16 de julho de 2012

Arte e Cultura em Aracaju, de 16 a 22 de julho de 2012


poesia


de Allan Jones




Quando da construção do mundo


E antes não tinha nada.
E deus disse; “E faça luz”
E fez-se luz
E fez-se Terra
E fez-se Mar
E fez-se Rios
Fez-se Cinema, Cabaré
E Fez-se Bar
Fez-se Teatro
Fez-se Praça
Fez-se Moita
Fez-se um monte de lugar
Por último, Facebook
E o povo mudou pra lá.



-


fonte: http://enfrentoeverso.blogspot.com.br/



==



Todas as segundas das 21 às 22h00, na Aperipê FM 104,9


A Cena Sergipana tem seu espaço na 104,9. Os ritmos e estilos de Sergipe estão na 

programação do REDE LOCAL. Histórias das canções, notícias dos bastidores, entrevistas, 

agenda, conexões culturais e muita música.


Apresentação: André Teixeira 


Produção: Alex Sant'Anna


==




Novidade na Lojinha dos Discos



Confira texto de Márcio André Andrade na LOJINHA

este e outros discos à venda na 




==



programação completa...



Segunda, 16


Rua da Cultura 







Mais informações: 3042-3878


Outras informações

Acesse
 http://www.casaruadacultura.com/


==


Terça, 17





Roda de Leitura debate Ronaldson Sousa






Na próxima terça-feira m 17, a partir das 9h, acontece mais uma edição da Roda de Leitura,  uma realização da Secretaria de Cultura (Secult) em parceria com o Comitê Sergipano do Proler, que busca estimular o gosto pela literatura através da leitura mediada.

Na edição desta semana, a Roda discutirá duas obras do poeta Ronaldson Sousa; terá como convidado o jornalista e poeta Jozailto Lima, mediação de Rosineide Santana e coordenação de Giselda Moraes. As obras debatidas serão ‘Litorâneos’ e ‘Questão de Íris’. 

Para a diretora da Biblioteca Pública e coordenadora do Comitê Sergipano do Proler, Sônia Carvalho, esta é mais uma oportunidade dos amantes da literatura conhecer mais um autor sergipano. “Ronaldson tem um belo trabalho e sem dúvida debater suas obras será mais uma etapa importante da Roda de Leitura”, destaca. 

Os interessados em participar das Rodas não precisam efetuar inscrição prévia. Basta ir até o auditório da Biblioteca às 9hs e participar. A entrada é gratuita.




==








Depois da passagem por Aracaju e do show do dia 07 os Tuna continuaram queimando gasolina por boas razões e subiram o nordeste tocando. Agora, voltando no caminho para casa, confabularam com os Renegados do punk uma sessão especial de confraternização. Terça a noite, no Om shanti, vamos juntos exibir 2 curtas seguidos de um bate papo. Além disso vamos ter sopinha e som acústico do Tuna (SP) com participação da Renegades e o repertório incrível de João Mário/Marujão!

Terça, 17/07
19h00
Om shanti (R. Santa Luzia, 439, Centro)

Exibição dos curtas "Uma vida interligada" (12min) & "Come e Cala" (02min)" seguido por um bate papo sobre a condição dos animais não-humanos em nossa sociedade e nossa relação direta com tudo isso. O veganismo como proposta de uma prática eticamente crítica e suas implicações tanto morais, quanto ecológicas e para a saúde.

+ Sessão Acústica com

TUNA (SP)
The Renegades of Punk
& João Mário

R$ 5 - você paga, participa de tudo e ainda janta uma sopinha com um souvenir pra guardar ;)





==



Cine SESC apresenta:




Filme: UMA MULHER SOB INFLUÊNCIA (146’ / 1974)

Convidado: Jadson Teles - Membro do Grupo de Estudos KINOSOFIA que desenvolve pesquisas em cinema e filosofia e do grupo de pesquisa em BIOPOLITICA | UFG e Mestrando em filosofia | UNB
Tema:
 Uma mulher sob influência: A filosofia da existência em John Cassavetes
Local: Auditório do SESC Centro
Horário: 19h

18/07 (quarta)

CineSESC meio-dia: Uma mulher sob influência (146’ / 1974)

Título original: A woman under the influence
País de origem: EUA
Ano: 1974
Duração: 146 min
Diretor: John Cassavetes
Classificação: 12 anos
Elenco: Peter Falk – Gena Rowlands – Fred Draper – Lady Rowlands – Katherine Cassavetes – Matthew Laborteaux – Matthew Cassel

SINOPSE

Sobrecarregado de trabalho num estaleiro, Nickk Longhetti (Peter Falk) tenta conviver com o desequilíbrio emocional de sua esposa Mabel (Gena Rowlands), uma dona-de-casa depressiva. Quando os filhos começam a ser atingidos pelo trauma da mãe, Nick se vê obrigado a hospitalizá-la e assumir o controle da casa.


*******

Confira a programação das próximas semanas



==




A Secretaria do Estado da Cultura tem o prazer de convidar a cadeia produtiva da música a participar da terceira reunião sobre o processo de construção do Plano Estadual de Cultura, dia 17 (amanhã) às 18h, na Biblioteca Pública Epifânio Dória.

O Plano Estadual de Cultura de Sergipe é um documento construído democraticamente pelo Poder Público e Sociedade Civil e representa a institucionalização das políticas públicas de Cultura que vêm sendo implementadas no Estado nos últimos anos e a participação da sociedade na formulação de ações e políticas. Sobretudo, o Plano representa uma mudança de concepção. As políticas ultrapassam uma condição de Política de Governo para tornarem-se Políticas de Estado.

A participação dos setores que movimentam a cultura - música, dança, teatro, circo, folclore, etc. - é fundamental, uma vez que a partir da vivência, do conhecimento das dificuldades e possibilidades de cada setor será possível construir um plano consistente, democrático e alinhado com a realidade.

Participe desta construção!
planodeculturase.blogspot.com.br/

Núcleo de Articulação Institucional - NAI
Secretaria do Estado da Cultura
(79) 3179-1922





==


Quarta, 18




CONVITE
CINE GREVE UNIFICADO



DATA: 18/7 (QUARTA) HORA: 15h
LOCAL: AUDITÓRIO DA ADUFS




==






Conversando Fotografia recebe Lucio Telles

A décima oitava edição do projeto Conversando Fotografia recebe o fotógrafo sergipano Lucio Telles. O debate será realizado na quarta-feira, dia 18 de julho de 2012, no SESC Centro, às 19h. Para esta edição, Telles foi convidado para falar sobre trajetória que vem desenvolvendo na área de fotografia, desde 1997, quando foi influenciado pelo avô, José Eugênio de Jesus, fundador da Associação Sergipana de Imprensa (ASI), a entrar na carreira de fotógrafo.



Sobre o Conversando Fotografia 

O Conversando Fotografia é um projeto produzido e realizado pelo Trotamundos Coletivo com apoio do Sesc, Quanta Música, Hotel Parque das Águas, e do restaurante Dona Divina. É um evento que pretende agregar, ao lado dos profissionais da área, estudantes, pesquisadores, produtores, educadores, instituições de fomento, curadores, editores, colecionadores, organizações ligadas à área de preservação, bem como interessados em outras áreas com a qual a fotografia se relacione direta ou indiretamente, como música, literatura, história, dança, museologia, entre outras.



Contatos - Trotamundos Coletivo
www.trotamundoscoletivo.com
www.twitter.com/trotamundosbr 
www.facebook.com/trotamundoscoletivo 



Outras informações http://trotamundoscoletivo.wordpress.com/2012/07/10/lucio-teles-em-imagens/





==


Conheça o melhor do Jazz sergipano, brasileiro e mundial no programa de jazz da mais alta octanagem!, o
Imperdível!

Acompanhem o programa ao vivo pela Internet em:
http://aperipe.swapi.uni5.net/


Acessem também o Blog do CJ em


Clube do Jazz, Aperipê FM, 104,9, 4ª 20h
Grande abraço e até a noite,
Ernesto Seidl




==




QUATETO CLUBE do JAZZ em temporada no


ONE LOUNGE SUSHI

O jazz começa às 21 e vai até a meia noite


"Depois de 2 anos de "Quartas de Jazz", um ciclo se fechou e estamos iniciando, também às quartas e no mesmo horário (21h às 00h), uma temporada no One Lounge Sushi Restaurante. Primeiro mês em caráter experimental, mas já estão convidados!" Rafael Jr.






QUARTETO CLUBE do JAZZ é formado por 


Alejandro Habib (Sax)


Saulo Ferreira (Guitarra)


Robson Souza (Baixo)


e Rafael Jr. (Bateria)




Couvert R$ 7


Endereço:
Av Mário Jorge Menezes Vieira, 667
Fone (79) 3255-4228




==


Quinta, 19




Concerto internacional da série Cajueiros V da ORSSE traz maestro polonês

Dando continuidade às celebrações do mês da sergipanidade, nesta próxima quinta-feira, 19, às 20h30, a Orquestra Sinfônica de Sergipe (ORSSE) seguirá com sua grande temporada de concertos no Teatro Tobias Barreto com o quinto concerto da série “Cajueiros”. O evento, de nível internacional, trará o renomado maestro polonês Piotr Borkowski. Os ingressos, a preços populares, já estão disponíveis na bilheteria do TTB.

Guilherme Mannis, maestro da ORSSE, destaca as participações de ilustres convidados na temporada para o critério de consolidação sonora da orquestra em Sergipe. “À medida que recebemos esses artistas com tantas novidades e interpretações diversas, percebemos de fato como o nível da ORSSE se
superou nestes seis anos e acompanha o virtuosismo exigido por estes profissionais tão experientes”, declara.

Sobre o programa

Elgar dedicou suas Variações Enigma  “aos meus amigos aqui retratados”, adicionando a palavra ‘enigma’ à primeira página do manuscrito algum tempo após a composição. De fato, as Variações Enigma
de Elgar são o maior e mais bonito tributo à amizade que existe em toda a música. A fonte da obra se encontra mesmo na melodia inicial que segue o ritmo do nome do homem que quis imortalizar aqueles amigos que acreditaram nele e em seu extraordinário gênio.

A orquestra executara ainda a abertura da ópera As Bodas de Fígaro, de Wolfgang Amadeus Mozart, e a Sinfonia do Adeus, de Joseph Haydn. Haydn trabalhou quase toda a sua vida para o príncipe Esterházy. Este príncipe tinha diversos  palácios e gostava de passar longas temporadas em cada um deles. Conta-se que, numa dessas temporadas longe de Viena, os músicos começaram a sentir saudades das suas
famílias e pediram a Haydn para dizer ao príncipe que queriam regressar a casa. Haydn escreveu, então, a "Sinfonia do Adeus", uma maneira muito original de fazer o príncipe entender o pedido dos músicos. Ao término de seu último movimento, os músicos saem, um a um, do palco.

Sobre  o regente:



Nascido em Varsóvia,  Piotr Borkwski  se formou na Academia de Música
Chopin, na mesma cidade Teve como principais mentores Bogusława
Madeya, Hans Graf, em Viena, Myung-Whun Chung e Ilija Musin na
Accademia Musicale Chigiana em Siena. Conduziu muitas orquestras e
grupos de câmara da Polônia, França, Alemanha, Itália, Suécia, América
do Norte, Coréia do Sul e da Ucrânia e fez várias turnês na França e
Coreia do Sul com diversas orquestras. De 2001 até 2011, foi professor
de regência e diretor da orquestra da Universidade de Suwon, na Coréia
do Sul. Nos anos 2008-2011, tornou-se o maestro principal da Orquestra
Festival Gyeonggi na Coréia do Sul. Em 2010 foi nomeado Diretor
Artístico e Maestro Principal da recém-estabelecida orquestra
Filarmônica de Gorzow, na Polônia.


SERVIÇO

O que? Orquestra Sinfônica de Sergipe – Série Cajueiros V
Quando? Quinta-feira, 19 de julho, às 20h30
Onde? Teatro Tobias Barreto
Valor: R$ 20 (inteira); R$ 10 (meia)


==







Todas as Quintas o cantor Dan Young se apresenta no Salato E Caramelle junto com Olivier no contrabaixo a partir das 20h30 ! Momento de baladas  eternas, sucessos de Elvis Presley, Johnny Rivers, Trini Lopez entre outros!! Vale a pena conferir !!
Couvert artistico - R$ 3,50

DAN YOUNG, cantor francês especializado em baladas, blues e clássicos da canção Norte Americana, no esquema de voz e violão.
Se você tem saudades das musicas de Elvis Presley em inicio de carreira,  musicas dos seus filmes, baladas de Johnny Rivers, canções de Trini Lopez, os famoso classicos da canção norte Americana venha curtir conosco músicas como CALL ME, STRANGERS IN THE NIGHT, ROUTE 66, SMILE, EVERYBODY LOVES SOMEBODY, RAINY NIGHT IN GEORGIA, YOU DON'T KNOW ME, LOVING YOU, WELCOME TO MY WORLD, ALWAYS ON MY MIND entre outras.

Conheça um pouco mais sobre o artista DAN YOUNG

SITE
http://dan-young-br.yolasite.com/

FACEBOOK
https://www.facebook.com/groups/danyoung.thepards/doc/126901660737811/

YOUTUBE

ROUTE 66 - http://youtu.be/uPmY04Jchq4
GOOD ROCKING TONIGHT - http://youtu.be/c8RA_YwU6Bc
STEAMROLLER BLUES - http://youtu.be/BDzJzdofr_8
SAN ANTONIO ROSE - http://youtu.be/xkFNdUZ8_bA
 


==




O Chileno Gonzalo de Santiago toca e canta Bossa Nova e muito mais a partir das 21h00 no Restaurante do Armazem Bacco.

Couvert artistico - R$ 5

Rua Celso Oliva, 77 - Praia 13 de Julho
Aracaju - Sergipe - Brasil
(79)3246-4585




==


Sexta, 20








Dia 20 de julho tem mais um especial Beatles no Capitão Cook. Com um repertório de aproximadamente 3 horas, abordando todas as fases do quarteto de Liverpool!


==


Clássicos ao piano com Manuel Vieira Jr.



O pianista Manoel Vieira Jr. toca classicos em seu teclado a partir das 21hs no Restaurante 


Armazem Bacco. 



Couvert artistico - R$ 5


==




O Teatro Tobias Barreto recebe a peça O ANJO SAFADO








==


Sábado 21






Capela do Museu de Arte Sacra - São Cristóvão / SE
21/07/2012, sábado às 15h - Entrada franca

A série Patrimônio em Concerto é patrocinada pela SERGAS com o apoio da Secretaria de Estado da Casa Civil através da SUBPAC - Subsecretaria do Estado do Patrimônio Histórico e Cultural.




==




texto de Márcio de Dona Litinha



Fragmentos


Alex Sannt’Anna confirma, em seu novo trabalho, Fragmentos, que é um artista do Tempo.
O tempo é tema recorrente em sua obra. Nas suas composições, vê-se o homem mergulhado e afogado pelo tempo. Os segundos passam e desnorteiam. A cada canção percebemos isso. Na primeira, o lixo existencial se acumula em nossas casas, em nossas vidas. “A gente guarda tanto lixo em casa/ A gente guarda e amontoa raiva”. É sobre isso que ele nos leva a pensar em Tralha – parceria com o compositor sergipano/baiano/paulista, Marcos Vilane. Nela a sentença fatal: “Não há espaço pra mais nada”. E continua em Verniz (com sua nova e eterna parceira Diane Velôso). “Tudo é questão de tempo.”
Na percepção de Alex, é isso. Tudo é questão realmente de tempo. Por exemplo, em outro momento, no seu trabalho anterior, ele já havia dito: “Cada segundo eu me desfaço/ Cada segundo eu me contorço/ Cada segundo eu perco o passo/ Solto o laço e vou embora.” Para terminar a viagem pelo tempo de Sant’Anna, duas constatações. Na primeira, em O que não é felicidade, vê-se o poeta que tenta olhar para si e para a passagem do seu próprio tempo (“E esse sorriso que trago grudado no rosto/ não é felicidade é o avesso do proposto”). Na segunda, percebe-se o artista que olha para trás e resgata – fechando um ciclo seu – uma canção do amigo e colaborador Pablo Ruas.
Mas, além da temática do tempo, Alex é um homem do seu tempo: o homem presente, a vida presente. E isso se releva nos arranjos deste Fragmentos que avançam e recuam, unindo as pontas do seu trabalho. Os timbres são de hoje. Guitarras bem colocadas, pianos introspectivos e a sanfona tão em voga nas sonoridades contemporâneas européias. Tudo econômico, limpo e engajado ao que se faz no mundo. Tralhas, por exemplo, nos remetem à cantora Camille do Cult Nouvelle Vague. Já em Verniz o cavaquinho de Tom Zé dialoga com as guitarras do Urge Overkill, criando algo novo e inusitado. Citações sutis a Arcade Fire, Regina Spektor, Amadou e Mariam confirmam Alex como um artista preocupado com o tempo. Principalmente, a música do seu tempo.





==



O argentino Alejandro Habib toca classicos em seu sax a partir das 21h00 no Restaurante do Armazem Bacco. 

Couvert artistico - R$ 5


==



AGENDA
do
CHORO


Indicamos onde você pode encontrar chorinho ao vivo ou ao rádio, em Aracaju. Quem souber de alterações ou de novos lugares, grupos ou programas, por favor me informe. A intenção é fomentar público para esse gênero musical que quanto mais ouço mais aprecio.

André Teixeira


Renovação do Choro
Bar Chorinho do Inácio


sábados e domingos, 16 às 21h00

ONDE: Rua Canadá, 343 - B. Novo Paraíso (é uma transversal da Rua Rio Grande do Sul, próximo à COHIDRO).


Contato: Inácio 79 9136-1803

Couvert R$ 4,00


=


Regional Recanto do Chorinho




Bar Recanto do Chorinho


Chorinho aos sábados e domingos



Sábado -- 15 às 18h


Domingos -- das 17 às 20h00 (PONTUALMENTE) Das 20h30 até 00h00 tem o som da Lenny Hall - música romântica)


Além da boa música, a casa serve bebidas, refeições e petiscos para todos os gostos. Fica localizado no Parque da Cidade. Veja algumas fotos do Parque.


Convert R$ 10,00



==




APERIPÊ AM




CHORINHO NAS RÁDIOS




Apresentado por Sérgio Thadeu, o programa, criado por seu pai em setembro de 1985, é uma verdadeira celebração ao Choro, buscando sempre apresentar novidades ou resgatar clássicos do fundo do baú. Um verdadeiro banquete pra quem gosta do ótimo Choro! Vai ao ar todos os domingos das 7 às 9h00




Contato: Sérgio Tadeu




domingonoclube@gmail.com


=


APERIPÊ FM - Programa Choros e Canções,




Apresentado por Ricardo Gama, o programa choros e canções vai ao ar na Aperipê FM sempre às 18h, de segunda à sexta.





Contato: chorosecancoes@aperipe.se.gov.br




==


Domingo, 22


==


Próximas atividades culturais... 






A galeria do Sesc Centro abriga no próximo dia 27 de julho a vernissage da exposição Êxodo, uma ousadia da artista visual Gabi Etinger e do fotógrafo Victor Balde, que adivinharam no deslocamento geográfico uma oportunidade de ampliar horizontes, descobrir significados e exercitar o olhar usualmente condicionado pelo universo urbano das grandes cidades.

A interferência da xilogravura sobre a fotografia revela e duplica, aqui, a intenção manifesta de buscar nos menores municípios sergipanos (Riachuelo, General Maynard, Pedrinhas, Carmópolis e Amparo do São Francisco) a magnitude insuspeita pela timidez pontilhada no mapa.

Nas palavras de Silvane Azevedo, responsável pela curadoria da mostra, Êxodo pode ser resumida como um esforço de investigação estética e sociológica.

“Êxodo não somente na linguagem, mas também na proposta, emigrar o olhar para cidades do interior sergipano, sair do urbano para o rural. Debruçar-se com lupas sobre cenários, até então não ampliados. Estes, escolhidos e selecionados pelos artistas em questão, talvez por sua dimensão territorial, supostamente as menores, reveladas e representadas por outro ângulo”.

A artista visual Gabi Etinger explica que vislumbrou na hibridação entre fotografia e xilogravura um novo desafio. “A minha paixão pela xilogravura, o impacto do contraste maravilhoso entre preto e branco, não me permitem restringir o seu campo de atuação. As possibilidades abertas pelas experiências da arte contemporânea sempre me pareceram muito adequadas à exploração da xilo enquanto linguagem artística, passível, portanto, de um diálogo com todas as formas de olhar que permeiam os nossos dias”.

O fotógrafo Victor Balde, por sua vez, acolheu o convite para tomar parte no projeto como uma oportunidade de reencontrar as motivações que lhe aproximaram das lentes.

“Desde a minha primeira experiência, quando visitei um acampamento do MST em Malhador, a fotografia surgiu com duas características muito fortes: a proximidade com as pessoas e a exploração de lugares novos. Não fosse a fotografia, eu nunca teria sentado numa roda de amigos do movimento Sem Terra pra jogar conversa fora. Aprendi a ouvir mais, me encantei com histórias de vida. Êxodo me deu a chance de pegar a estrada, novamente”.

http://projetoexodo.com/




==





Poe-mails ou poemeio




Este livro nasceu da mesma forma que os poemas que lhe dão corpo e alma: do acaso do olhar encontrar e tentar registrar o belo com essa máquina de fotografar sentimento que é a linguagem. Utilizei como processo de escrita não ter um processo de escrita. O norte maior foi sempre o sentir dessa relação com a provocante Beleza, onde quer que Ela  se manifestasse: numa palavra ou comentário, numa pintura ou foto, numa  música, no silêncio ou até mesmo no vazio pós tudo. Foi escrito entre os anos de 2007 e 2010, utilizando como suporte o meio ambiente digital.


LEIA MAIS AQUI]



[AQUI, entrevista concedida ao jornalista Rian Santos em seu blog Spleen e Charutos,sobre o livro 'poe-mails'



O livro está registrado sob licença Creative Commons 3.0. Significa que ele pode ser copiado e distribuído desde que sem finalidade comercial. Além disso pode ser modificado e redistribuído.

Saiba mais em http://creativecommons.org/licenses/by-nc-sa/3.0/br/legalcode

Nenhum comentário:

Postar um comentário