devolvido à Relva

O pavilhão de trevas

está se abrindo

Dobrados diante dele joelhos
de fruta

Para colher a melhor flor
da estação, quantas sementes
esperando a Seiva lenta,

aguardando um pranto

Quase nunca é preciso

soprar as cinzas dos olhos
Quase nunca é preciso
lançar ossos no abismo

Estamos sempre dispostos a temer as manhãs

estamos sempre nas manhãs,
tremendo

ninguém vem retribuir à terra a água

Colhido na palma da mão tem um abismo
É essa a fonte do coração oco entre miragens

Tomo, de ti,
a tua mão na minha

Estas ruínas ficam bem
caladas quando passo
doar

o centeio negro à caridade das manhãs

Se doendo

sem dOr

partes se dando: Do Corpo do poema em si, ao fora de si, ao Que?m buscando Em sonhos, a Margem brandamente escurecida

sem o direito de ocultar a caridade dos dias

mas com direito a vislumbrar todo o horizonte velado, a Elevação de Lágrimas
Fonte do coração, do Oco
entre miragens

as esmeraldas neste funeral

As esmeraldas deste funeral


=======

Projeto Verão 2010

O Projeto Verão, promovido pela Prefeitura Municipal de Aracaju desde 2002, participa pelo terceiro ano do calendário do Verão Sergipe, uma iniciativa do governo do Estado que visa colocar Sergipe na rota turística da estação mais quente do ano. A cada edição o evento vem se consolidando como uma ótima opção de lazer para quem curte esportes e cultura em geral.
Este ano o Projeto Verão acontece de 04 a 07 de fevereiro na orla de Atalaia, e vem recheado de grandes atrações musicais como Fernanda Takai, NX Zero, Elza Soares e Farofa Carioca, Tony Garrido, Paralamas do Sucesso, Nação Zumbi, Belo e as bandas sergipanas Maria Scombona, Plástico Lunar, Grupo Forte Desejo, Banda Severino, The Baggio’s, Naurêa, Marco Villane, Sulanka e Reação.

Programação completa dos shows do

PROJETO VERÃO 2010


4 de fevereiro (Quinta)

Palco Principal (a partir das 21h30)
  • Maria Scombona
  • Fernanda Takai
  • NX Zero
  • Plástico Lunar
Palco Alternativo (a partir das 21h)
  • Lateiros Curupira
  • Mensagem Negra
  • Oganjah
  • DJ Victor Zuck


5 de fevereiro (Sexta)

Palco Principal (a partir das 21h30)
  • Grupo Forte Desejo
  • Elza Soares e Farofa Carioca
  • Belo
  • Banda Severina
Palco Alternativo (a partir das 21h)
  • Daysleepers
  • Snooze
  • Mamutes
  • DJ Pango


6 de fevereiro (Sábado)

Palco Principal (a partir das 21h30)
  • The Baggio’s
  • Tony Garrido
  • Paralamas do Sucesso
  • Naurêa
Palco Alternativo (a partir das 21h)
  • Pífano de Pife
  • Banda dos Corações Partidos
  • Cabedal
  • DJ Versianni


7 de fevereiro (Domingo)

Palco Principal (a partir das 21h30)
  • Marco Villane
  • Nação Zumbi
  • Sulanka
  • Reação
Palco Alternativo (a partir das 21h)
  • Café Pequeno
  • Kleber Melo
  • Dekola
  • DJ Lukinhas






==

Nenhum comentário:

Postar um comentário