8 de setembro de 2011

Arte e Cultura em Aracaju - de 09 a 17 de setembro


poesia




Leite, leitura


letras, literatura
tudo o que passa,
tudo o que dura
tudo o que duramente passa
tudo o que passageiramente dura
tudo, tudo, tudo
não passa de caricatura
de você, minha amargura
de ver que viver não tem cura.

--

PAULO LEMINSKI (do livro O ex-estranho. Ed. Iluminuras, 1996)

Fonte: http://antoniocicero.blogspot.com/



==




HOJE é o último dia para inscrição no 




Clique AQUI e saiba como participar...


==





Ontem houve a abertura da exposição

"De olho nas Artes Visuais da UFS"





Continua até o fim desse mês no CULTART, localizado na Av Ivo do Prado.



==




Secult promoverá oficinas para potencializar Lei Rouanet em SE











Leia matéria completa no SITE da Secult.



2ª oficina: “Como operar o Salic Web”

Data: 17/09/2011



Oficineiro:  Rômulo Menhô - coordenador de Desenvolvimento e Orientação


Carga horária: 4 horas (das 9 às 13h)
Local: auditório do SEBRAE
Público: gestores, produtores, estudantes, acadêmicos e agentes culturais residentes em Sergipe

*O conteúdo das oficinas ficará a cargo da SEFIC / MINC.


==


Em exibição no

CINE CULT

Cinemark Jardins (Informações 3217-5610)
do diretor Lars Von Trier

Em MELANCOLIA, Kirsten Dunst e Charlotte Gainsbourg interpretam irmãs cujas vidas se distanciam enquanto o universo se desmancha espetacularmente naquilo que Von Trier descreve como um belo filme sobre o fim do mundo.

Elenco: Kirsten Dunst, Charlotte Gainsbourg, Kiefer Sutherland, Charlotte Rampling, John HurtDireção: Lars von TrierGênero: DramaDuração: 137 min.
Distribuidora: California Filmes, Classificação: 14 Anos

e

no Cinemark Riomar


Leia crítica no site OMELETE




sessão às 14h00


Ingressos a R$ 10 ou R$ 5

Em cartaz até 15/09

HORÁRIOS dos filmes da semana no Cinemark


==


programação completa...




Sexta, 9




TEMPORADA de TEATRO
na
Casa Rua da Cultura

São quatro espetáculos em uma semana. Isso só a Casa Rua da cultura traz para você em mais uma edição do Projeto Temporada. Esse trabalho busca consolidar o teatro enquanto opção e expressão cultural através de apresentações de espetáculos por companhias de teatro sergipanas. As apresentações ocorrerão durante todos os finais de semana, de sexta a domingo e dessa vez traz um espetáculo para o público infantil. Nesse semestre o Projeto Temporada tem início no dia quinze de julho e terá a duração de três meses.


As companhias teatrais sergipanas ficarão em cartaz com quatro espetáculos durante os meses de Julho, Agosto e Setembro com peças que trazem a temática da fantasia infantil até a irreverência das relações amorosas, passando por questões existenciais.

A Cia de Teatro Stultífera Naves, O Grupo Caixa Cênica e Cia Uaaau darão o tom nesse projeto que visa consolidar o teatro como algo inerente ao cotidiano cultural da cidade.

O Projeto Temporada faz parte do plano de expansão do Teatro em Sergipe. Esse é o principal objetivo e desafio. Acreditamos que no estado já existe um público suficiente para consumir esse tipo de arte. Em 2010 e no primeiro semestre de 2011 já desenvolvemos o Projeto Temporada e tivemos um resultado muito positivo. A nossa meta agora é consolidar a cultura das exibições teatrais de forma perene. Entendemos que isso é simbólico para a ampliação da cena cultural sergipana.



Programação
Sexta

Cabaré dos Insensatos: Cia Strutífera Naves

Resumo: Adaptação dos textos e poemas de Bertold Brecht e Jean Genet. O texto aborda a sexualidade de uma forma natural e desmistifica o conceito de ‘cabaré’.
Direção Lindemberg Monteiro.

Horário: Todas ás Sextas e Sábados, a partir de 21h

As demais peças em cartaz estão nas respectivas datas.


no
ARMAZÉM BACCO






Manoel Vieira toca clássicos ao piano.

A partir das 21h


Endereço: Rua Celso Oliva, 77 - Treze de Julho
Aracaju

Informações: 3246-4585


==




Dia 09/09, às 23h, mais um evento da Meugênio Produções: Projeto Junto e Misturado com o som da Maria Scombona tocando suas músicas autorais e a banda Nantes, fazendo um show bacana com músicas dos Beatles. 

Será no Hall do Centro de Convenções de Aracaju (que fica ao lado do Teatro Tobias Barreto). Vai ser uma noite inesquecível, com clima perfeito. Ingressos antecipados a partir do dia 05/09 na Levi's Shopping Jardins ao preço de R$10,00


==




Roquenrrou no


CAPITÃO COOK










==


Sábado, 10



AGENDA 


do


 CHORO


Indicamos onde você pode encontrar chorinho ao vivo ou ao rádio, em Aracaju. Quem souber de alterações ou de novos lugares, grupos ou programas, por favor me informe. A intenção é fomentar público para esse gênero musical que quanto mais ouço mais aprecio.
André Teixeira




Renovação do Choro

Bar Chorinho do Inácio
sábados e domingos, 16 às 21h00

ONDE: Rua Canadá, 343 - B. Novo Paraíso (é uma transversal da Rua Rio Grande do Sul, próximo à COHIDRO).



Contato: Inácio 79 9136-1803


Couvert R$ 10



=



Regional Recanto do Chorinho




Bar Recanto do Chorinho
Chorinho aos sábados e domingos


Sábado -- 15 às 18h


Domingos -- das 17 às 20h00 (PONTUALMENTE) Das 20h30 até 00h00 tem o som da Lenny Hall - música romântica)


Além da boa música, a casa serve bebidas, refeições e petiscos para todos os gostos. Fica localizado no Parque da Cidade. Veja algumas fotos do Parque.

Convert R$ 10,00



==


APERIPÊ AM
CHORINHO NAS RÁDIOS



Apresentado por Sérgio Thadeu, o programa, criado por seu pai em setembro de 1985, é uma verdadeira celebração ao Choro, buscando sempre apresentar novidades ou resgatar clássicos do fundo do baú. Um verdadeiro banquete pra quem gosta do ótimo Choro! Vai ao ar todos os domingos das 7 às 9h00
Contato: Sérgio Tadeu
domingonoclube@gmail.com


=


APERIPÊ FM - Programa Choros e Canções,
Apresentado por Ricardo Gama, o programa choros e canções vai ao ar na Aperipê FM sempre às 18h, de segunda à sexta.
Contato: chorosecancoes@aperipe.se.gov.br



==


TEATRO

TEMPORADA de TEATRO
na
Casa Rua da Cultura

Programação


Entre quatro paredes: Cia Strutifera Naves

Resumo: Peça baseada no texto do filósofo existencialista francês Jean Paul Sartre, as relações humanas são amplamente discutidas a partir do pensamento ‘o inferno são os outros’ e dar um olhar diferenciado entre a sociedade e o próprio inferno.

Horário: Todos os Sábados, a partir das 19h

==



Pela Janela: Grupo Caixa Cênica

Resumo: Livre adaptação da obra de Tennessee Williams – Fala comigo doce como a chuva - que tem como tema central a solidão.
Direção Caixa Cênica e Co-direção de Maicyra Leão.


Horário: Todos os Sábados, a partir das 20h

FICHA TÉCNICA:
Direção: Grupo caixa cênica e co-direção Maicyra Leão
Texto: Tennessee Williams
Cenário: Grupo caixa Cênica
Direção técnica e iluminação: Denver Paraíso
Figurino: Erick Marinho
Trilha sonora: Alex Sant’Anna, Alisson Couto e Leo Airplane
Fotografia: Zak Moreira
Captação de áudio e vídeo: Fábio Rogério e Maicon Rodrigues
Edição de DVD: Lu Silva
Elenco: Diane Velôso
Thiago Marques
Coordenação geral: Diane Velôso
Produção: Grupo Caixa e Nah Donato


==



Feira do Aratipe, na Orla de Atalaia, sobe ao palco a cantora Anabel Vieira e o violonista Beto Carvalho tocam muita MPB.

HORÁRIO: 20 às 22h


==


RACIONAIS MCS EM ARACAJU - VOZES DA LUTA





- Racionais MC's
- Banda Reação 
- U - Zotos 
- Dj Preto 
- JB e os Comparsas 


Horario: 21h


Local: Gonzagão em Aracaju/SE

R$ 30,00

à venda nos seguintes locais:
- Cardoso Auto Peças
Digital CD
Churrascaria Dom Pedro

Farmácia Moura (Cj Augusto Franco) 





==






no Espaço EMES


Sábado, 10 de setembro. 


Mais informações em 



==







No dia 10 de setembro vai acontecer mais uma etapa eliminatória do Coverama. Você que ja estava com saudade de curtir as fantásticas apresentação das bandas cover e torcer por suas bandas favoritas, não precisa mais esperar. Como de costume, a próxima eliminatória começará as 19:00 no IATE CLUBE. Os ingressos estão à venda na PLACO MÚSIC STORE, PLANET MUSIC e BAVIERA DA UNIT por R$15,00. Lembrando que a censura é 16 anos e todos devem apresentar o documento de identidade pra poder ter acesso.
Confira a lista de apresentação já na ordem.
Iron Maiden
Black Eyed Peas
Gram
Papa Roach
Hammerfall
Arctic Monkeys
Skid Row
Titãs
kings of leon
Aerosmith
The Cranberries





==


Domingo, 11





No domingo, 11 a banda Forró Pesado se apresenta na praça Tobias Barreto. 




HORÁRIO: 20 às 22h




==


TEMPORADA de TEATRO
na
Casa Rua da Cultura

Programação
Uma Viagem ao Fantástico Mundo do Saber

Uma viagem ao fantástico mundo do saber conta a história de Filo um garoto que acorda num mundo mágico repleto de aventuras onde através de personagens exótico e sábias lições descobre que usando sua imaginação estudar pode ser muito mais divertido.


Cia Uaaau!


Horário: Todos os Domingos em duas sessões, às 16h e 18h


==




Em cartaz na 


Casa Rua da Cultura




Um monólogo da consciencia política diante do mundo atual e dos valores estéticos. 


Traz uma pergunta segura que é sua própria resposta. 


Texto e direção
HUNALD ALENCAR

com
WALMIR SANDES

20h


R$ 14 / 7


Casa Rua da Cultura
Pç Camerino / Centro


==


Segunda, 12



Mostras competivas e informativas, oficinas e debates.
de 12 a 17 de setembro.
Acesse



==


RUA DA CULTURA


Entre os mercados municipais Centro de Aracaju

- A partir das 18h00




Programação completa disponível em 
Terça, 13


Cinexperiência

exibe o filme




==


III SISPEM - SIMPÓSIO SERGIPANO DE PESQUISA EM MÚSICA






No período de 13 a 16 de setembro realizaremos o III SISPEM (SIMPÓSIO SERGIPANO DE PESQUISA EM MÚSICA) , o nosso simpósio anual. Neste ano o tema geral do simpósio é a inserção da música popular no sistema de ensino e contaremos com a participação de importantes músicos e professores convidados. 

Este é um evento destinado aos alunos do NMU e comunidade externa, promovido pelo Núcleo de Música da Univesrsidade Federal de Sergipe.
Contamos com o seu apoio.
Obrigada

NMU/UFS: 2105-6891
Vice-coordenador do curso de Música: Prof. Msc. João Liberato - 9900-3945


==


Quarta, 14



A décima primeira edição do Conversando Fotografia recebe o fotógrafo pernambucano Josivan Rodrigues em uma seção tripla especial, que contará com a tradicional conversa com o autor, a abertura da exposição Buenos Aires, Brasil e o o lançamento do respectivo livro, no dia 14 de setembro, à partir das 18h30, na Sociedade Semear.

Autor do primeiro livro de fotografia realizado no país por meio de financiamento colaborativo (crowdfunding), Rodrigues vem a Aracaju dialogar com os fotógrafos sobre a experiência que surgiu junto com a idéia de fotografar a cidade pernambucana de Buenos Aires para mostrar o seu cotidiano para a homônima Buenos Aires, na Argentina.

Por ter cerca de dois meses para concretizar o projeto, Rodrigues optou por não buscar sistemas de patrocínios tradicionais e, em seu próprio website, construiu uma plataforma de arrecadação de recursos para viabilizar o projeto. Contando com a ajuda dos amigos para divulgar nas redes sociais, o fotógrafo conseguiu vender todas as cotas individuais (50 reais) e empresariais (300 reais) do projeto, que custou cerca de 11 mil reais e transformou em realidade o desejo de levar a Buenos Aires brasileira para a Buenos Aires argentina.

Em contrapartida, todos os apoiadores receberam agradecimentos na publicação e exemplares do livro Buenos Aires, Brasil, lançado junto com a exposição que desde julho vem itinerando pela América Latina, tendo passado por Buenos Aires (Argentina) em julho, ido para Recife em agosto, e agora vem para Aracaju por meio do convite do Trotamundos Coletivo.

Josivan Rodrigues pretende levar a exposição para outras cidades brasileiras ainda em 2011 e para o ano que vem tem o intuito de começar a documentação de mais duas cidades brasileiras que possuem homônimas internacionais: Barcelona, no Rio Grande do Norte, e Nova Iorque, no Maranhão. O projeto visa compor uma trilogia.

Maiis informações sobre Buenos Aires, Brasil estão em:

http://josivanrodrigues.com/buenosairesbr/
http://pt-br.facebook.com/pages/Buenos-Aires-Brasil/152002174872232 http://rpcfb.com.br/2011/06/buenos-aires-%E2%80%93-pe/

Mais informações sobre a edição especial do Conversando Fotografia em:
trotamundoscoletivo.wordpress.com





==


Todas as quartas é dia do programa

Imperdível!

Acompanhem o programa ao vivo pela Internet em:
http://aperipe.swapi.uni5.net/
Acessem também o Blog do CJ em



Clube do Jazz, Aperipê FM, 104,9, 4ª 20h

Grande abraço e até a noite,

Ernesto Seidl
==

Temporada de JAZZ

com o
Saulinho, Alejandro, Rafael e Robson
Toda quarta das 21h a 00h
no restaurante
endereço
Rua Dr Bezerra de Menezes 102, Atalaia
Reserve a sua mesa pelo fone (79) 3255-2376
Couvert individual R$ 5



==


Quinta, 15




==




O Chileno Gonzalo de Santiago toca e canta Bossa Nova e muito mais...


 a partir das 21hs no Armazen Bacco




Endereço: Rua Celso Oliva, 77 - Treze de Julho

Aracaju


Couvert R$ 3,00



==






No line-up Budah Moderno convida os Dj`s Lina Bôto , Gustavo Motta (Guga) e Bruno Felizola Shakau. Então já sabe, chegue cedo pra pegar sua mesa pq o climinha "Pizza & Drinks" começa as 21:00 e os Djs fazem a pista pegar fogo a partir das 23:00h! E o melhor de tudo? 


ENTRADA GRÁTIS


==


Sexta, 16


Orquestra Sinfônica de Sergipe
apresenta 
“Sons da Catedral III”

Catedral Metropolitana de Aracaju
Dia 16 de setembro de 2011, 19h00
Entrada Franca

Leonardo David, regente convidado
Gabriela Queiroz, violino


Programa:
Giuseppe VERDI (1813-1901)
Abertura da ópera “I Vespri Siciliani”
Max BRUCH (1838-1920)
Concerto para violino nº1, op.26, em sol menor
Piotr Ilytch TCHAIKOVSKY (1840-1893)
Sinfonia nº5, op.64, em mi menor

Seja um Amigo da Orquestra! Saiba como:amigosdaorsse@gmail.com
Contatos úteis:
Orquestra Sinfônica de Sergipe
79 3179 1480



==





==




Festival Mangaba Instrumental




O Festival Mangaba Instrumental é um projeto cultural idealizado pela Eccos Eventos e Meugênio Produções que pretende, a longo prazo, fomentar e difundir a música instrumental feita em Sergipe, através da promoção de shows com artistas locais em ascensão e do intercâmbio com grupos mais experientes do cenário instrumental brasileiro, bem como a formação de público para vertentes musicais que incluem, em seu caldeirão de influências, misturas de jazz, rock, chôro, soul music, erudito, ritmos nordestinos e experimentações audio-visuais.   

A cena instrumental local, ainda em desenvolvimento, já exibe sinais de força, estética própria, diversidade e compromisso com uma música baseada na improvisação e na livre expressão de instrumentistas das mais variadas formações, resultando em propostas diversificadas e resultados sonoros por vezes surpreendentes. O Mangaba Instrumental se propõe a ser uma vitrine para este segmento específico, bem como firmar-se no calendário nacional de festivais de música instrumental, atraindo renomados músicos brasileiros e incentivando a produção de novos trabalhos em Sergipe.

A primeira edição do evento acontecerá de 16 a 18 de Setembro, com dois dias no Oceanário de Aracaju, na Orla de Atalaia, e o domingo no tradicional Chorinho do Inácio, no Bairro América. O preço popular do ingresso (R$10,00 nos shows do Oceanário) visa atrair um público amplo e variado, incentivando a formação de platéia para a música instrumental produzida em Sergipe. Na sexta, a partir das 22h, apresentam-se os grupos Casa Forte, Coutto & Orchestra de Cabeça, Ferraro Trio e Vendo 147 (BA); No sábado, sobem ao palco do Oceanário, a partir das 21h, Alberto Silveira, Café Pequeno e Sinequanon (SP). No domingo, incorporado ao festival, o tradicional Chorinho do Inácio, situado no bairro Novo Paraíso (América), com as apresentações instrumentais acontecendo a partir das 18h. O preço cobrado no Chorinho será o de sempre, ou seja, couver de R$4,00 por pessoa.

PROGRAMAÇÃO:

Sexta, 16 de Setembro – Oceanário de Aracaju
22h – Casa Forte
22:40h – Coutto & Orchestra de Cabeça
23:30h – Ferraro Trio
00:30h – Vendo 147 (BA) – Lançamento do CD “Godofredo”

Sábado, 17 de Setembro – Oceanário de Aracaju
21h – Alberto Silveira
21:40h – Café Pequeno
22:30h – Sinequanon (SP)

Domingo, 18 de Setembro – Chorinho do Inácio
18h – Chorinho do Inácio, no Bairro América

- SINEQUANON (SP): Com quarto cds lançados, o grupo de jazz contemporâneo brasileiro tem em sua formação Lupa Santiago (guitarra), Vítor Alcântara (saxofones), Guto Brambilla (contrabaixo) e Carlos Ezequiel (bateria). O Sinequanon explora improvisação coletiva e composição moderna com ênfase nas nuances típicas de uma formação acústica. Suas influências se estendem desde a música erudita contemporânea às vanguardas do jazz e da música instrumental brasileira. A história do grupo se inicia em 1997 em Boston, EUA, quando Lupa e Carlos estudavam na Berklee School Of Music. A dupla se apresentou intensamente pela costa leste americana em formações que iam de trios a septetos, e em 2000 gravaram seu primeiro cd, “Images”, indicado ao Grammy Latino em 2002 como Melhor Álbum de Jazz. Com o retorno ao Brasil, o quarteto foi formado com Vítor Alcântara e Guto Brambilla, passando a se apresentar com o nome de Sinequanon. Desde então têm se apresentado continuamente em todo o país, incluindo cidades como São Paulo, Brasília, Florianópolis, Joinville, Salvador e Maceió.

- VENDO 147 (BA): Nascida em Salvador, tem como principal diferencial o uso do “clone drum” (bateria siamêsa, onde um mesmo bumbo é tocado por duas pessoas, sincronizadas). A banda é formada por Glauco Neves e Dimmy “O Demolidor” Drummer, os “bateristas-clones”, Pedro Itan e Duardo Costa, nas guitarras, e Caio Parish, no baixo. O grupo iniciou suas atividades em 2009 e, em pouco tempo, conseguiu difundir seu som em quase todos os cantos do país, tendo participado dos principais festivais de música, como: Do Sol (RN), Aumenta que é Rock (PB), Campeonato Mineiro de Surfe (BH), Palco do Rock no carnaval (BA), Abril Pro Rock (PE), Maionese (AL), Virada Cultural (SP), Bananada (GO), Demo Sul (PR), Festival Instrumental BNB (PB e CE), Big Bands e Grito do Rock (BA), entre outros. A banda acaba de lançar seu primeiro CD, “Godofredo”, e realizou a “Turnê 147” com 20 shows em 25 dias, pelas regiões Sul e Sudeste.

- CAFÉ PEQUENO: O terceto sergipano de música instrumental surgiu em 2005 e é composto pelos músicos Pedrinho Mendonça (percussão), Júlio Rêgo (gaita) e Guga Montalvão (violão). Em 2009 lançou o elogiado “Café Pequeno Na Cozinha de Badyally”, o primeiro cd do grupo, com 6 canções autorais e releituras do alagoano Hermeto Pascoal, do sergipano João Rodrigues e do espanhol Manuel de Falla. Em 2010 o grupo viajou até a França e tocou no Café Lê Fleurus e na Cité Universitaire Internationale de Paris, onde realizou um show para acadêmicos de várias partes do mundo. Ainda em 2010 vencem a etapa nacional do Festival de Música da Arpub e em maio de 2011 o grupo se apresentou no XI Tensamba Festival, em Madri, Espanha.

- FERRARO TRIO: Formado em 2009 pelos músicos sergipanos Saulo Ferreira (guitarra), Robson Souza (baixo) e Rafael Jr (bateria), o grupo lançou dois EPs, um DVD e um single virtual, e vem se apresentando em eventos como Verão Sergipe 2010 (Barra dos Coqueiros) e 2011 (Caueira), Projeto Verão (orla de Atalaia), II Simpósio de Educação Musical na UFS, Festival Rock Sertão (Glória/SE), Feira Música Brasil (Belo Horizonte/MG), VI Festival BNB de Música Instrumental (Juazeiro/CE e Souza/PB), Festival de Música da ARPUB, entre muitos outros. Produziram shows com projeção de imagens no Teatro Lourival Batista e auditório do CIC, venceram editais públicos de circulação e gravação, e participaram das coletâneas “Sergipe´s Finest” (Disco de Barro/SE) e “Compact.Rec” (Funarte/Minc).

- ALBERTO SILVEIRA: Compositor, arranjador e violonista, tocou em bandas de pop rock e em projetos de música instrumental brasileira em bares na noite sergipana. Foi finalista do Festival da TV Atalaia em 2009 e 2010, e foi o artista instrumental mais votado pelo público no Festival da Aperipê. Também é autor de trilhas sonoras para o cinema - “A Parede” foi vencedor do prêmio Aperipê de 2007 e “Do Outro Lado do Rio” está atualmente em circuito de exibição. Em 2011 foi selecionado para a Mostra de Música Sergipana do SESC.

- COUTTO & ORCHESTRA DE CABEÇA: O grupo sergipano faz música pensando em imagens, como uma montagem sonora do cotidiano. A Orchestra é fruto da combinação de histórias indizíveis onde as músicas costuram uma dinâmica de sensações em timbres acústicos e elétricos, ruídos da cidade, da casa, levemente suspensos sob o imaginário de Coutto e sua Orchestra de Cabeça. Um início, uma ladeira.

- CASA FORTE: Power trio formado em 2010 por integrantes de duas bandas de hardcore conhecidas de Sergipe, a Rótulo e a Nucleador, com a proposta de fazer rock instrumental misturado também a influências de samba rock, funk, soul, blues e jazz. Utilizando a riqueza desses gêneros musicais, as canções vão surgindo da vontade de explorar esses ritmos. A banda está em processo de pré-produção do primeiro EP, com 5 faixas autorais. A Casa Forte é composta por Erik Frog (guitarras), Roque Joseph (baixo) e Bruno Petoh (Bateria).


==




Próximas atrações...




Para saber mais acesse o site do festival
http://www.hqfestival.com.br

O filmes 


e





==



A Presidente da Assembleia Legislativa de Sergipe, Deputada. Angélica Guimarães,
convida as autoridades, os parlamentares, os funcionários e servidores da Casa, os artistas,
a imprensa e o público de arte para o coquetel de abertura da programação artística do mês
no Espaço Cultural “Djenal Queiroz”, no dia 22 de setembro de 2011, quinta-feira, às 18:30
horas.


• Exposição de Pinturas de Valter Santos
• Exposição de Fotografias “O Corpo e seus Símbolos” – César Leite e 25 alunos
• Exposição de Esculturas de Eduardo Maia
• Apresentação Cênica de “A Morte do Matador” por César Leite
• Lançamento do livro “Chico de Miguel – A História de um Líder” – de Carlos Mendonça
- Lançamento do CD de Giló


Coquetel dia 22 de setembro, às 18h:30
Período das exposições: 22 de setembro a 19 de outubro de 2011


Realização da Diretoria de Comunicação Social
da Assembleia Legislativa de Sergipe
Diretora – Sandra Cruzz
Curadoria e Textos de Ilma Fontes




==


LEIA matéria no site INFONET.


==




==




30 de setembro



De 30 DE SETEMBRO a 9 DE OUTUBRO em Aracaju acontecerá o 9º FICI - Festival Internacional de Cinema.
Programação do evento em breve no site



==





Está no ar o blog de apoio à volta do


FESTIVAL DE ARTE DE SÃO CRISTÓVÃO

Cartaz do último FASC, em 2005. (Arte de Eduardo Cardenas)


Leia sua postagem de Zezito Oliveira no site Overmundo:


FASC: Participação da comunidade é fundamental
“Quem produz cultura é a sociedade e não o Estado”. Uma frase/conceito que não esqueci, uma das idéias-chave contidas na carta do encontro preparatório, realizado em Aracaju (SE), do primeiro seminário sobre cultura, promovido depois pela SUDENE na cidade do Recife (PE), em meados dos anos 80, tempos da nova república e de esperanças renovadas com a retomada das liberdades democráticas, subtraídas pela ditadura civil-militar instalada no fatídico ano de 1964. [leia maispostagem comlpeta no site OVERMUNDO ou no PROFASC.
Acesse o blog e saiba mais: http://scprofasc.blogspot.com
Abaixo assinado em prol do FASC -> http://www.abaixoassinado.org/abaixoassinados/8737



==



ÓTIMA NOVIDADE vindo por aí...
da
Cia. o Mínimo

Ao respeitável público, a Cia. O Mínimo apresenta a sua mais nova proposta para realização de um espetáculo inédito denominado “Retalhos Populares”. O grupo formado pelos palhaços Iris Fiorelli e Robert Colores tem 05 anos de estrada, com formação no Estado de Sergipe e traz por meio da linguagem do Palhaço aliada a técnicas circenses e a dança uma concepção da arte do riso com um mínimo de palavras e um rico repertório de gestos, mágicas, caprichados figurino e muito humor.
A Cia. O Mínimo foi contemplada com o incentivo fiscal da Lei Rouanet do Ministério da Cultura por meio do Programa Petrobras Cultural para receber, durante dois anos, patrocínio para a manutenção do grupo, aperfeiçoamento, nova montagem e circulação do espetáculo, alem de oficinas que serão oferecidas a quatro cidades, tendo início em junho de 2011 até primeiro semestre de 2013. Essa iniciativa apoiará a construção de um novo espetáculo de mesmo nome, como resultado de pesquisa com base na cultura popular realizada em municípios Sergipanos e Residência Artística em São Paulo, com estudo no Lume - Núcleo Interdisciplinar de Pesquisas Teatrais (Universidade de Campinas, Brasil).

A Cia O Mínimo, com o Patrocínio Petrobras Cultural, disponibilizarão informações, textos e imagens sobre seu trabalho estético, prática, estudos e encaminhamentos, no intuito de garantir acesso ao maior número de pessoas e permitir ampla troca de conhecimentos e experiências com outras companhias e trupes circenses além de todos àqueles que se interessem pela arte do clown e do corpo. Todas as atividades serão gratuitas. Contatos da Cia. O mínimo, site: www.ciaominimo.com.br e telefone (97) 99335726.


==



Exposição
de Cláudia Toscano

na Galeria Álvaro Santos


Galeria de Arte Álvaro Santos
Endereço: Pç Olímpio Campos, s/n, Centro - Aracaju/SE
Fone 79 9967.2919
PERÍODO DE VISITAÇÃO:
24 de Agosto a 17 de Setembro das 8 às 18h00 e Sábado das 9 às 13h00.
==

Exposição de Nuno Ramos no SESC Sergipe.


Olá pessoal!

Dando continuidade às atividades de artes visuais da Galeria de Arte do SESC Centro, convidamos a todos para a exposição:


“SÓ LÂMINA”, do artista plástico NUNO RAMOS
Curador da exposição: Paulo Venâncio Filho
Período de visitação: 25 de agosto a 23 de setembro de 2011
Horário: 10 às 19h
Local: Galeria de Arte SESC CENTRO/ Rua Dom José Thomaz, nº 235, Bairro São José, Aracaju, Sergipe.

Gostaríamos de destacar também nossas ações educativas através de visitas mediadas e oficinas, elas serão abertas para toda a comunidade. É só entrar em contato e agendar:


ENVIADO POR
e-mail: sescgaleria@gmail.com

Fone: (79) 3216 2753



==





Poe-mails ou poemeios?

Este livro nasceu da mesma forma que os poemas que lhe dão corpo & alma: do acaso do olhar encontrar e tentar registrar o belo com essa máquina de fotografar sentimento que é a linguagem. Utilizei como processo de escrita não ter um processo de escrita. O norte maior foi sempre o sentir dessa relação com a provocante Beleza, onde quer que Ela se manifestasse: numa palavra ou comentário, numa pintura ou foto, numa música, no silêncio ou até mesmo no vazio pós tudo. Foi escrito entre os anos de 2007 e 2010, utilizando como suporte o meio ambiente digital.
[LEIA MAIS AQUI]

[AQUI, entrevista concedida ao jornalista Rian Santos em seu blog Spleen e Charutos,sobre o livro 'poe-mails']



O livro está registrado sob licença Creative Commons 3.0. Significa que ele pode ser copiado e distribuído desde que sem finalidade comercial. Além disso pode ser modificado e redistribuído.
Saiba mais em http://creativecommons.org/licenses/by-nc-sa/3.0/br/legalcode


==





Prorrogadas as inscrição para o Festival Aperipê de Música

Movimentar o cenário da música sergipana. Esse é o principal propósito do III Festival Aperipê de Música, que teve as inscrições prorrogadas e aceita candidatos até o próximo dia 9. Através das rádios AM e FM, a Aperipê dá oportunidade para que os artistas de Sergipe tenham o trabalho divulgado em todo o território nacional, já que as composições consagradas passam a disputar, automaticamente, o III Festival Nacional de Música da Associação das Rádios Públicas do Brasil (Arpub).

O Festival é mais uma ação da Aperipê desenvolvida com o intuito de promover a música local. Na primeira fase, 30 músicas inéditas são selecionadas para ir a júri popular através da internet, além de serem veiculadas nas rádios Aperipê AM e FM. Dessas composições, apenas dez seguirão para a fase final, quando participarão da grande festa responsável pela escolha das finalistas que concorrerão ao Festival da Arpub.

De acordo com Léo Levi, responsável pelos projetos especiais da Aperipê, o festival costuma revelar boas surpresas. “Artistas já conhecidos do público sergipano e nomes novos sempre estão presentes entre os selecionados. É uma maneira de trazer sangue novo para a cena e talvez lançar um artista que poderá ganhar renome nacional, oferecendo a oportunidade necessária para a veiculação da música sergipana em todo o país, sempre tendo em vista o crescimento da música local”.

Para Júlio Andrade, integrante da banda The Baggios, consagrada como a grande vencedora do ano passado, o Festival contribui de maneira fundamental para o crescimento dos artistas sergipanos. “O Festival estimula os compositores do Estado. Somos julgados por pessoas que realmente entendem do assunto. Ganhar o festival foi extremamente marcante. Concorrer com músicos dedicados a outros gêneros musicais, também. Concorremos com bandas populares e acabamos sendo surpreendidos. Os festivais dão um impulso fundamental para que os artistas produzam mais e com mais qualidade”, ressalta.

O edital do III Festival de Música Aperipê já está disponível no site da Fundap (www.aperipe.com.br). Lá, os interessados encontram as informações necessárias para realizar a inscrição.

enviado por -> Rian Santos - Ascom/Fundap
(79) 3179-4864




==


Para quem ficar em casa...




um disco

Download grátis do álbum no site do artista.
Leia matéria no blog EUOVO.

a versão abaixo não está no disco




um filme


Dirigido pelo ex-Monthy Pithon terry Gilliam, The Fisher King pode ser considerado um romance medieval em plena NY do século XX. Indicado para vários prêmios. Oscar de atriz coadjuvante em 1992 para Mercedes Ruehl. Com Amanda Plummer, R. William e J. Bridges.





um livro

O MACACO E A ESSÊNCIA, de Aldous Huxley

trecho do livro:


Narrador
O amor elimina o medo, mas reciprocamente o medo elimina o amor. E não apenas o amor. O medo elimina a inteligência, elimina a bondade, elimina todo pensamento de beleza e verdade. Só persiste o desespero mudo ou forçadamente jovial de quem pressente a obscena presença no canto do quarto e sabe que a porta está trancada, que não há janelas. E então a coisa acomete. Ele sente uma mão na sua manga, respira um bafo fétido, quando o ajudante do carrasco se inclina quase amorosamente para ele (...). E o medo, meus bons amigos, o medo é a própria base e fundamento da vida moderna. Medo da tão apregoada tecnologia que, enquanto eleva o nosso padrão de vida, aumenta a probabilidade de nossa morte violenta. Medo da ciência que arrebata com uma das mãos ainda mais do que tão prodigamente distribui com a outra. Medo das instituições manifestamente fatais pelas quais, em nossa lealdade suicida, estamos prontos a matar ou morrer. Medo dos grandes homens que elevamos, por aclamação popular, a um poder que eles usam, inevitavelmente, para nos massacrar e escravizar. Medo da guerra que nós não queremos e todavia tudo fazemos para desencadear.



Fonte: http://odiscursobibliografia.blogspot.com/2005/05/o-macaco-e-essncia.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário