28 de maio de 2012

Arte e Cultura em Aracaju - de 28 de maio a 3 de junho de 2012


poesia



de Sasan Seifikar




Quatro coisas para saber

Inspirado por um poema de Attar
Traduzido do inglês por Francis Lauer.





Se eu tivesse de reduzir tudo o que sei em quatro coisas
Eu escolheria as seguintes máximas


A primeira é esta: não se preocupe a respeito de teu estômago ou dinheiro
Mas esteja preocupado com a tua mente e coração, antes que seja tarde demais


A segunda é: aprenda sobre argumentos, como construí-los
Como avaliá-los, para dar exatidão ao teu pensamento
Do contrário você chegará a conclusões fáceis e convenientes
Elas farão você se sentir bem, mas o deixarão ignorante


A terceira é: cuidadosamente considere diferentes formas de ser um ser humano
Formas diferentes de agir, formas diferentes de tratar os outros seres humanos
Isto porque a moralidade convencional muitas vezes é apenas uma licença para a imoralidade
Ser desamável e ávaro, ter uma vida má e desinteressada naquilo que é bom


A quarta é: sempre trate os outros com amabilidade, mas fuja do desamável
Dos que são incapazes de expressar aquilo que pensam, de compadecer-se ou de ser grato
Ame a todos e veja suas boas qualidades, mesmo quando estejam ausentes ou que sejam em grande parte má


Se você deseja que tua mente seja lúcida, bela e livre para tratar de coisas mais importantes
Não tente descobrir como responder ou lidar com aqueles que são falsos ou maus
Em vez disso tal qual um pássaro percebe um gato que se aproxima, rapidamente dê a volta e voe embora.

-


fonte: http://peterfran.wordpress.com/2008/02/13/poesia-iraniana-i-quatro-coisas-parase-saber/



==


Todas as segundas das 21 às 22h00, na Aperipê FM 104,9


A Cena Sergipana tem seu espaço na 104,9. Os ritmos e estilos de Sergipe estão na 

programação do REDE LOCAL. Histórias das canções, notícias dos bastidores, entrevistas, 

agenda, conexões culturais e muita música.


Apresentação: André Teixeira 


Produção: Alex Sant'Anna

Consultoria: Henrique Teles, Deilson Pessoa e Alisson Couto



==


Confiram as novidades na



Lojinha dos Discos







==




Prorrogadas as inscrições!!!







==


em Nossa Senhora da Glória,




programação completa...




Segunda, 28




continuam até dia 1º de junho as atividades do 



O projeto é voltado para alunos, músicos e apreciadores da música instrumental. Este ano a instituição irá realizar 20 apresentações nas unidades operacionais do SESC tanto da capital quanto do interior. Além do Ferraro Trio, fazem parte da programação Igor Gnomo, Mangabeira Jazz, Odir Caius e o grupo Café Pequeno. O Circuito será realizado até 01/06 com a participação gratuita do público.



Programação completa: 
http://www.sesc-se.com.br/noticias/263-circuito-sesc-de-musica-inicia-dia-07-de-maio


==



Rua da Cultura




Acontece no Mercado Municipal de Aracaju, em frente à passarela das flores.


Mais informações: 3042-3878


Outras informações

Acesse
 http://www.casaruadacultura.com/



==




Terça, 29







==



Quarta, 30


Imperdível!

Acompanhem o programa ao vivo pela Internet em:
http://aperipe.swapi.uni5.net/


Acessem também o Blog do CJ em


Clube do Jazz, Aperipê FM, 104,9, 4ª 20h
Grande abraço e até a noite,
Ernesto Seidl


==

com o
Saulinho, Alejandro, Rafael e Robson

Toda quarta das 21h a 00h



no restaurante

endereço


Rua Dr Bezerra de Menezes 102, Atalaia
Reserve a sua mesa pelo fone (79) 3255-2376

Couvert individual R$ 5




==


Quinta, 31




Cine Mais UFS 


apresenta:




O Cine Mais UFS dessa quinta, 31 de maio, traz para vocês a Mostra Cinema pela Verdade, com a exibição do filme Hércules 56. Tal mostra é realizada pelo Instituto Cultura em Movimento (ICEM) em parceria com o Ministério da Justiça, via Comissão de Anistia.
Ao todo, o festival vai percorrer todas as 27 capitais federativas e passar por 81 universidades com exibição de filmes nacionais que têm como tema o período da ditadura militar e suas conseqüências, após a exibição, haverá debates com a presença de convidados e diretores/realizadores de cada obra.

Não percam. quinta, dia 31, às 16h, no auditório da ADUFS, Campus São Cristovão.





==




Final da segunda etapa do Projeto "SNAPIC-Música pra ver", no Shopping Jardins.



O show de encerramento será feito por Silvio Campos e Melcíades (Máquina Blues), muito blues acústico está por vir.




==


Lançamento dos novos livros de Francisco J. C. Dantas e Maria Lúcia Dal Farra




==








Todas as Quintas o cantor Dan Young se apresenta no Salato E Caramelle junto com Olivier no contrabaixo a partir das 20h30 ! Momento de baladas eternas, sucessos de Elvis Presley, Johnny Rivers, Trini Lopez entre outros!! Vale a pena conferir !!
Couvert artistico - R$ 3,5
0

DAN YOUNG, cantor francês especializado em baladas, blues e clássicos da canção Norte Americana, no esquema de voz e violão.
Se você tem saudades das musicas de Elvis Presley em inicio de carreira, musicas dos seus filmes, baladas de Johnny Rivers, canções de Trini Lopez, os famoso classicos da canção norte Americana venha curtir conosco músicas como CALL ME, STRANGERS IN THE NIGHT, ROUTE 66, SMILE, EVERYBODY LOVES SOMEBODY, RAINY NIGHT IN GEORGIA, YOU DON'T KNOW ME, LOVING YOU, WELCOME TO MY WORLD, ALWAYS ON MY MIND entre outras.

Conheça um pouco mais sobre o artista DAN YOUNG


SITE
http://dan-young-br.yolasite.com/

FACEBOOK
https://www.facebook.com/groups/danyoung.thepards/doc/126901660737811/

YOUTUBE

ROUTE 66 - http://youtu.be/uPmY04Jchq4
GOOD ROCKING TONIGHT - http://youtu.be/c8RA_YwU6Bc
STEAMROLLER BLUES - http://youtu.be/BDzJzdofr_8
SAN ANTONIO ROSE - http://youtu.be/xkFNdUZ8_bA
 


==






Hoje tem Confraria do Jazz no Armazém Mediterrâneo (antigo Teimonde, antes da Passarela do Caranguejo). E tem uma surpresa boa, gravaremos um dvd promocional e sua presença será mais que necessária para que o resultado final seja o melhor possível. 


Compareça e se delicie com as coisas boas que a música nos proporciona. O som começa às 21:30 e vai até as 00:30, dá para ir e trabalhar na sexta de boa... 


Até mais tarde! 





==






A Casa Rua da Cultura entra novamente em temporada, agora com nove espetáculos. Isso mesmo! NOVE! Depois da 4ª Temporada no ano passado, com duração de três meses com oito espetáculos, esse ano a Casa vai mais longe…

Todas as quintas...

A Injustiçada
(19h00)

Berenice é uma senhora simples que por conta de sua mania de dizer que foi injustiçada a vida toda, é internada em um asilo por seu filho. A senhora conta sua história desde sua infância, até o dia em que ela foi parar no asilo, ao lado do seu inseparável Santo Expedito. Ela conta sua triste e divertida história interpretada por Bruno Kelvernek, e direção de Cinthia Santana. 

Preços acessíveis: R$20,00 a inteira e R$10,00 a meia.
(ASCOM Casa Rua da Cultura)

== 



O Chileno Gonzalo de Santiago toca e canta Bossa Nova e muito mais a partir das 21h00 no Restaurante do Armazem Bacco.

Couvert artistico - R$ 5

Rua Celso Oliva, 77 - Praia 13 de Julho
Aracaju - Sergipe - Brasil
(79)3246-4585







==


Sexta, 1º





==


The Baggios lança EP Acústico





Depois de dois meses sem apresentar na capital sergipana o duo The Baggios, aparece com novidades. Eles lançarão um EP acústico, gravado ao vivo por Luis Oliva na Fundação Aperipê em 2011, e que também trará mais duas faixas extras produzida pela própria banda junto a Leo Airplane. Uma dessas faixas extras é "Velhinho", composição do falecido Baggio.


A festa trará a Sergipe pela primeira vez, o trio paraibano Sex On The Beach, que já levou seu show a vários festivais independentes pelo Brasil. http://sotb.tnb.art.br/


Ao comprar o ingresso que será vendido no dia do show, a pessoa leva grátis o EP.



==


Clássicos ao piano com Manuel Vieira Jr.



O pianista Manoel Vieira Jr. toca classicos em seu teclado a partir das 21hs no Restaurante 


Armazem Bacco. 



Couvert artistico - R$ 5



==


TEMPORADA de TEATRO



Todas as sextas,

Almanaque
(18h00)

Almanaque faz uma retrospectiva em uma hora e trinta minutos dos últimos 50 anos de Brasil e Mundo, trazendo de forma leve e ágil diversos conteúdos e fatos que marcaram a sociedade, como: A corrida espacial, as copas, ditadura militar, clonagem, guerra do Vietnã, atentado as torres gêmeas, entre outros fatos. O espetáculo cheio de facetas é costurado pela presença de narradores que conversam com a platéia e conduzem o público entre os fatos. Recheado de músicas que ajudam nessa viagem, o espetáculo ainda conta com um projeções de imagens e passagens que compõem o cenário do espetáculo.

--

Morcegos
(20h00)

A peça fala de uma mulher desprezada pelo marido, que consome seu dia-a-dia em uma auto prisão, em um quarto fechado, onde realidade e fantasia se misturam em uma loucura cruel que reduz o status dessa mulher à condição de resto humano. Suas frustações, seus sonhos, seu desamor, suas carências e outros sentimentos vitais, são gritados e substituídos por sua fantasia de ter uma relação afetivo/sexual com os morcegos, os mesmos que também a atormentam e a aterrorizam no seu dia-a-dia.

Existe saída para quem não se ama mais, para quem perdeu seus atributos físicos e ainda tem que conviver sem o amor do seu homem e sem o amor dos seus próprios filhos? 

“Morcegos participou do I Festival de Monólogo de Laranjeiras em setembro de 2011, onde foi indicado para 11 das 12 categorias do festival e vencendo cinco: melhor figurino, melhor maquiagem, melhor texto, melhor direção e melhor espetáculo.”

--

Os Marginais
(21h00)

Os Marginais é uma montagem do Grupo de Teatro A Tua Lona que visa dialogar com a literatura contemporânea brasileira. A pós-modernidade tem proporcionado a discursão acerca de grupos que foram marginalizados durante o transcorrer dos séculos como os homossexuais, os negros e as mulheres. Ao dramatizar textos de Ana Cristina César, Caio Fernando Abreu, Hilda Hilst, Sérgio Sant´Anna e Lygia Fagundes Telles, o espetáculo pretende dar vida a essas discussões e divulgar a obra desses autores. Numa montagem que foge ao convencional, o Grupo A Tua Lona pretende ainda refletir de que forma esses pressupostos tem influenciado no cenário teatral. O espetáculo tem a duração de 50 minutos, e objetiva trazer à cena atores/leitores, desmistificando a atitude passiva atribuída aos leitores e comprovando que a partir da leitura, outras produções artísticas e intelectuais podem surgir. Todas as sextas, às 21h.

Preços acessíveis: R$20,00 a inteira e R$10,00 a meia.
(ASCOM Casa Rua da Cultura)


==


Sábado 2






O argentino Alejandro Habib toca classicos em seu sax a partir das 21h00 no Restaurante do Armazem Bacco. 

Couvert artistico - R$ 5


==





Todos os sábados

O Vômito
(19h00)

Após vomitar, um homem sente-se capaz de compreender as coisas e a si mesmo. A partir de então, ele começa a refletir sobre sua vida e sobre a sociedade, discutindo como as pessoas se relacionam com o mundo e com os outros seres humanos. O vômito representa um grande grito contra a forma que se dá as relações interpessoais na atualidade, pautadas no interesse e desprovidas de solidariedade. O protagonista tenta demonstrar como os indivíduos estão cada vez mais desconectados e distantes. O retrato que temos do homem em ação é fruto de um ambiente de solidão e desprezo, onde o ser humano foi reduzido à categoria de excremento. O vômito então, surge como única saída, o único amigo, como a salvação. 



--


Cabaret dos Insensatos
(21h00)

O espetáculo, feito pela Cia. de Teatro Stultifera Navis, se inicia na praça, com apresentação do messie, dono do cabaret, chamando o público para participar do evento. Entretanto, é infernizado por um menino que quer entrar a qualquer custo no Cabaret, até que consegue driblar o messie e chama o público para entrar no espetáculo. Com adaptação dos poemas de Bertold Brecht e textos de Jean Genet, o texto aborda a sexualidade de forma natural e desmistifica o conceito de cabaret durante as cenas que acontecem simultaneamente. 

O espetáculo Cabaret dos Insensatos Ganhou Prêmio O Capital 2011, de melhor ator, direção e melhor espetáculo.”



Preços acessíveis: R$20,00 a inteira e R$10,00 a meia.
(ASCOM Casa Rua da Cultura)





==


AGENDA
do
CHORO


Indicamos onde você pode encontrar chorinho ao vivo ou ao rádio, em Aracaju. Quem souber de alterações ou de novos lugares, grupos ou programas, por favor me informe. A intenção é fomentar público para esse gênero musical que quanto mais ouço mais aprecio.

André Teixeira



Renovação do Choro

Bar Chorinho do Inácio


sábados e domingos, 16 às 21h00

ONDE: Rua Canadá, 343 - B. Novo Paraíso (é uma transversal da Rua Rio Grande do Sul, próximo à COHIDRO).


Contato: Inácio 79 9136-1803

Couvert R$ 4,00


=


Regional Recanto do Chorinho




Bar Recanto do Chorinho


Chorinho aos sábados e domingos



Sábado -- 15 às 18h


Domingos -- das 17 às 20h00 (PONTUALMENTE) Das 20h30 até 00h00 tem o som da Lenny Hall - música romântica)


Além da boa música, a casa serve bebidas, refeições e petiscos para todos os gostos. Fica localizado no Parque da Cidade. Veja algumas fotos do Parque.


Convert R$ 10,00

==




APERIPÊ AM




CHORINHO NAS RÁDIOS




Apresentado por Sérgio Thadeu, o programa, criado por seu pai em setembro de 1985, é uma verdadeira celebração ao Choro, buscando sempre apresentar novidades ou resgatar clássicos do fundo do baú. Um verdadeiro banquete pra quem gosta do ótimo Choro! Vai ao ar todos os domingos das 7 às 9h00




Contato: Sérgio Tadeu




domingonoclube@gmail.com


=


APERIPÊ FM - Programa Choros e Canções,




Apresentado por Ricardo Gama, o programa choros e canções vai ao ar na Aperipê FM sempre às 18h, de segunda à sexta.





Contato: chorosecancoes@aperipe.se.gov.br


==


Domingo, 3








Fábrica de Alegria
(16h00)

Fábrica de Alegria é um musical, comandada por uma trupe, com aproximadamente uma hora de duração. As músicas e textos são autorias em sua maioria, com algumas inserções de domínio público. Nesse musical, as canções são entremeadas por diálogos, contos de histórias, capoeira, teatro de fantoches e brincadeiras. O caráter é lúdico/educativo, abordando temas como relação interpessoal, hábitos de higiene e alimentação, solidariedade e respeito às diferenças.  


--




Os Imprevisíveis
(20h00)

Espetáculo de improviso do Grupo Êxtase, inspirada no programa britânico “Who’s lines is it away?”, baseado unicamente no improviso sem ensaios. O que caracteriza um dos detalhes mais surpreendentes para quem o assiste. A plateia pede e os atores fazem na hora, simples assim! O espetáculo já viajou por vários estados do Brasil e está de volta em temporada em Sergipe, onde ficou em cartaz em 2010 e agora na Casa Rua da Cultura. Todos os Domingos, às 20h. Não percam, pois nenhum espetáculo é igual ao outro... 



==


Próximas atividades culturais...
 




O SESC abriu inscrições para o Ciclo de Fotografia: Teoria, Técnica e Poética, que tem como base teórica o trabalho do fotógrafo Henri Cartier-Bresson, no qual diz que fotografar é alinhar a mente, o olho e o coração.

Dividido em cinco módulos independentes, o curso acontece nas instalações do SESC entre os meses de março a junho deste ano e objetiva ampliar o raio de visão e ação dos fotógrafos amadores ou profissionais, sob o auxílio e orientação da fotógrafa Renata Voss e da pesquisadora de poéticas fotográficas Ana Carolina.

Renata Voss é fotógrafa e mestranda em Artes Visuais em Processos Criativos pela Universidade Federal da Bahia, já Ana Carolina pesquisa poéticas fotográficas e é doutoranda em Comunicação Social, na linha de Pragmáticas da Imagem pela Universidade Federal de Minas Gerais.

PRÓXIMO MÓDULO
  
PROJETO FOTOGRÁFICO AUTORAL: De 21 a 25 de maio, das 18 às 22h. Facilitadora: Renata Voss Chagas. Proposta: Orientar os alunos no desenvolvimento de um projeto fotográfico autoral através das seguintes etapas: discutir a fotografia em uma perspectiva artística; apresentação e discussão de projetos pessoais dos alunos, tendo como base o planejamento, a execução, a edição e a escolha do modo de apresentação. Observação: É necessário que cada aluno tenha câmera fotográfica.


Saiba mais sobre os outros módulos:

TEORIA E CRÍTICA DA IMAGEM FOTOGRÁFICA: De 04 a 08 de junho, das 18 às 22h: Facilitadora: Ana Carolina Lima Santos. Proposta: Possibilitar que os alunos pensem a fotografia sob dimensão mais profunda enquanto signo e linguagem. Para tanto, serão abordadas de formas sucintas, as teorias clássicas e contemporâneas da fotografia.

FOTOGRAFIAS EM SUAS MÚLTIPLAS LINGUAGENS: De 23 a 27 de julho, das 19 às 22h. Ministrantes: Ana Carolina Lima Santos e Renata Voss Chagas. Proposta: Nesse módulo, os alunos serão apresentados à multiplicidade do universo fotográfico a partir da imersão nas obras de grandes fotógrafos, em torno das quais se discutirão as diferentes abordagens da fotografia como forma expressiva dentro das mais diversas áreas, como a fotografia publicitária, jornalística, documental e artística (com foco em projetos autorais). Serão enfatizadas, nesse sentido, as dimensões teóricas, técnicas, comunicacionais e criativas do trabalho do fotógrafo na contemporaneidade.


Observação:
O investimento por módulo
Comerciário é R$ 25,00
Conveniado é R$30,00
Usuário é R$40,00.

Informações e inscrições 3216-2727 ou através do site www.sesc-se.com.br | ciclodefotografia.wordpress.com

Atenciosamente,
Cultura SESC





==




de 4 a 6 de junho





CineSESC realiza


CURSO A ESTÉTICA DAS PRIMEIRAS VANGUARDAS


Facilitador: Prof. Romero Venâncio (DFL-UFS)
Período do curso: 04 a 06 de junho
Horário: 18h-22h
Vagas: 20
Taxa: R$ 10,00

Local: SESC Centro (Rua Dom José Thomaz, 235 - em frente ao colégio Arquidiocesano)

Inscrições: Central de atendimento do SESC Centro até sexta-feira (01/06) 

Mais informações: 3216-2726


CONTEÚDO:

I. A “teoria da Vanguarda” de Peter Bürger: uma leitura estético-filosófica
II. Vanguarda e pintura: Van Gogh, Paul Klee e Francis Bacon (na análise de G. Deleuze). Exibição do filme “Klimt” (Raúl Ruiz)
III. Teatro Expressionista e Brecht: encontros e desencontros
IV. Vanguarda e música: Schoenberg na leitura de Th. Adorno







==






em junho




DIAS 5 E 6 DE JUNHO


XI Fórum de Forró de Aracaju








Nos dias 5 e 6 de junho o Teatro Atheneu será palco de uma grande homenagem ao centenário do cantor pernambucano Luiz Gonzaga com a realização do XI Fórum de Forró de Aracaju. O evento terá a participação de grandes artistas e pesquisadores, a exemplo de Genival Lacerda e Bené Fonteles, autor do livro “O Rei e o Baião”, a mais completa publicação sobre Luiz Gonzaga. 

A abertura do Fórum do Forró será realizada às 19h do dia 5, com a presença do prefeito de Aracaju, Edvaldo Nogueira. O evento será composto por palestras, depoimentos e homenagens de diversos artistas e estudiosos a respeito da vida e obra de Luiz Gonzaga. No encerramento haverá apresentação do Quinteto Sanfônico de Aracaju. Os interessados podem participar do evento de forma gratuita. 

O Fórum do Forró é uma realização da Prefeitura Municipal de Aracaju e faz parte da programação do Forró Caju, que terá início no dia 15 de junho na Praça de Eventos dos Mercados. 

Confira a programação do XI Fórum de Forró de Aracaju: 

Dia 5 de Junho
19h – Abertura Oficial com o prefeito Edvaldo Nogueira
20h – Palestra com Paulo Vanderley, pesquisador, criador e mantenedor do mais completo site de Luiz Gonzaga no Brasil - www.luizluagonzaga.com.br
21h – Depoimento dos artistas Genival Lacerda, Alcymar Monteiro, Trio Nordestino e Targino Gondim sobre a importância da obra de Luiz Gonzaga
21h40 – Homenagem dos artistas Genival Lacerda, Alcymar Monteiro, Trio Nordestino e Targino Gondim aos 100 anos de Luiz Gonzaga
22h40 – Encerramento

Dia 6 de junho
19h - Palestra com Zé Maria, autor do livro “Mestre João Silva: Prá não morrer de tristeza”, sobre o tema “As parcerias de Luiz Gonzaga e João Silva” e depoimento de João Silva (o compositor com maior número de parcerias com Luiz Gonzaga
19h40 – Depoimento de Bené Fonteles, autor do livro “O Rei e o Baião”, a mais completa publicação sobre Luiz Gonzaga 
20h10 – Depoimento de Chambinho do Acordeon, ator, cantor e sanfoneiro, que faz o papel de Luiz Gonzaga no filme “Gonzaga de Pai para Filho”, do diretor Breno Silveira (“Dois Filhos de Francisco”)
20h30 – Depoimento de João Cláudio Moreno, ator, humorista e cantor (trabalhou com Chico Anysio na TV Globo)
21h – Homenagem dos artistas João Cláudio Moreno, Chambinho do Acordeon, Luiz Paulo e Erivaldo de Carira
22h – Encerramento com o Quinteto Sanfônico de Aracaju


Fonte: http://divirta.se.gov.br/noticias/xi-forum-do-forro-homenageara-luiz-gonzaga






==












==


EXPOSIÇÕES 

em Aracaju:









Exposição Taiê de Alejandro Zambrana inaugura no SESC e propõe ação coletiva

O fotógrafo Alejandro Zambrana inaugura no próximo dia 27 de abril de 2012, às 19h, a terceira etapa do circuito da exposição Taiê. A mostra, que esteve nas cidades de Laranjeiras e São Cristóvão, no começo deste ano, vai ser exibida em Aracaju até o dia 31 de maio na Galeria de Arte do SESC Centro, no bairro de São José.

A exposição trará uma nova perspectiva do trabalho de Zambrana e será composta de 22 imagens produzidas durante a documentação dos ensaios, bastidores e do cortejo que compõe o ritual sincrético do grupo. Taiê será acompanhada ainda de uma ação educativa, um encontro com o autor e uma proposta de uma ação coletiva, que será desenvolvida junto com outros fotógrafos da cidade em homenagem às Taieiras.

Imagens - As séries que compõem a exposição foram pensadas a partir do universo simbólico do grupo. Elas propõem ao visitante uma reflexão sobre elementos (vestimentas, cores, adereços, cantos, danças, ordem do cortejo) cenários, trajetos, legado histórico e transformação cultural vivida pelas Taieiras. Pureza, Caminho, Missão, Elo e Sagrado – as cinco expressões que nortearam a narrativa da mostra exibida em Laranjeiras e São Cristóvão – ainda são pilares para a nova configuração da exposição, mas trazem outras propostas de enredo para os expectadores.

Ação Coletiva – Entre as novas proposições de Taiê está o desenvolvimento de uma ação coletiva com outros fotógrafos sergipanos. Durante o período de convivência do fotógrafo com o cortejo, as integrantes da Irmandade de Santa Bárbara virgem sempre pontuaram o desejo de receber um retorno do que é produzido sobre elas. As poucas fotografias que elas produzem ou são presenteadas pelos fotógrafos vão sendo guardadas em álbuns ou penduradas em uma das paredes da sala de estar da Irmandade, que é dedicada especialmente à trajetória do grupo.

Assim, a equipe de Taiê reservou uma parede específica da exposição para construir um Memorial às Taieiras. Os fotógrafos que documentaram o ritual, em qualquer época, estão sendo convidados a doarem uma fotografia impressa para o Memorial. As fotos ficarão exibidas durante toda a exposição com as devidas identificações dos fotógrafos e, ao final da mostra, o Memorial será doado à Irmandade de Santa Bárbara Virgem.

Para participar da ação coletiva, os fotógrafos interessados em doar uma imagem impressa devem baixar uma ficha de inscrição no site www.trotamundoscoletivo.wordpress.com, em seguida preencher seus dados pessoais e informações sobre a fotografia escolhida e enviar para o endereço eletrônicocontato@trotamundoscoletivo.com. Após a inscrição, a fotografia deverá ser entregue na Galeria de Arte do SESC Centro e deve conter um dos seguintes tamanhos: 10x15, 15x21, 20x25 e 20x30.

Haverá molduras disponíveis na parede do Memorial para serem preenchidas com as fotografias que forem chegando. Assim, antes de imprimir a fotografia, o ideal é consultar os tamanhos ainda disponíveis para exibição. Como o intuito é promover o maior número de olhares e perspectivas possíveis sobre o cortejo na elaboração do Memorial, cada fotógrafo pode doar apenas uma fotografia para a ação coletiva.

Os fotógrafos interessados em terem suas obras na parede desde a abertura da exposição, devem se inscrever e entregar a imagem impressa na Galeria do SESC até o dia 26 de abril. Após essa data, as imagens que chegarem entrarão no Memorial ao longo do período da exposição. As fotografias podem ser de qualquer período histórico e momentos do cortejo das Taieiras. Elas podem ser em preto e branco ou coloridas e geradas a partir de qualquer tipo de suporte: filme negativo, positivo (slide), reprodução fotográfica de original em papel ou digital. O importante é homenagear o grupo.

Ações Paralelas – Taiê também será acompanhada, no mês de maio, por um Encontro com o Autor, que será realizado em parceria com as ações do I Ciclo de Fotografia – Teoria, Técnica e Poética, que está sendo realizado pelas educadoras Ana Carolina Santos e Renata Voss, no SESC Centro, até o mês de julho. A conversa com Alejandro Zambrana sobre o seu trabalho de documentação e a exposição ocorrerá no dia 23 de maio, como uma das atividades do terceiro módulo do ciclo, que debaterá Projeto Fotográfico Autoral.

Além da conversa, também será realizada uma oficina para integrantes da Rede Pública de Ensino, como parte das ações formativas vinculadas à exposição. A oficina será ministrada no dia 14 de maio pela fotógrafa Ana Lira, que também é educadora e curadora da exposição. As inscrições ocorrerão a partir do dia 7 de maio e serão gratuitas. Para os educadores que não puderem comparecer à oficina, o Programa de Formação do SESC preparou um material especial, que será distribuído gratuitamente pelo setor educativo da Galeria de Arte durante a exposição.

Apoios - Para realizar o último ano do projeto e a exposição Taiê, Alejandro Zambrana teve o patrocínio do Banco do Nordeste do Brasil (BNB), por meio da aprovação no edital 2010/2011. A exposição também tem o apoio Governo do Estado de Sergipe, por meio do Edital de Apoio à Formação, Produção e Circulação Cultural Interna do Fundo Estadual de Desenvolvimento Cultural e Artístico (Funcart). A realização da etapa Aracaju da exposição está sendo feita pelo SESC, por meio do Edital de Seleção de Projetos de Exposição 2012, da Galeria de Arte do SESC.

A produção executiva da exposição Taiê é de Alejandro Zambrana e Aline de Aragão. A curadoria expografia e assessoria de imprensa feitas por Ana Lira, do Trotamundos Coletivo (www.trotamundoscoletivo.com) e do blog (http://setefotografia.wordpress.com). A montagem é do SESC em parceria com o Trotamundos Coletivo. O projeto gráfico de divulgação é da Artefato Design. Impressões da Click Photo Fine Art e molduras da Fast Frame.

Sobre as Taieiras de Laranjeiras

As Taieiras é um grupo composto predominantemente de mulheres, lideradas pelas representantes da Irmandade de Santa Bárbara Virgem. Elas são responsáveis pela organização completa das atividades que culminam com a homenagem a Nossa Senhora do Rosário e São Benedito, os santos negros do Brasil. O principal cortejo das Taieiras de Laranjeiras ocorre no final de semana em torno do dia 6 janeiro, quando é celebrada a Festa de Reis.

Pelas ruas de Laranjeiras elas saem dançando e entoam cantos que trazem louvores, falam do cotidiano político e social da cidade durante a escravidão e contam histórias de pessoas importantes que passaram pelo grupo. Uma delas é Umbelina Araújo, que incorporou ao cerimonial das Taieiras de Laranjeiras preceitos da tradição nagô e foi responsável por transformações significativas tanto no cortejo quanto na relação dele com a cidade, nos mais mais de 50 anos em que esteve à frente da Irmandade, até falecer em meados da década de 1970. Seu legado é respeitado e conduzido hoje por Bárbara Cristina dos Santos, Lôxa da Irmandade e Guia das Taieiras.

As Taieiras agregam pessoas ao longo da caminhada até a Igreja de São Benedito, onde todos assistem à missa. Após a cerimônia, elas realizam homenagem aos santos negros, cujo ápice é a coroação da Rainha das Taieiras. O Padre retira a coroa de Nossa Senhora, pousa na cabeça da Rainha e as Taieiras fazem o ritual de louvação. Encerrado o louvor, elas saem cantando sem dar as costas para o altar e seguem pela cidade a visitar as casas onde são convidadas para fazer apresentações. A homenagem delas termina ao final da tarde, quando após uma pausa para descanso, elas se unem à grande procissão que sai da Igreja de São Benedito.


Sobre o Fotógrafo

Alejandro Zambrana é fotógrafo profissional desde 2007 e trabalha atualmente na Prefeitura Municipal de Aracaju. Formado em Rádio e TV pela Universidade de Pernambuco, ele vem realizando trabalhos como freelancer para as revistas ContinenteCarta Capital, Veja, Raiz e para instituições como o Instituto Ayrton Senna. Também trabalhou em várias assessorias de imprensa de Sergipe e foi estagiário do Diário de Pernambuco.

O seu trabalho autoral, contudo, é conhecido pela seriedade com ele se debruça na discussão de temas relacionados à religiosidade e à cultura popular, em especial no estado de Sergipe. Zambrana vem acompanhando os festejos de Lambe Sujos Caboclinhos, que encenam a ocupação das terras indígenas do Vale do Cotinguiba por povos de etnias negras, e o cerimonial das Taieiras. Documenta também o circuito das romarias do Juazeiro do Norte.

Estes projetos foram expostos nas cidades do Rio de Janeiro, Recife, Juiz de Fora, Santa Maria e Aracaju e ele participou de diversas mostras coletivas, como a Olhavê-Perspectiva, realizada em setembro de 2011, no Paraty em Foco. Neste mesmo ano, no primeiro semestre, realizou uma primeira exposição on line do trabalho Lambe Sujo e Caboclinhos, hospedada pelo blog 28mm, do fotógrafo Henrique Manreza.

Entre os trabalhos que se debruçam sobre outras temáticas, o fotógrafo voltou seu olhar para os vestígios da extinta Casa de Detenção de Sergipe, que foi desativada em 2007. Além disso, em parceria com o Trotamundos Coletivo fotografou os bastidores do lançamento do primeiro disco da cantora Patricia Polayne, O Circo Singular, que se transformou em um audiovisual homônimo; e o projeto Mercado 24h, que documentou durante um dia inteiro a rotina de dez personagens simbólicos para a trajetória do Mercado Municipal de Aracaju.

Alejandro Zambrana é um dos finalistas do concurso Cores do Brasil, promovido pela Maratona Fotográfica de Curitiba, que terá exposição na Galeria Portfolio ainda neste primeiro semestre de 2012, sob coordenação do fotógrafo Walter Firmo. O fotógrafo também foi menção honrosa na categoria cor no 8º Concurso Leica Fotografe (2011), no 31º Concurso Fotográfico da Cidade de Santa Maria (2011) e finalista dos concursos Prix Photo Web 2011, Leica-Consigo Fotografe (2007) e Leica-Agfa Fotografe (2005 e 2004).

Foi finalista, ainda, do 8º Salão Nacional de Fotografia “Pérsio Galembeck” e do I Salão de Fotografia de Aracaju. Tem trabalhos publicados no site Perspectiva, dos editores Alexandre Belém e Geórgia Quintas, na coletânea Linguagens 2008, lançada em Recife com curadoria de Juarez Cavalcanti, além de portfólios destacados nas revistas Continente e Aracaju Magazine.

Serviço:
Exposição Taiê
Alejandro Zambrana
Local: Galeria de Arte do SESC – Rua Dom José Thomaz, 235, São José – Aracaju – SE.
Abertura: 27 de abril de 2012
Visitação: 30 de abril a 31 de maio de 2012, das 10h às 19h

Contatos:
Alejandro Zambrana
Fone: (79) 9964-1890

Trotamundos Coletivo
Fone: (79) 8836-1436 (Ana Lira)





==



Poe-mails ou poemeio




Este livro nasceu da mesma forma que os poemas que lhe dão corpo & alma: do acaso do olhar encontrar e tentar registrar o belo com essa máquina de fotografar sentimento que é a linguagem. Utilizei como processo de escrita não ter um processo de escrita. O norte maior foi sempre o sentir dessa relação com a provocante Beleza, onde quer que Ela se manifestasse: numa palavra ou comentário, numa pintura ou foto, numa música, no silêncio ou até mesmo no vazio pós tudo. Foi escrito entre os anos de 2007 e 2010, utilizando como suporte o meio ambiente digital.


LEIA MAIS AQUI]



[AQUI, entrevista concedida ao jornalista Rian Santos em seu blog Spleen e Charutos,sobre o livro 'poe-mails']



O livro está registrado sob licença Creative Commons 3.0. Significa que ele pode ser copiado e distribuído desde que sem finalidade comercial. Além disso pode ser modificado e redistribuído.

Saiba mais em http://creativecommons.org/licenses/by-nc-sa/3.0/br/legalcode

Nenhum comentário:

Postar um comentário