14 de novembro de 2010

Arte e Cultura em Aracaju - de 14 a 21 de novembro de 2010



apresenta


Programação para do dia do músico


Começa no domingo, 21/11, às 14hs na Orla de Atalaia com um trio elétrico apresentandoartistas sergipanos.

E dia 22/11, segunda-feira, pela manhã: Manifestações na Câmara de Vereadores e na Assembléia Legislativa. Ainda para o dia 22 estão previstas apresentações no Palácio do Museu Olímpio Campos (19h30, esse horáriodifere do cartaz porque foi transferida 19.11) e na Rua da Cultura., a partir das 18h.

==

Você que é músico, gostaria de participar de alguma das atividades da programação? Entre em contato com o FMS: forum.musica.sergipe@gmail.com , pois haverá limite de participações visando o melhor desenvolvimento das atividades.

Um ônibus estará disponível para realizar o translado saindo do Teatro Tobias Barreto. Mudamos o local porque temos ao lado do TTB, um terminal de integração, o que facilitará nossos colegas que não queiram ir de carro ( terão um lugar seguro para deixar) ou não tenham transporte próprio.

O ensaio será sábado, a partir das 14h, no estúdio de Alegria, ao lado da Rua 24h.

Escolham duas músicas, autorais ou de artistas sergipanos.



==




poesia


Sonha com sombras


tu

estrela: Ó Longe se não me vês aqui

Não
porque sobre toda a Terra é Noite de dias nunca mais

mas porque para Ti, aí, na Luz

una ao Uno,

ainda não nasci
sonhando sombras


==

de Vicente Franz Cecim

em http://cecimvozesdeandara.blogspot.com/


--


MÚSICA


Novidade na

Lojinha...

1º trabalho solo do músico sergipano Werden

acesse

Lojinha dos Disco

--


Próxima sexta-feira, dia 19, tem uma homenagem da FERRARO TRIO a um dos meus maiores ídolos, falecido há 40 anos, o sempre jovem JIMI HENDRIX.

http://www.myspace.com/ferrarotrio


--


CINEMA


até dia 18.11, fica em cartaz com sessões únicas às 14h, os filmes

(Cine Riomar)

Leia um comentário do crítico Ivan Valença sobre o filme no site da Infonet.


e 'O mundo imaginário do Dr. Parnassus'

(Cine Jardins)

LISÉRGICO, é ao meu ver o adjetivo que mais define o filme. Leia comentário de Ivan Valença no site Infonet. Grande destaque para o músico Tom Waits, que interpreta o DIABO.

Ficou mais uma semana... e eu acho que vou ver de novo. O filme é mais uma fábula do diretor Terry Gilliam cheia de nuances e referências que permitem variadas leituras. Imperdível!


--


Dia 20 tem mais uma


Veja a programação mais abaixo.


--


Músicos e simpatizantes, fiquem por dentro das atividades do

através do seu blog,

http://www.forum-musica-sergipe.blogspot.com/


--


Segue a programação completa de 14 a 21 de novembro




Domingo, 14


TEATRO


Projeto REPERTÓRIO, na Casa Rua da Cultura



ENTRE QUATRO PAREDES”

de Jean Paul Sartre (19h00)



Ingressos: R$ 14 / R$ 7 (para estudantes, etc)


==

CIA BAIANA DE PATIFARIA apresenta

SIRICOTICO, uma comédia do balacobaco”*

*release e foto enviado pela produção


A sétima e mais nova montagem da Cia Baiana já foi vista por mais de 30 mil pessoas, mostrando história sobre bastidores do teatro.

Comemorando seus 23 anos de sucesso nos palcos do país e depois de seis peças vistas por um público de quase um milhão e meio de pessoas, a Cia Baiana de Patifaria volta a Aracaju, desta vez com sua mais nova montagem: Siricotico, uma comédia do balacobaco. O espetáculo, que teve estréia nacional em Salvador, já foi visto por mais de 30 mil espectadores desde janeiro.Siricotico, uma comédia do balacobaco terá 2 únicas apresentações no Teatro Tobias Barreto ficando em cartaz nos dias 13 e 14 de novembro, sábado às 21h e domingo às 20h. Um programa imperdível pra toda família.

Siricotico, uma comédia do balacobaco escrita por Vinnicius Morais e Lelo Filho, tem direção de Fernanda Paquelet, que no histórico da Cia Baiana de Patifaria co-dirigiu as montagens A Vaca Lelé e Capitães de Areia e integrou o elenco da segunda versão de Noviças Rebeldes. O texto tem como pano de fundo a divertida história de uma companhia de teatro em busca do sucesso, para falar de relações humanas que envolvem poder, busca pela celebridade instantânea e liberdade criativa.

Em cena, os atores Lelo Filho, Jarbas Oliver, Nilson Rocha e Alexandre Moreira fazem 56 trocas de figurino por apresentação para interpretar 20 personagens inspirados nas comédias clássicas de Moliére, Goldoni e Pirandello. Cheia de reviravoltas e surpresas, a história narra as aventuras da trupe teatral Os Tartufos, formada por atores mambembes que desejam manter-se em cena no teatro de uma província chamada Siricotico, em pleno século XIX. Endividado, o grupo perde três de seus integrantes, que migram para tentar o sucesso na Corte. A solução encontrada para estrear um novo sucesso é pedir patrocínio a um empresário espertalhão, que garante ajuda desde que sua filha, aspirante a atriz, seja a estrela do espetáculo. Pra aumentar a confusão, uma misteriosa diva dos palcos da Corte é convidada para integrar o novo elenco, garantindo altas doses de humor em meio aos bastidores de uma montagem teatral – com direito a crises artísticas, testes de elenco, brigas de ego e uma estréia nada ortodoxa.

Siricotico, uma comédia do balacobaco conta com uma equipe formada ainda pelo iluminador Eduardo Tudela, o figurinista Miguel Carvalho, o cenógrafo Maurício Pedrosa e o aderecista Maurício Martins, todos nomes de destaque na cena teatral baiana. Por todas essas características, a montagem e turnê do espetáculo abrem uma nova página na trajetória do grupo, que homenageia sua história para dividir com o público as nuances de seu universo, o teatro.


Local: Teatro Tobias Barreto, Tel: (79) 3179-1496 APRESENTAÇÕES Só hoje!

Data: de 13 e 14 de novembro, sábado às 21h e domingo às 20h.

Ingressos: R$ 50,00 (inteira)

Recomendação etária: 14 anos.

Texto: Vinnicius Morais e Lelo Filho

Elenco: Lelo Filho, Jarbas Oliver, Nilson Rocha e Alexandre Moreira

Direção: Fernanda Paquelet


==


Segunda, 15


Rua da Cultura


Não esqueça da Passarela de Xadrez, War e Magic.



A partir das 18h no Mercado Municipal


==


Terça, 16


==



Quarta, 17




Imperdível!

Acompanhem o programa ao vivo pela Internet em:
http://aperipe.swapi.uni5.net/

Acessem também o Blog do CJ em:
http://programaclubedojazz.wordpress.com/


Clube do Jazz, Aperipê FM, 104,9, 4ª 20h

Grande abraço e até a noite,

Ernesto Seidl

==



Temporada de JAZZ

com o

Saulinho, Alejandro, Rafael e Robson

Toda quarta das 21h a 00h


no restaurante

endereço
Rua Dr Bezerra de Menezes 102, Atalaia
Reserve a sua mesa pelo fone (79) 3255-2376


O couvert é de 5 reais por pessoa




Quinta, 18



JAZZ



O pianista Rafael Ramos e o guitarrista Allen Alencar se apresentam às quintas-feiras no

Château Blanc Restaurant,

a partir das 21h. Maiores informações e r

eservas, pelo telefone 3246-4644.


Visite o site




==



==


Sexta, 19


==


EXPOSIÇÃO

'TRÊS'


dos artistas plásticos,

Jamson Madureira

Marcelo Roque Belarmino

Tiago Campelo.

Vernissage dia 19/11 a partir das 19h no SESC Centro com a Participação Especial dos músicos Pedrinho Mendonça, Júlio Rego e o DJ Leo Levi.

Horário de Visitação: 14 às 19h.

Agendamento prévio para visitas mediadas!

Período da Exposição: 22/11/2010 a 07/01/2011


A EXPRESSÃO PLÁSTICA DO DESENHO NA CONTEMPORANEIDADE

O desenho é uma prática ancestral. Rupestre primeiro confundia-se com o próprio objeto representado. Ao correr da história muda, ganha perspectivas, contornos, nuances, matizados, jogos de luz e sombra.

Figurativo traduz o mundo e nos empresta certa forma de ver. Constrói secularmente um olhar sobre o mundo, um olhar sobre cotidiano, um olhar sobre as grandes questões que nos afligem.

Mapa para trajetos longos, cartas de navegação, divisão de terras, relevos, estradas, o desenho assume um aspecto um aspecto utilitário e indispensável.

História em quadrinhos, cinema, banda desenhada, o desenho abre-se para a arte, o desenho abre-se para o belo, o contemplativo o que enleva o espírito.

No nanquim, no bico de pena, no grafite, na luz/cor dos computadores, linhas mais ou menos espessas originam um universo de formas cujos procedimentos de composição se voltam para as múltiplas possibilidades de contar histórias, narrar fatos, discutir acontecimentos, inquietar e reorientar certezas.

Os trabalhos expostos mostram a plasticidade da técnica e a leveza de uma técnica que não deixa nunca de nos impressionar.

Profª. Drª. Lilian França



==

FERRARO TRIO – TRIBUTO A

JIMI HENDRIX



James Marshall Hendrix foi um guitarrista, cantor e compositor norte-americano que frequentemente é apontado por críticos e músicos de todo o mundo como um dos maiores e mais influentes nomes da história do rock. Nascido em Seattle e com passagens pelas bandas de Little Richard, BB King e Ike & Tina Turner, Hendrix chegou a Londres em 1966 para fazer história e revolucionar a maneira de tocar guitarra.

Com seu power trio The Jimi Hendrix Experience, lançou três obras-primas em dois anos: “Are You Experienced?” e “Axis: Bold as Love” em 1967; e “Eletric Ladyland” em 1968. O descendente de negros e índios também foi desbravador e pioneiro em técnicas de estúdio, na estereofonia, em simuladores eletrônicos e no uso e difusão de pedais de distorção como o Fuzze o Wah-wah. Usava amplificadores distorcidos e crus no volume máximo, controlando e absorvendo de forma musical a até então indesejada microfonia. Influenciado por artistas negros de blues e soul music, destacou-se nos festivais de Monterey e Woodstock e faleceu no auge da forma e da fama, aos 27 anos, em 1970.

Os 40 anos de sua morte, completados em setembro de 2010, foi lembrado através de homenagens em todo o mundo. Exposição na França, discos-tributo, relançamento de álbuns remasterizados e o lançamento do disco 'Valleys of Neptune', com material inédito.


'Valleys of Neptune'



O QUE: Tributo a Jimi Hendrix com Ferraro Trio e Convidados

QUANDO: 19/11 (Sexta), às 23h

ONDE: Casa Cultiva (Praia de Aruana, Rod. José Sarney, próximo à AABB)

QUANTO: R$ 10,00 (primeiro lote)



==



Jazz

no

ARMAZÉM BACCO

com ALEJANDRO HABIB

Sextas e sábados,

às 21h
Rua Celso Oliva, 77 - Treze de Julho

Couvert Artistico -
R$ 5
Reservas (79) 3246-4585

Vocês ainda poderão adquirir o disco


onde atua com o tecladista Weide Morazi e Pequeno, na percussão. Veja mais sobre esse trabalho na LOJINHA dos DISCOS.



==

AGENDA do CHORO


A 'Agenda do Choro' é um indicativo de onde pode se encontrar chorinho ao vivo ou ao rádio, em Aracaju. Quem souber de alterações ou de novos lugares, grupos ou programas, por favor me informe. A intenção é fomentar público para esse gênero musical que quanto mais ouço mais aprecio.


A.

-----------


Renovação do Choro & CONVIDADOS

Bar
Chorinho do Inácio
sábados e domingos, 16 às 21h0

ONDE: Rua Canadá, 343 - B. Novo Paraíso (é uma transversal da Rua Rio Grande do Sul, próximo à COHIDRO).



Contato: Inácio 79 9136-1803


=


Bar
Recanto do Chorinho
domingos, das 17h00 às 19h30 (PONTUALMENTE!, depois rola outro som ao vivo)

Além da boa música, a casa serve bebidas, refeições e petiscos para todos os gostos.
Convert R$ 5,00 -


=


no Parque da Cidade se apresenta a
Banda do Chorinho
Egnaldo - Bandolim e voz e percussão
Souza Cavaquinho
Saul Violão
Dão violão
Rivaldo & Nancy - voz

às 4ª e depois do chorinho, das 20 às 23h00, seresta.

Contato:
Leidinha 79 8135-2330


==


Chorinho NAS RÁDIOS
APERIPÊ:AM - Programa Domingo no Clube,
apresentado por Sérgio Thadeu, o programa, criado por seu pai há quase 22 anos, é uma verdadeira celebração ao Choro, buscando sempre apresentar novidades ou resgatar clássicos do fundo do baú. Um verdadeiro banquete pra quem gosta do ótimo Choro! Vai ao ar todos os domingos das 7 às 9h00

Contato:
Sérgio Tadeudomingonoclube@gmail.com


=



FM, Programa Choros e Canções,
apresentado por Ricardo Gama, o programa choros e canções vai ao ar na Aperipê FM sempre às 18h, de segunda à sexta.

Contato:
chorosecancoes@aperipe.se.gov.br


==


Festival de Cultura Opulr realizado pelo Tamar

em Pirambu



PROGRAMAÇÃO



Sexta- feira (Dia 19 de novembro)
9h – Local: Clubinho da Tartaruga
Oficinas “Como anda o nosso mundo”

15h – Local: Clubinho da Tartaruga
Seminário “Educação ambiental no contexto escolar”

19h – Local: Praça da Rodoviária
Shows musicais e de dança
Atrações: Ara Dance, Irmãos de Rua, Meninas Dance, Liberdade de Expressão, Nativus MPB, Impacto Profundo, Som no Casco, O Corre,

Sábado (Dia 20 de novembro)
15h - Cortejo de grupos folclóricos – “Culturarte 2010: 20 anos de história pra cantar”
Concentração: Igreja Nossa Senhora de Lourdes
Bacamarteiros de Aguada (Carmópolis/SE)
Cacumbi de Nêgo (Japaratuba/SE)
Ilariô (Pirambu/SE)
Lariô da Tartaruga (Pirambu/SE)
Reisado de Marimbondo (Pirambu/SE)
Capoeira Unidos nas Tartarugas (Pirambu/SE)
Maculêle
Quadrilha Junina das Tartarugas Marinhas


17h – Local: Praça da Rodoviária
Apresentação dos grupos folclóricos e Trio Pé-de-Serra


Domingo (21 de novembro)
09h – Local: Clubinho da Tartaruga
Batizado e entrega de Cordões do Grupo de Capoeira “Unidos nas Tartarugas” Prof: Edivan “Pirulito”

Enviado por Elma Santos
Produtora Cultural - Virote Coletivo
msn:
elmas_santos@hotmail.com
Skype:elmasantos - Tel: 79 9994-0519



==


Sábado, 20


Projeto CHAMA realiza III Festival de Cultura


O projeto Consenso Humanitário para Arte e o Movimento em Aracaju (C.H.A.M.A.) realizará no próximo sábado, 20, o III Festival de Cultura. O evento visa proporcionar benefícios para estudantes da rede pública de ensino e moradores da comunidade do loteamento Pantanal através da oferta de oficinas que fomentem o intercâmbio cultural e a geração de trabalho e renda.

Serão desenvolvidas oficinas de circo, hip hop, poesia, violão, percussão, teatro, boxe, jiu jitsu, dança e audiovisual. Entre os facilitadores das oficinas estão o grupo de teatro Imbuaça, Associação Sergipana de Hip-Hop – “Aliados pelo verso”, grupo circense Circolarte e os próprios instrutores do projeto C.H.A.M.A.

As oficinas serão ministradas na Sede do projeto, no Centro Cultural Pablo Ruas Lisboa, localizado na Rua Ivon Gomes de Freitas, 51, Loteamento Pantanal, bairro Inácio Barbosa, Aracaju/SE.

C.H.A.M.A
Desenvolvido na comunidade do Pantanal desde 2006, o projeto CHAMA tem o intuito de resgatar a cultura afro-índígena brasileira através de uma visão transformadora. Para isso, são oferecidas oficinas de música, arte, dança, capoeira e inclusão produtiva para mais de 90 moradores da comunidade. Toda a renda do projeto é adquirida por meio dos cachês da banda Oganjah e do apoio de amigos que fazem doações de alimentos, roupas e material logístico.



==




==


Projeto REPERTÓRIO, na Casa Rua da Cultura


“Antígona

de Sófocles (19h00)


Ingressos: R$ 14 / R$ 7 (para estudantes, etc)


==



VIRADA CINEMATOGRÁFICA NO DIA 20/11 TRAZ FILMES ONDE RELAÇÕES AMOROSAS SÃO O FOCO PRINCIPAL


Depois de muita espera finalmente os cinéfilos aracajuanos terão mais uma edição da Virada Cinematográfica no próximo dia 20.

Desenvolvida pela produtora Cine Vídeo e Educação, que também é responsável pelo projeto Cine Cult em parceria com a Rede Cinemark em 14 cidades do país, a Virada Cinematográfica consiste na exibição de 3 filmes de longa metragem, nos intervalos os espectadores terão acesso a água mineral e café e ao final haverá um café da manhã completo.

A Bomboniere do cinema fica aberta durante as sessões.

A Virada do dia 20, será a última deste ano e já tem definido dois filmes que serão exibidos, o filme do meio é revelado somente na hora da sessão.

Às 23h59 “ COMO ESQUECER”, Filme Nacional inédito e que causou uma certa polêmica, abre a programação

COMO ESQUECER


Brasil, 2010, Drama, 99 Minutos, 16 Anos

Direção: Malu De Martino

Elenco: Ana Paula Arósio, Murilo Rosa, Natália Lage, Bianca Comparato e mais...

Sinopse: Júlia (Ana Paula Arosio) é uma professora de literatura inglesa, 35 anos, que luta para reconstruir sua vida depois de viver uma intensa e duradoura relação amorosa com a enigmática Antônia.

Em meio a uma série de conflitos internos e diante da necessária readaptação para uma nova vida, não disfarça sua dor enquanto narra suas emoções.

Ao longo do filme ela vai encontrando e se relacionando com outras pessoas que também estão vivendo, cada uma a seu modo, a experiência de ter perdido algo muito importante em suas vidas.

Uma trama instigante que fala de pessoas comuns enfrentando os desafios de superar as dores do passado e buscar uma nova chance de encontrar a felicidade.


Como Esquecer” lida abertamente com o tema da homossexualidade. De uma forma simples e sem cair em clichês, o filme fala sobre amor e como amar pode ser difícil. Os personagens e os seus conflitos envolvem o espectador, afinal, cada um de nós tem perguntas sobre o passado, são pessoas e momentos que reaparecem, nos obrigando a lidar com eles. E, às vezes, especialmente quando o amor está em questão é tão difícil esquecer...

O Filme foi baseado no livro “Como Esquecer – Anotações Quase Inglesas”

de Myriam Campello. Após Como Esquecer haverá um intervalo e a exibição do filme Surpresa.

O Filme que fecha a programação por volta da 04:00H será

Coco Chanel & Igor Stravinsky


França, 2009, Drama, 120 Minutos, 16 Anos

Direção: Jan Kounen


Sinopse: Paris 1913, Coco Chanel, envolvida no trabalho e apaixonada pelo charmoso e bem sucedido Arthur ‘Boy’ Capel, comparece ao Théâtre des Champs-Élysées, onde Igor Stravinsky mostra pela primeira vez a sua sinfonia Rite of Spring. Coco fica perplexa pela música de Stravinsky, mas o público odeia e vaia, já que a obra é revolucionária e muito moderna para seu tempo. Stravinsk fica inconsolável. 7 anos mais tarde, Coco e Igor se reencontram, mas em situações opostas. Ela, agora é famosa, rica e respeitada e vive a dor da morte de ‘Boy’, enquanto ele vive em exílio na França após a revolução russa. A atração entre os dois é imediata e elétrica. Coco admira o trabalho de Stravinsky e o convida para se hospedar em sua casa de campo para compor, ele aceita e muda-se com sua mulher e filhos. Então, um intenso romance se inicia entre esses dois artistas na fase mais criativa de suas carreiras.


Notas:

A atriz Anna Mouglalis é francesa, umas das musas de Karl Lagerfeld e circula por aí sempre com vestidos da Maison Chanel, grife da qual é embaixadora desde 2002.

O filme é mais um dos títulos recentes a contar um pouco da biografia de Chanel. Em "Coco antes de Chanel", que estreou por aqui no fim de 2009, com Audrey Tautou no papel da estilista, o foco era mostrar a vida de Gabrielle Chanel antes de virar a estilista conhecida como Coco Chanel. Já no longa "Coco Chanel e Igor Stravinsky", a história concentra-se apenas no affair entre a criadora do "pretinho básico" e o autor da famosa sinfonia "A Sagração da Primavera".

O filme é uma adaptação do livro homônimo, escrito pela inglesa Chris Greenhalgh e lançado em português recentemente.

Todo o figurino de Anna Mouglalis, como não poderia deixar de ser, é assinado pela Maison Chanel e foi feito especialmente para o longa, em um processo de criação que envolveu de perto Karl Lagerfeld, no comando da grife desde 1983.

Uma curiosidade: foi durante seu romance com Stravinsky que Chanel lançou seu icônico perfume Chanel Nº5.


Serviço: Virada Cinematográfica

Dia 20/11 Cinemark Jardins a partir das 23h59

Ingressos a venda nas Lojas Tools Company do Shopping Jardins

Preço Único de R$ 15,00 até o dia 15, depois será R$ 20,00

No dia do Evento no Cinema R$ 25,00



Domingo, 21



TEATRO


Projeto REPERTÓRIO, na Casa Rua da Cultura



ENTRE QUATRO PAREDES”

de Jean Paul Sartre (19h00)



Ingressos: R$ 14 / R$ 7 (para estudantes, etc)


==




Segunda, 22





==

Terça, 23



Ossos do Ofício - Edição especial com aula espetáculo


"O Clown e sua poética"

Na próxima terça-feira, dia 23 de novembro, teremos uma edição especial do Ossos do Ofício, com aula espetáculo de Clown com Rafael Barreiros, o Gentileza - Cia. De Improvizzo Quarto dos Sátiros - PE.

Aberta para todo o público, a aula espetáculo busca revelar parte do processo didático utilizado na formação de palhaços dentro do sistema metodológico do clown. Explorando elementos de sua investigação pessoal, presença física e processo de construção cênica.

Nela o arte educador e palhaço, Rafael Barreiros (Gentileza) apresentará elementos que nortearam a construção de seu espetáculo “Romeu, Romanticamente eu”. E também abordará as adequações da intervenção do Clown em diversos espaços, como: hospital, palco, rua e picadeiro.

Com quatro horas de duração divididas em dois blocos de duas horas, a aula espetáculo possuirá fragmentos expositivos, aplicação de exercícios e apresentação de cenas curtas.

Data: 23 de novembro

Horário: Aula dividida em dois blocos – das 16 às 18hs e das 19 às 21hs.

Local: Escola Oficina de Artes Valdice Teles, - Av. Pedro Calazans, 737, Bairro Cirurgia.

Faça sua incrição prévia através do e-mail funcaju.cultura@gmail.com

Para maiores informações, funcajucultura.blogspot.com e 3179-3695.

M i n i s t r a n t e:

Rafael Barreiros (também conhecido por Gentileza) é o idealizador e integrante da Cia. De Improvizzo Quarto dos Sátiros - PE, nascida a partir do Núcleo de estudos em Clown que coordenou por quatro anos na D´Improvizzo Gang, grupo de teatro de improvisação iniciado pelo professor da UFPE Paulo Michelotto. Também é responsável pela coordenação cênica do projeto de doutores palhaços, - Palhaçoterapia - UFPE (Universidade de Pernambuco), e desde 1999 dedica-se ao estudo do clown. Barreiros é arte-educador, licenciado no curso de Educação Artística com Habilitação em Artes Cênicas da Universidade Federal de Pernambuco, coordenou durante um ano as atividades artísticas da Caravana Arco íris Por La Paz – México e faz parte da equipe do Circo da Trindade - PE.








Próximos eventos...




Curso

Módulo: LITERATURA

de 23 a 25 de novembro

INFORMAÇÕES E INSCRIÇÕES ATRAVÉS DO E-MAIL

culturaeartes@sociedadesemear.org.br


==



==


dia 27.11

MUITO roquenrrou no Capitão Cook em mais uma NOITE FORA DO EIXO!



==



Élio Lima traz estilo à cena musical Aracajuana

O cenário musical sergipano ganha estilo próprio na voz de Élio Lima. Todas as sextas-feiras, no bar Canoas, orlinha do Bairro Industrial, à beira do Rio Sergipe e tendo como paisagem a ponte Aracaju-Barra dos Coqueiros, um dos cartões postais da capital, Élio interpreta as melhores canções da música popular brasileira.

Como consequência do sucesso que faz na noite aracajuana, dia 27 de novembro Élio Lima irá gravar seu primeiro DVD promocional intitulado `Cabeça Nas Nuvens & Pés No Chão´. Nesse trabalho são percebidos elementos contemporâneos, como batidas techno e samplers. Todos os efeitos utilizados estão ao serviço da música e, para imprimir um estilo ainda mais marcante, alguns dos melhores músicos da nova geração sergipana como Saulo Ferreira (Ferraro Trio), o pianista Ítalo Robert, o baterista Odílio Saminez e o baixista Rodrigo Peninha foram convidados, deixando cada música com identidade própria. A música de trabalho, “Só Pra Mim”, de Max da Banda de pop-rock B.E.M. 18, é romântica e foi gravada com acompanhamento de Ítalo Robert ao piano.

A direção e produção do Show é feita por Rodrigo Peninha, mas a criação dos arranjos é coletiva e os originais foram adaptados para a formação instrumental da banda. Além disso, um trio de backing vocals e, em duas músicas, “Exagerado”, de Cazuza e “Será”, de Legião Urbana, a participação de um quarteto de cordas, ajudam a fazer uma releitura desses dois clássicos do rock nacional.

Várias gerações da MPB influenciaram na construção do repertório. Cantores e compositores como Jessé, Lulu Santos, Sandra de Sá, Tim Maia, Roberto Carlos, Seu Jorge, Paula Fernandes e Herbert Vianna dentre outros, mostram o ecletismo e o bom gosto musical trazendo uma pegada jovem e ritmica.

A gravação do DVD será na Associação de Subtenentes e Sargentos, bairro Orlando Dantas, às 21h. Infomações e compras de mesa (79) 9907-5240


Sobre Élio Lima

Na estrada desde 1995, Élio Lima já participou do Grupo Axé Quizomba, das bandas Forró Gostoso e Quiss e trabalhou em parceria com Alysson José. Em 2002, com a banda Quiss puxou o bloco do Pré Caju “As cajuranas” e, em 2009 destacou-se no Projeto Freguesia, da Prefeitura de Aracaju. Atualmente pode ser visto todas as sextas-feiras à partir das 22h no Canoas, bairro Industrial. Suas principais influências musicais são Jessé, Djavan, Lulu Santos e o rock brasileiro dos anos 80.

O quê? - Gravação DVD Élio Lima `Cabeça Nas Nuvens & Pés No Chão´

Quando? - Dia 27 de novembro às 21h

Onde? - Associação de Subtenentes e Sargentos, bairro Orlando Dantas"

Release enviado por:
Elaine Mesoli - www.elainemesoli.blogspot.com
www.inclusaosocial.com - www.e-aju.com
Contato: 79 9947-4888 / 13 8124-6986





==





==


de 10 a 16 de dezembro


Confira AQUI a programação para Aracaju

Uma realização da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República, com produção da Cinemateca Brasileira e patrocínio da Petrobras, a Mostra Cinema e Direitos Humanos na América do Sul é dedicada a obras que abordam questões referentes aos direitos humanos, produzidas na região.



Nesta sua quinta edição, o evento atinge 20 capitais brasileiras e sua programação reúne 41 filmes, representando dez países sul-americanos. A programação destaca uma homenagem ao ator argentino Ricardo Darin, a retrospectiva Direito à Memória e à Verdade e uma seção de títulos contemporâneos, vários deles inéditos no Brasil.

Pela primeira vez em Aracaju, a Mostra será exibida em quatro sessões diárias:

15 e 17h - Sala Avenida Brasil

19 e 21h - Sala Multieventos do Palácio-Museu Olímpio Campos


local:

Palácio Museu Olimpio Campos, Praça Fausto Cardoso, s/nº, Centro

Informações: José Cláudio Teixeira Jr. ::3198.1459 | Rosângela Rocha:: 3302.7090


Programação para ARACAJU

de 10 a 16 de dezembro, no Palácio Museu Olímpio Campos

ENTRADA FRANCA


10/12 - SEXTA-FEIRA


Sala Avenida Brasil
19hSessão de Abertura
ABUTRES - Pablo Trapero (Argentina/ Chile/ França/ Coréia do Sul, 107 min, 2010, fic)
Classificação indicativa: 16 anos



11/12 – SÁBADO


Sala Avenida Brasil
15h
MÃOS DE OUTUBRO - Vitor Souza Lima (Brasil, 20 min, 2009, doc)
JURUNA, O ESPÍRITO DA FLORESTA - Armando Lacerda (Brasil, 86 min, 2009, doc)
Classificação indicativa: 12 anos

17h
HALO - Martín Klein (Uruguai, 4 min, 2009, fic)
ANDRÉS NÃO QUER DORMIR A SESTA - Daniel Bustamante (Argentina, 108 min, 2009, fic)
Classificação indicativa: 12 anos

Palácio-Museu Olímpio Campos
19h
MARIBEL - Yerko Ravlic (Chile, 18 min, 2009, fic)
O QUARTO DE LEO - Enrique Buchichio (Uruguai/ Argentina, 95 min, 2009, fic)
Classificação indicativa: 14 anos

21h
O FILHO DA NOIVA - Juan José Campanella (Argentina/ Espanha, 124 min, 2001, fic)
Classificação indicativa: livre



12/12 – DOMINGO


Sala Avenida Brasil
15h
DOIS MUNDOS – Thereza Jessouroun (Brasil, 15 min, 2009, doc)
AMÉRICA TEM ALMA - Carlos Azpurua (Bolívia/ Venezuela, 70 min, 2009, doc)
Classificação indicativa: 12 anos

17h
CARRETO - Marília Hughes, Claudio Marques (Brasil, 12 min, 2009, fic)
BAILÃO - Marcelo Caetano (Brasil, 17 min, 2009, doc)
DEFENSA 1464 - David Rubio (Equador/ Argentina, 68 min, 2010, doc)
Classificação indicativa: 12 anos

Palácio-Museu Olímpio Campos
19h
O ANO EM QUE MEUS PAIS SAÍRAM DE FÉRIAS - Cao Hamburger (Brasil, 110 min, 2006, fic)
Classificação indicativa: 10 anos

21h
EU NÃO QUERO VOLTAR SOZINHO - Daniel Ribeiro (Brasil, 17 min, 2010, fic)
IMAGEM FINAL - Andrés Habegger (Argentina, 94 min, 2008, doc)
Classificação indicativa: 12 anos



13/12 – SEGUNDA-FEIRA


Sala Avenida Brasil
15h
A VERDADE SOTERRADA - Miguel Vassy (Uruguai/ Brasil, 56 min, 2009, doc)
ROSITA NÃO SE DESLOCA - Alessandro Acito, Leonardo Valderrama (Colômbia/ Itália, 52 min, 2009, doc)
Classificação indicativa: 12 anos
17h
KAMCHATKA - Marcelo Piñeyro (Argentina/ Espanha/ Itália, 103 min, 2002, fic)
Classificação indicativa: livre

Palácio-Museu Olímpio Campos
19h
A BATALHA DO CHILE II – O GOLPE DE ESTADO - Patricio Guzmán (Chile/ Cuba/ Venezuela/ França, 90 min, 1975, doc)
Classificação indicativa: 12 anos

21h
VIDAS DESLOCADAS - João Marcelo Gomes (Brasil, 13 min, 2009, doc)
PERDÃO, MISTER FIEL - Jorge Oliveira (Brasil, 95 min, 2009, doc)
Classificação indicativa: 14 anos



14/12 – TERÇA-FEIRA


Sala Avenida Brasil
15h – Audiodescrição
AVÓS - Michael Wahrmann (Brasil, 12 min, 2009, fic)
ALOHA - Paula Luana Maia, Nildo Ferreira (Brasil, 15 min, 2010, doc)
CARRETO - Marília Hughes, Claudio Marques (Brasil, 12 min, 2009, fic)
EU NÃO QUERO VOLTAR SOZINHO - Daniel Ribeiro (Brasil, 17 min, 2010, fic)
* Sessão com audiodescrição para público com deficiência visual.
Classificação indicativa: 12 anos

17h
HÉRCULES 56 - Silvio Da-Rin (Brasil, 94 min, 2006, doc)
Classificação indicativa: 12 anos

Palácio-Museu Olímpio Campos
19h
DIAS DE GREVE – Adirley Queirós (Brasil, 24 min, 2009, doc)
PARAÍSO - Héctor Gálvez (Peru/ Alemanha/ Espanha, 91 min, 2009, fic)
Classificação indicativa: 12 anos

21h
CARNAVAL DOS DEUSES - Tata Amaral (Brasil, 9 min, 2010, fic)
MEU COMPANHEIRO - Juan Darío Almagro (Argentina, 25 min, 2010, doc)
LEITE E FERRO - Claudia Priscilla (Brasil, 72 min, 2010, doc)
Classificação indicativa: 16 anos



15/12 – QUARTA-FEIRA


Sala Avenida Brasil
15h – Audiodescrição
PRA FRENTE BRASIL - Roberto Farias (Brasil, 105 min, 1982, fic)
* Sessão com audiodescrição para público com deficiência visual.
Classificação indicativa: 14 anos

17h
A CASA DOS MORTOS - Debora Diniz (Brasil, 24 min, 2009, doc)
CLAUDIA - Marcel Gonnet Wainmayer (Argentina, 76 min, 2010, doc)
Classificação indicativa: 14 anos

Palácio-Museu Olímpio Campos
19h
ALOHA - Paula Luana Maia / Nildo Ferreira (Brasil, 15 min, 2010, doc)
AVÓS - Michael Wahrmann (Brasil, 12 min, 2009, fic)
CINEMA DE GUERRILHA - Evaldo Mocarzel (Brasil, 72 min, 2010, doc)
Classificação indicativa: 12 anos

21h
GROELÂNDIA - Rafael Figueiredo (Brasil, 17 min, 2009, fic)
MUNDO ALAS - León Gieco, Fernando Molnar, Sebastián Schindel (Argentina, 89 min, 2009, doc)
Classificação indicativa: 12 anos



16/12 – QUINTA-FEIRA


Sala Avenida Brasil
15h
ENSAIO DE CINEMA - Allan Ribeiro (Brasil, 15 min, 2009, fic)
108 - Renate Costa (Paraguai/ Espanha, 91 min, 2010, doc)
Classificação indicativa: 12 anos

17h
VLADO, 30 ANOS DEPOIS - João Batista de Andrade (Brasil, 85 min, 2005, doc)
Classificação indicativa: 14 anos

Palácio-Museu Olímpio Campos
19h
A HISTÓRIA OFICIAL - Luis Puenzo (Argentina, 114 min, 1985, fic)
Classificação indicativa: 12 anos

21h
XXY - Lúcia Puenzo (Argentina/ França/ Espanha, 86 min, 2006, fic)
Classificação indicativa: 16 anos



* O formato de exibição dos filmes é DVCAM.



===


EXPOSIÇÕES




O Salão foi contemplado pelo Edital de Apoio à Festivais de Fotografias, Performances e Salões Regionais, na categoria Artes Visuais-Funarte, com o objetivo de estimular a produção e o intercâmbio com artistas locais e nacionais, além de contribuir para a formação de público e a divulgação da arte contemporânea nas categorias desenho, pintura, gravura, fotografia, escultura, vídeoarte, objeto e instalação.

Outras informações através do e-mail culturaeartes@sociedadesemear.org.br ou no site www.galeriajenneraugusto.com .


Galeria Jenner Augusto - Sociedade Semear

End.: Rua Vila Cristina 148, bairro São José, em Aracaju.


==

EXPOSIÇÃO de fotos do livro


Márcio Dantas -

Lúcio Telles -

Márcio Garcez

em exibição até 8 de novembro

Shopping Jardins (próximo aos bancos)


Saiba mais:

http://www.sergipeemimagens.com.br/


==


EXPOSIÇÃO





de 6 a 28 de novembro

A Exposição “Galeria Caixa Brasil” comemora os 150 anos do banco Caixa Econômica Federal com exposições em todas as capitais do país, sendo a maior mostra simultânea já realizada em solo brasileiro.

Só fique atento, pois a exposição, com entrada gratuita, tem curta temporada – somente de 05 a 28 de novembro.

Um detalhe interessante é que a escolha do dia 05 de novembro como a data para a abertura não foi à toa – será também uma homenagem ao Dia Nacional da Cultura Brasileira. Dessa data até o dia 28, quem for ao Memorial do Poder judiciário de Sergipe, no Centro da cidade, vai ver de perto obras do acervo artístico do banco.

Cada capital vai receber trabalhos de grandes artistas, como Di Cavalcanti, Aldemir Martins, Djanira, Portinari, Glauco Rodrigues, Antonio Poteiro, Abelardo Zaluar, Tomie Ohtake, Francisco Rebolo, Cícero Dias, Antonio Bandeira, Newton Cavalcanti, Yara Tupinambá, Renina Katz, Rui Faquini e tantos outros, totalizando 600 obras de arte, entre pinturas, gravuras, fotografias, serigrafias, desenhos e outras técnicas.


==


Expo na Álvaro Santos



==


Palácio-Museu Olímpio Campos recebe Exposição “Moradas”



A exposição Moradas” que faz parte do Projeto “Sergipe in Foco”, contemplado pelo edital Rede Nacional Funarte Artes Visuais 2010 e que é uma iniciativa da galerista Sayonara Viana e da arte-educadora Silvane Azevedo.

Sob a curadoria de Ana Cristina Carvalho, a exposição fotográfica conta com 33 imagens registradas por nove profissionais (Álvaro Villela, Benedito Letrado, Isa Vanny Farias, Jr. Beira Mar, Márcio Garcez, Marco Vieira, Michel Oliveira, Mônica Flávia Carvalho e Tanit Bezerra), que a partir de um trabalho de campo, captaram imagens de moradas sergipanas em sete regiões distintas (Grande Aracaju, Baixo São Francisco, Centro-sul, Alto Sertão, Médio Sertão, Região Leste e Sul).

Segundo a curadora, a escolha do tema baseou-se em critérios que consideram a importância do registro documental do contexto do morar - a casa - como tecido constitutivo da cidade e do campo, evidenciando a presença humana no ambiente, mesmo que ela não seja visível.

O tema traz a reflexão sobre o significado do habitar, as diferenças de formas e de conteúdos expressos por meio das cores intensas, dos jogos de luz e sombra, das imagens que sugerem texturas, e remetem, algumas delas, a outras linguagens artísticas, como a pintura. Assim, imagens de moradas podem ser interpretadas segundo a visão do artista, no que considera mais relevante do ponto de vista cultural para integrar-se ao projeto Sergipe in Foco. Objetos, interiores e exteriores de casas podem evidenciar significados, desejos e sonhos. Detalhes de imagens que podem revelar hábitos, valores, influências climáticas, culinárias, e até religiosas”, explica a curadora.

Para Jr. Beira Mar, um dos fotógrafos envolvidos no projeto, foi um desafio participar pela primeira vez de um projeto dessa magnitude. “Nunca havia participado de uma coletiva como essa em que um tema foi pré-estabelecido para que os fotógrafos trabalhassem a partir dele. Inicialmente, fiquei receoso de cair no lugar comum, focar a questão da arquitetura da cidade, mas ao final, percebi que a experiência foi bastante válida”.

A exposição, que é dividida em três núcleos: Devoção, Aparência e Cotidiano, ficará em cartaz no Palácio-Museu Olímpio Campos até o dia 19 de novembro. De 23 de novembro a 20 de dezembro, será a vez de “Moradas” ocupar o Palácio Marechal Floriano Peixoto, em Maceió (AL). Um DVD contendo as fotografias da exposição e um making off das oficinas realizadas pelo projeto e com trilha sonora original da banda Pilão de Pif, será distribuído em escolas e instituições culturais.

O Palácio-Museu Olímpio Campos está localizado à Praça Fausto Cardoso, e pode ser visitado, gratuitamente, de terça a sexta-feira, das 10 às 17h, e aos sábados e domingos, das 9 às 13h.

Mais informações pelo endereço eletrônico www.sergipeinfoco.blogspot.com


enviado por

Suyene Correia

Ass. de Comunicação
(79) 9987-7515
suyenesantos@gmail.com

--

Leia sobre outras exposições no site da INFONET

http://www.infonet.com.br/agenda/exposicoes.asp

Nenhum comentário:

Postar um comentário