20 de agosto de 2012

Arte e Cultura em Aracaju, de 20 a 27 de agosto de 2012

poesia



Fernando Pessoa na pessoa de Álvaro de Campos


Poema em Linha Reta

Nunca conheci quem tivesse levado porrada. 
Todos os meus conhecidos têm sido campeões em tudo. 
E eu, tantas vezes reles, tantas vezes porco, tantas vezes vil, 
Eu tantas vezes irrespondivelmente parasita, 
Indesculpavelmente sujo. 
Eu, que tantas vezes não tenho tido paciência para tomar banho, 
Eu, que tantas vezes tenho sido ridículo, absurdo, 
Que tenho enrolado os pés publicamente nos tapetes das etiquetas, 
Que tenho sido grotesco, mesquinho, submisso e arrogante, 
Que tenho sofrido enxovalhos e calado, 
Que quando não tenho calado, tenho sido mais ridículo ainda; 
Eu, que tenho sido cômico às criadas de hotel, 
Eu, que tenho sentido o piscar de olhos dos moços de fretes, 
Eu, que tenho feito vergonhas financeiras, pedido emprestado sem pagar, 
Eu, que, quando a hora do soco surgiu, me tenho agachado 
Para fora da possibilidade do soco; 
Eu, que tenho sofrido a angústia das pequenas coisas ridículas, 
Eu verifico que não tenho par nisto tudo neste mundo. 

Toda a gente que eu conheço e que fala comigo 
Nunca teve um ato ridículo, nunca sofreu enxovalho, 
Nunca foi senão príncipe - todos eles príncipes - na vida...

Quem me dera ouvir de alguém a voz humana 
Que confessasse não um pecado, mas uma infâmia; 
Que contasse, não uma violência, mas uma cobardia! 
Não, são todos o Ideal, se os oiço e me falam. 
Quem há neste largo mundo que me confesse que uma vez foi vil? 
Ó principes, meus irmãos, 

Arre, estou farto de semideuses! 
Onde é que há gente no mundo? 

Então sou só eu que é vil e errôneo nesta terra? 

Poderão as mulheres não os terem amado, 
Podem ter sido traídos - mas ridículos nunca! 
E eu, que tenho sido ridículo sem ter sido traído, 
Como posso eu falar com os meus superiores sem titubear? 
Eu, que venho sido vil, literalmente vil, 
Vil no sentido mesquinho e infame da vileza. 


--



==


ATENÇÃO!

você  tem até dia 1º de setembro para inscrever seu vídeo...



saiba mais em


==





==


programação completa...


Segunda, 20







==


Terça, 21


Continuam até 22 de agosto as atividades do 




14 a 30 de agosto
10h às 17h - Exposição fotográfica: “Grupos e Mestres das Culturas Populares de Sergipe”
Local: Centro de Criatividade


20 de agosto

14h - Oficinas de Xilogravura / Reciclagem / Ervas medicinais
Local: Centro de Criatividade

21 de agosto
8h30 e 14h - Ponto de Encontro do PROLER e o II Encontro de Cordel Sergipano de Literatura de Cordel: Roda de Leitura do Proler
Local: Biblioteca Pública Epifânio Dória (Aracaju)

22 de agosto
10h – Manifestação Cultural
Local: Museu Histórico de Sergipe (São Cristóvão)

11h - Mesa Redonda “Contando Causos” com Aglaé Fontes, Zé Rolinha (Viagens do Mestre Zé Rolinha) e Thiago Fragata (Anedotário de São Cristóvão)
Local: Museu Histórico de Sergipe



15h - Abertura da exposição 'CANGAÇO: por dentro do emborná e na ponta do punhá' 
Local: Museu Histórico de Sergipe






==


Convite - Roda de Leitura - Cordel






==



Quarta, 22


Conheça o melhor do Jazz sergipano, brasileiro e mundial no programa de jazz da mais alta octanagem!, o

Imperdível!

Acompanhem o programa ao vivo pela Internet em:
http://aperipe.swapi.uni5.net/


Acessem também o Blog do CJ em
wordpress.com/

Clube do Jazz, Aperipê FM, 104,9, 4ª 20h
Grande abraço e até a noite,
Ernesto Seidl



==


QUATETO CLUBE do JAZZ em temporada no

ONE LOUNGE SUSHI

O jazz começa às 21 e vai até a meia noite

"Depois de 2 anos de "Quartas de Jazz", um ciclo se fechou e estamos iniciando, também às quartas e no mesmo horário (21h às 00h), uma temporada no One Lounge Sushi Restaurante. Primeiro mês em caráter experimental, mas já estão convidados!" Rafael Jr.




QUARTETO CLUBE do JAZZ é formado por 

Alejandro Habib (Sax)

Saulo Ferreira (Guitarra)

Robson Souza (Baixo)

e Rafael Jr. (Bateria)


Couvert R$ 7

Endereço:
Av Mário Jorge Menezes Vieira, 667
Fone (79) 3255-4228


==


Quinta, 23



TEMPORADA 2012 DA ORSSE


Mangabeiras IV

Francesco La Vecchia, regente convidado

Vincenzo BELLINI
Abertura da ópera Norma

Richard WAGNER
O Idílio de Siegfried

Ludwig van BEETHOVEN
Sinfonia nº3, op. 55, em mi bemol maior, EroicaMangabeiras IV

Teatro Tobias Barreto - 20h30
Homenagem ao ano da Itália no Brasil  
Ingressos R$20 e R$10



==


Todas as quintas-feiras de agosto tem blues com a 

MÁQUINA BLUES!!!



==





Todas as Quintas o cantor Dan Young se apresenta no Salato E Caramelle junto com Olivier no contrabaixo a partir das 20h30 ! Momento de baladas  eternas, sucessos de Elvis Presley, Johnny Rivers, Trini Lopez entre outros!! Vale a pena conferir !!
Couvert artistico - R$ 3,50

DAN YOUNG, cantor francês especializado em baladas, blues e clássicos da canção Norte Americana, no esquema de voz e violão.
Se você tem saudades das musicas de Elvis Presley em inicio de carreira,  musicas dos seus filmes, baladas de Johnny Rivers, canções de Trini Lopez, os famoso classicos da canção norte Americana venha curtir conosco músicas como CALL ME, STRANGERS IN THE NIGHT, ROUTE 66, SMILE, EVERYBODY LOVES SOMEBODY, RAINY NIGHT IN GEORGIA, YOU DON'T KNOW ME, LOVING YOU, WELCOME TO MY WORLD, ALWAYS ON MY MIND entre outras.

Conheça um pouco mais sobre o artista DAN YOUNG

SITE http://
dan-young-br.yolasite.com/


==




O Chileno Gonzalo de Santiago toca e canta Bossa Nova e muito mais a partir das 21h00 no Restaurante do Armazem Bacco.

Couvert artistico - R$ 5

Rua Celso Oliva, 77 - Praia 13 de Julho
Aracaju - Sergipe - Brasil
(79)3246-4585


==


CHIKO QUEIRO e ANTÔNIO ROGÉRIO apresentam

Tributo a MPB


Data: 23/08/2012 
Local: Seresta Raimundo Baiano, Parque dos Cajueiros - Aracaju 
às 20h00
Ingressos: R$ 10,00 
Informações: 9948-9421 e 8827-0683



==


Sexta, 24





==



Clássicos ao piano com Manuel Vieira Jr.



O pianista Manoel Vieira Jr. toca classicos em seu teclado a partir das 21hs no Restaurante 

Armazem Bacco. 



Couvert artistico - R$ 5


==


Sábado 25

O argentino Alejandro Habib toca classicos em seu sax a partir das 21h00 no Restaurante do Armazem Bacco. 

Couvert artistico - R$ 5


==


AGENDA
do
CHORO


Indicamos onde você pode encontrar chorinho ao vivo ou ao rádio, em Aracaju. Quem souber de alterações ou de novos lugares, grupos ou programas, por favor me informe. A intenção é fomentar público para esse gênero musical que quanto mais ouço mais aprecio.

André Teixeira


Renovação do Choro
Bar Chorinho do Inácio


sábados e domingos, 16 às 21h00

ONDE: Rua Canadá, 343 - B. Novo Paraíso (é uma transversal da Rua Rio Grande do Sul, próximo à COHIDRO).


Contato: Inácio 79 9136-1803

Couvert R$ 4,00


=


Regional Recanto do Chorinho




Bar Recanto do Chorinho


Chorinho aos sábados e domingos



Sábado -- 15 às 18h

Domingos -- das 17 às 20h00 (PONTUALMENTE) Das 20h30 até 00h00 tem o som da Lenny Hall - música romântica)


Além da boa música, a casa serve bebidas, refeições e petiscos para todos os gostos. Fica localizado no Parque da Cidade. Veja algumas fotos do Parque.


Convert R$ 10,00


==




APERIPÊ AM




CHORINHO NAS RÁDIOS




Apresentado por Sérgio Thadeu, o programa, criado por seu pai em setembro de 1985, é uma verdadeira celebração ao Choro, buscando sempre apresentar novidades ou resgatar clássicos do fundo do baú. Um verdadeiro banquete pra quem gosta do ótimo Choro! Vai ao ar todos os domingos das 7 às 9h00




Contato: Sérgio Tadeu




domingonoclube@gmail.com


=


APERIPÊ FM - Programa Choros e Canções,




Apresentado por Ricardo Gama, o programa choros e canções vai ao ar na Aperipê FM sempre às 18h, de segunda à sexta.





Contato: chorosecancoes@aperipe.se.gov.br

==



==




==


Domingo, 26




==



CINEMA FRANCÊS



A NOUVELLE VAGUE EM DOIS DOCUMENTÁRIOS E NUM LIVRO

  Neste ano de 2012 o SESC fará algumas atividades em várias cidades brasileiras sobre a Nouvelle Vague intitulada: “Mostra 1959, o ano mágico do cinema francês”. Em Aracaju haverá uma mostra com alguns dos principais filmes da Nouvelle Vague e um curso sobre o Existencialismo e o cinema de Godard em agosto do corrente ano. Durante o citado curso haverá a exibição de dois importantes documentários sobre a geração Nouvelle Vague: “Godard, Truffaut e a Nouvelle Vague” de Emmanuel Laurent, 2010 e “Godard: o amor e a poesia” de Luc Laguier, 2007. Duas obras obrigatórias para os in teressados em história do cinema francês. Porém, de fundamental importância para os estudiosos do cinema moderno francês e das temáticas do existencialismo sartreano. Ainda podemos destacar como marcante para os estudiosos de cinema o lançamento do livro de Michel Marie este ano no Brasil: “A Nouvelle Vague e Godard”.



http://www.sesc-se.com.br/institucional/programas/cultura/343-mostra-1959-o-ano-magico-do-cinema-frances



==


Próximas atividades culturais...


ROCK

2º Rock Socorro



REGGAE
Ato Libertário lançando seu primeiro CD!





CINEMA

de 17 a 21 de setembro 

Mostra competitiva CurtaSE12

Confira toda a programação de cursos, oficinas e seminários no site do evento




==


EXPOSIÇÕES

Exposições em cartaz até 

CONVITE



                         
Luiz Adelmo Diretor da Galeria de Arte Álvaro Santos convida a todos
para a Exposição Coletiva do “II Salão de Fotografia de Aracaju” e

PERÍODO DE VISITAÇÃO:  08 a 26 de agosto das 8:00 horas às
18:00 horas e sábado das 9 horas às 13 horas.

LOCAL: Galeria de Arte Álvaro Santos, Praça Olímpio Campos, s/n,
Centro - Aracaju/SE – Tel: 3179-1308




30 de setembro



Inaugurada dia 2 de agosto, a exposição “Bem do Brasil, Patrimônio Histórico e Artístico” segue em cartaz até dia 30 de setembro no Memorial do Judiciário, localizado na Praça Olímpio Campos, Centro de Aracaju. 

A principal intenção da exposição é levar o espectador a compartilhar, refletir e valorizar o patrimônio brasileiro em suas múltiplas expressões materiais e simbólicas, como significado histórico e, principalmente, para a vida cotidiana contemporânea.

Produzida pela equipe do Paço Imperial, Centro Cultural do IPHAN, em colaboração com o Centro Nacional de Folclore e Cultura Popular, a exposição ficará em Aracaju até o dia 30 de setembro, aberta à visitação de segunda a sexta-feira, das 8 às 14 horas. Sábados e domingos, nos períodos vespertinos e noturnos, com agendamento através do telefone (79) 3213 0219 / 0771. 

Artistas participantes

A mostra conta com desenhos, pinturas, gravuras e esculturas de importantes artistas como: Taunay, Facchinetti, Djanira, Tarsila do Amaral, Volpi, Ivan Serpa, Amilcar de Castro, Aluisio Carvão, Franz Weissmann, Guignard, Di Cavalcanti, Lasar Segall, Mestre Valentim, Arthur Bispo do Rosário, Goeldi, Samico, J.Borges, Portinari, entre outros, e peças de várias regiões do país, como violas de cocho de Mato Grosso; tambores da Crioula e azulejos históricos do Maranhão; oratórios mineiros e baianos; imagens de reis, santas e santos de igrejas de Pernambuco e do Museu de Arte Sacra de São Cristóvão (SE); esculturas das Missões Jesuítico-Guaranis no Rio Grande do Sul; ex-votos de romeiros do Ceará e Bahia; cajados de pais de santo da Bahia; cerâmicas indígenas do Espírito Santo; carrancas do Velho Chico; cabeça de Boi Tinga, do Pará; máscaras de Cavalhadas de Goiás, bonecos do Jequitinhonha e o jongo do Rio de Janeiro.

A mostra tem, ainda, dois vídeos gravados especialmente para a exposição: o primeiro com a edição reduzida de vídeos que integram os processos de registro de bens do Patrimônio Cultural Brasileiro - Departamento do Patrimônio Imaterial / Iphan cedida pelo Centro Nacional de Folclore e Cultura Popular/Museu de Folclore Edison Carneiro/IPHAN-MinC sobre o Ofício das Paneleiras de Goiabeiras (ES), Círio de Nazaré (PA), Samba de Roda do Recôncavo Baiano (BA), Modo de fazer Violas de Cocho, Ofício das Baianas de Acarajé (BA), Jongo no Sudeste, Frevo (PE), Queijo artesanal de Minas (MG) e Cachoeira de Iauretê (AM), Capoeira. O segundo vídeo faz uma simulação mostrando como o bairro da Urca, na Zona Sul do Rio de Janeiro (entorno do Pão de Açúcar), estaria hoje sem a intervenção do IPHAN, que coibiu a construção de prédios altos no bairro, salvaguardando um cartão postal da cidade do Rio de Janeiro.


24 de agosto



A galeria do Sesc Centro abriga no próximo dia 27 de julho a vernissage da exposição Êxodo, uma ousadia da artista visual Gabi Etinger e do fotógrafo Victor Balde, que adivinharam no deslocamento geográfico uma oportunidade de ampliar horizontes, descobrir significados e exercitar o olhar usualmente condicionado pelo universo urbano das grandes cidades.

A interferência da xilogravura sobre a fotografia revela e duplica, aqui, a intenção manifesta de buscar nos menores municípios sergipanos (Riachuelo, General Maynard, Pedrinhas, Carmópolis e Amparo do São Francisco) a magnitude insuspeita pela timidez pontilhada no mapa.

Nas palavras de Silvane Azevedo, responsável pela curadoria da mostra, Êxodo pode ser resumida como um esforço de investigação estética e sociológica.

“Êxodo não somente na linguagem, mas também na proposta, emigrar o olhar para cidades do interior sergipano, sair do urbano para o rural. Debruçar-se com lupas sobre cenários, até então não ampliados. Estes, escolhidos e selecionados pelos artistas em questão, talvez por sua dimensão territorial, supostamente as menores, reveladas e representadas por outro ângulo”.

A artista visual Gabi Etinger explica que vislumbrou na hibridação entre fotografia e xilogravura um novo desafio. “A minha paixão pela xilogravura, o impacto do contraste maravilhoso entre preto e branco, não me permitem restringir o seu campo de atuação. As possibilidades abertas pelas experiências da arte contemporânea sempre me pareceram muito adequadas à exploração da xilo enquanto linguagem artística, passível, portanto, de um diálogo com todas as formas de olhar que permeiam os nossos dias”.

O fotógrafo Victor Balde, por sua vez, acolheu o convite para tomar parte no projeto como uma oportunidade de reencontrar as motivações que lhe aproximaram das lentes.

“Desde a minha primeira experiência, quando visitei um acampamento do MST em Malhador, a fotografia surgiu com duas características muito fortes: a proximidade com as pessoas e a exploração de lugares novos. Não fosse a fotografia, eu nunca teria sentado numa roda de amigos do movimento Sem Terra pra jogar conversa fora. Aprendi a ouvir mais, me encantei com histórias de vida. Êxodo me deu a chance de pegar a estrada, novamente”.

http://projetoexodo.com/


==




Todas as segundas das 21 às 22h00 na Aperipê FM 104.9 


o programa
A Cena Sergipana tem seu espaço na 104.9 - Os ritmos e estilos de Sergipe estão na programação do REDE LOCAL. 

Histórias das canções, notícias dos bastidores, entrevistas, agenda, conexões culturais e muita música. 


Apresentação e produção André Teixeira 




==



Poe-mails ou poemeio


Este livro nasceu da mesma forma que os poemas que lhe dão corpo e alma: do acaso do olhar encontrar e tentar registrar o belo com essa máquina de fotografar sentimento que é a linguagem. Utilizei como processo de escrita não ter um processo de escrita. O norte maior foi sempre o sentir dessa relação com a provocante Beleza, onde quer que Ela  se manifestasse: numa palavra ou comentário, numa pintura ou foto, numa  música, no silêncio ou até mesmo no vazio pós tudo. Foi escrito entre os anos de 2007 e 2010, utilizando como suporte o meio ambiente digital.


LEIA MAIS AQUI]



[AQUI, entrevista concedida ao jornalista Rian Santos em seu blog Spleen e Charutos,sobre o livro 'poe-mails'



O livro está registrado sob licença Creative Commons 3.0. Significa que ele pode ser copiado e distribuído desde que sem finalidade comercial. Além disso pode ser modificado e redistribuído.

Saiba mais em http://creativecommons.org/licenses/by-nc-sa/3.0/br/legalcode

Nenhum comentário:

Postar um comentário