8 de março de 2013

Arte e Cultura em Aracaju, de 8 a 17 de Março de 2013

poesia


Elisa Lucinda

Penetração do Poema das sete faces
A Carlos Drumond de Andrade

Ele entrou em mim sem cerimônias
Meu amigo seu poema em mim se estabeleceu
Na primeira fala eu já falava como se fosse meu
O poema só existe quando pode ser do outro
Quando cabe na vida do outro
Sem serventia não há poesia não há poeta não há nada
Há apenas frases e desabafos pessoais
Me ouça, Carlos, choro toda vez que minha boca diz
A letra que eu sei que você escreveu com lágrimas
Te amo porque nunca nos vimos
E me impressiono com o estupendo conhecimento 
Que temos um do outro
Carlos, me escuta
Você que dizem ter morrido
Me ressuscitou ontem à tarde
A mim a quem chamam viva
Meu coração volta a ser uma remington disposta
Aprendi outra vez com você
A ouvir o barulho das montanhas
A perceber o silêncio dos carros
Ontem decorei um poema seu
Em cinco minutos
Agora dorme, Carlos.

--

Fonte:  http://www.jornaldepoesia.jor.br/elisalucinda.html

--


Análise do jornal português on-line Correio da Manhã, como tarefa para a disciplina Tópicos Especiais em Jornalismo On-line, para o curso de Comunicação Social/Jornalismo - UFS


O jornal lusitano Correio da Manhã (CM) existe desde março de 1979 e hoje é, segundo a Associação Portuguesa para o Controlo de Tiragem e Circulação - APCT, o jornal diário com maior tiragem de Portugal, com uma média bimestral de 161.000 edições, o que corresponde a 40% do setor.


1ª edição do CM: 19.03.1979
Sua versão digital iniciou-se embrionariamente em março de 1998, ocupando espaço no (hoje extinto) portal Netc e desde julho de 2002 passa a estar on-line de forma autônoma. "Cada edição do jornal é inserida, agora, na net, o que representa um significativo passo para o desenvolvimento da ligação com os seus leitores." (30 anos de Correio da Manhã). Atualmente na internet encontra-se registrado sob o link http://www.cmjornal.xl.pt/ e oferece ao público em geral boa parte das informações disponíveis na edição impressa, porém informa quais são os conteúdos exclusivos para acessados apenas nesta. A seguir passo a analisar o CM de acordo com suas características de hipertextualidade, multimidialidade e instantaneidade. 

De propriedade do grupo Cofina, dona de outros 4 jornais e 9 revistas portugueses, o site do CM possui um campo horizontal imediatamente acima da logomarca do jornal que trás uma chamada animada contendo a logo desses outros veículos seguida de uma notícia ou tema da edição corrente. Ao guiar o cursor do mouse sobre o texto em movimento o mesmo para e ao clicar, o internauta segue para o site correspondente. Essa é uma característica de todos os jornais e revistas do grupo. 

Logo abaixo, no campo onde situa-se a logomarca, consta além de uma área  para pesquisa por termos do conteúdo do jornal e da data com hora certa, os campos para assinatura de newsletter (informes diários por e-mail) e os endereços do CM no Facebook e Twitter, além da capa da edição impressa do dia e espaço para o assinante logar e acessar áreas restritas.



Como o site do CM é dedicado a noticiar 24 horas por dia, as atualizações no horário de pico são realizadas numa média de 10 em 10 minutos no campo intitulado "Últimas notícias". O site dispõe de "Fotogalerias" e vídeos de algumas notícias, e onde as mesmas se encontram possuem interação com o Facebook e Twitter, além de campo para comentários dos leitores. Na 'home' do site do CM existe área com enquetes e com incentivo a produção de conteúdo para o site (informes, fotos, vídeos, etc) dos próprios leitores.


Em sendo a hipertextualidade aplicada ao jornalismo uma característica que permite ao leitor filtrar as informações que lhe interessam; a multimidialidade como o uso de diferentes tipos de mídias: audiovisuais, fotos, infográficos, áudios, hiperlinks ou texto; e a instantaneidade corresponder ao quanto mais rápido uma notícia é veiculada; podemos afirmar que o CM possui todas essas características e não se encontra como líder do mercado onde atua por acaso. 



André Teixeira

--


Novidades na

LOJINHA dos DISCOS

Chorinhos com ODIR CAIOS



==


TODOS OS SÁBADOS, DAS 9 ÀS 10 DA NOITE

A cena musical sergipana tem seu espaço na 104.9! Os ritmos e estilos de Sergipe estão na programação do REDE LOCAL: Histórias das canções, notícias dos bastidores, entrevistas, agenda, conexões culturais e muita música. Apresentação e produção André Teixeira 



==


É AMANHÃ!!!





==


Atenção, agentes culturais das artes cênicas! 




Foto: Atenção, agentes culturais das artes cênicas! Inscrições abertas para o edital do III Festival Sergipano de Teatro (FEST), que acontecerá entre os dias 27 de março e 09 de abril, em Aracaju. Saiba detalhes da seleção acessando o link http://migre.me/dqQY2.



Inscrições abertas para o edital do III Festival Sergipano de Teatro (FEST), que acontecerá entre os dias 27 de março e 09 de abril, em Aracaju. 




Confiram o edital em 



==


programação completa...


Sexta, 08 



Vamos prestigiar a 1ª temporada do Grupo Brasileiríssimo no delicioso e aconchegante Café da Gente. Todos poderão desfrutar nos dias todas as sextas feiras a partir de 22 de fevereiro às 19 horas, da fusão entre as culturas musical e gastronômica em um dos points mais importantes da cultura sergipana.

Couvert artístico: R$10,00


==



TEM ESPETÁCULO NESTA SEXTA SIM SENHOR!!!



Hocus Pocus:

O espetáculo Hocus pocus, retrata as peripécias de um gênio da lâmpada na tentativa
de agradar seu mais novo amo lhe concedendo três desejos. Utilizando números de mágica
cômica e técnicas circenses o gênio presenteará seu amo com riquezas, saúde e boas
gargalhadas.

A respectiva obra dá continuidade ao caminho estético traçado pela Cia o mínimo ao
longo de sua história, fundindo a arte clownesca a truques de prestidigitação e manipulação de
objetos.

A Cia O Mínimo:

A Cia. O Mínimo de teatro e circo criada em Aracaju no ano 2007 surgiu

do resquício do projeto internacional Caravana Arco-íris pela Paz patrocinado pelo

Programa Cultura Viva do Ministério da Cultura do Brasil (2005 a 2007), realizando

espetáculos, cursos e oficinas de teatro e circo em nove estados do país. A companhia

com mais de cinco anos de existência em Sergipe se tornou presente no cenário cultural

do estado sendo considerada referência dentro do setor Circo Teatro.

Vale ressaltar que a Cia. é reconhecida no estado pelo entretenimento artístico

de alta qualidade e também pelo desenvolvimento com pesquisas, produção, formação

e circulação desta cultura, numa linguagem de um produto altamente sofisticado do

complemento do teatro, da expressão corporal e na utilização de técnicas inéditas do

circo.

Ficha técnica:

Direção: Rafael Barreiros

Texto: Rafael Barreiros e Robert Clarck

Elenco: Robert Clarck

Figurino: Cia O mínimo

Cenografia: Cia O mínimo

Sonoplastia: Rafael Barreiros

Cenotécnica: Ruperto

Maquiagem: Robert Clarck

Duração: 40 min.

Gênero: Comédia



==





==





PROGRAMAÇÃO

Quinta-feira 
20h- O Natimorto (Grupo Caixa Cênica) 

Sexta-feira 
19h- Na hora H (Grupo Êxtase)
21h- O Coiote (Cia. de Teatro Stultifera Navis)

Sábado 
20h- A Lição (Cia. de Teatro Stultifera Navis)
21h- C(S)em Nelson! (Cia. de Teatro Stultifera Navis)

Domingo
17h- Faz de conta (Companhia Ponto de Teatro)



==


Clássicos ao piano com Manuel Vieira Jr.


O pianista Manoel Vieira Jr. toca classicos em seu teclado a partir das 21h

Local: Restaurante Armazem Bacco. 



Couvert artistico - R$ 5


==


MÚSICA NO ONE LOUNGE com GABRIEL GÓIS


- Todas as sextas, a partir de 22/02, vou cantar na parte interna do One Lounge, com o projeto acústico Take 1. Voz e violão, a cargo de Eduardo. A partir das 21h.

- Já nos sábados, a partir de 02/03, canto no Lounge, parte externa. Voz, violão e percussão. Sempre a partir da 19hs, happy hour


==


Sextas e Sábados





Saindo do habitual som de barzinho, Mário João e Paulinho Araújo se misturam entre instrumentos e vozes trazendo músicas que viajam desde o rock ao baião, do samba a milonga e da bossa-nova ao folk. Sextas e Sábados na Villa Madre Pizzaria que fica entre o Di Vino e a Pandoro na rua Professor Antônio Fagundes de Melo, 156, Treze de Julho.


==


Julico no Brothers Club





O guitarrista da banda The Baggios,tocará um set acústico com clássicos do blues, rock, folk e músicas autorais.



==



Sábado, 9









==





Alejandro Habib toca clássicos do jazz a partir das 21h00

Local: Restaurante do Armazem Bacco. 

Couvert artistico - R$ 5


==


AGENDA

do

CHORO


Indicamos onde você pode encontrar chorinho ao vivo ou ao rádio, em Aracaju. Quem souber de alterações ou de novos lugares, grupos ou programas, por favor me informe. A intenção é fomentar público para esse gênero musical que quanto mais ouço mais aprecio.

André Teixeira


Renovação do Choro
Bar Chorinho do Inácio


sábados e domingos, 16 às 21h00

ONDE: Rua Canadá, 343 - B. Novo Paraíso (é uma transversal da Rua Rio Grande do Sul, próximo à COHIDRO).


Contato: Inácio 79 9136-1803      

Couvert R$ 4,00


=


Regional Recanto do Chorinho




Bar Recanto do Chorinho


Chorinho aos sábados e domingos



Sábado -- 15 às 18h

Domingos -- das 17 às 20h00 (PONTUALMENTE) Das 20h30 até 00h00 tem o som da Lenny Hall - música romântica)


Além da boa música, a casa serve bebidas, refeições e petiscos para todos os gostos. Fica localizado no Parque da Cidade. Veja algumas fotos do Parque.


Convert R$ 10,00


==




APERIPÊ AM




CHORINHO NAS RÁDIOS




Apresentado por Sérgio Thadeu, o programa, criado por seu pai em setembro de 1985, é uma verdadeira celebração ao Choro, buscando sempre apresentar novidades ou resgatar clássicos do fundo do baú. Um verdadeiro banquete pra quem gosta do ótimo Choro! Vai ao ar todos os domingos das 7 às 9h00




Contato: Sérgio Tadeu




domingonoclube@gmail.com


=


APERIPÊ FM - Programa Choros e Canções,




Apresentado por Ricardo Gama, o programa choros e canções vai ao ar na Aperipê FM sempre às 18h, de segunda à sexta.





Contato: chorosecancoes@aperipe.se.gov.br


 ==


:::::::::::::::::::::::::   :::::::::::::::::::::::::::



Poe-mails ou poemeio


Este livro nasceu da mesma forma que os poemas que lhe dão corpo e alma: do acaso do olhar encontrar e tentar registrar o belo com essa máquina de fotografar sentimento que é a linguagem. Utilizei como processo de escrita não ter um processo de escrita. O norte maior foi sempre o sentir dessa relação com a provocante Beleza, onde quer que Ela  se manifestasse: numa palavra ou comentário, numa pintura ou foto, numa   música, no silêncio ou até mesmo no vazio pós tudo. Foi escrito entre os anos de 2007 e 2010, utilizando como suporte o meio ambiente digital.


LEIA MAIS AQUI]



[AQUI, entrevista concedida ao jornalista Rian Santos em seu blog Spleen e Charutos,sobre o livro 'poe-mails' 



O livro está registrado sob licença Creative Commons 3.0. Significa que ele pode ser copiado e distribuído desde que sem finalidade comercial. Além disso pode ser modificado e redistribuído.

Saiba mais em http://creativecommons.org/licenses/by-nc-sa/3.0/br/legalcode

Nenhum comentário:

Postar um comentário