27 de março de 2013

Arte e Cultura em Aracaju,de 27 de março a 9 de abril, período do III FEST

poesia


Ana Cristina César



O HOMEM PÚBLICO N. 1

Tarde aprendi 
bom mesmo 
é dar a alma como lavada. 
Não há razão 
para conservar 
este fiapo de noite velha. 
Que significa isso? 
Há uma fita 
que vai sendo cortada 
deixando uma sombra 
no papel. 
Discursos detonam. 
Não sou eu que estou ali 
de roupa escura 
sorrindo ou fingindo 
ouvir. 
No entanto 
também escrevi coisas assim, 
para pessoas que nem sei mais 
quem são, 
de uma doçura 
venenosa 
de tão funda.


--

Fonte: Alguma poesia




==



Hoje, 27 de março de 2013 tem início ao III Festival Sergipano de Teatro, que seguirá até dia 9 de abril

Todas as apresentações são gratuitas, mas nos teatros estão condicionadas à lotação dos respectivos espaços.




Aproveite!

Peças para todas as idades.

A programação completa você encontra no final desse post, e em seguida o MANIFESTO-MANIFESTA



==


Novidades na

LOJINHA dos DISCOS

Chorinhos com ODIR CAIUS




==




Confiram algumas músicas e novidades da cena musical de Sergipe no programa Rede Local!

Sábado, das 21 às 22h00

Confira a página no Facebook do programa: 

https://www.facebook.com/redelocal?fref=ts
==

programação completa...




==


Quarta, 27



Começa HOJE!!!



27 de março (quarta-feira)
Espetáculo: A Farsa dos Opostos
Grupo Imbuaça (SE)
Local e horário: Teatro Tobias Barreto / 20h


==


Quinta, 28


Tio Maneco apresenta
FERRARO TRIO

print do excelente MAIS TARDE, panfleto incendiário
de ideias criado por Rian Santos e Gabi Etinger.
Leia muito mais AQUI

O Ferraro Trio é um grupo sergipano instrumental formado por experientes músicos do cenário local, que trabalham há vários anos com diversos gêneros (rock, jazz, música pop, etc) e com o ensino de música. 




Em pouco mais de 2 anos de atividade, o Ferraro lançou dois EPs e um DVD, e tocou em eventos importantes como o Verão Sergipe 2010 e 2011, Projeto Verão 2011, II Simpósio de Educação Musical na UFS, Festival Rock Sertão, Feira Música Brasil (Belo Horizonte/MG) e VI Festival BNB de Música instrumental (Juazeiro/CE e Sousa/PB), entre muitos outros. 

O grupo participou ainda das coletâneas “Sergipe´s Finest”, do selo sergipano Disco de Barro, e “Compact.Rec”, lançado virtualmente pela Funarte/Minc.

Noite de muito jazz, cerveja gelada, bons drinks e muitos petiscos deliciosos!!!

21h

R$5


==



28 de março (quinta-feira)
Espetáculo: Plural
Cia. De Teatro Nu Escuro(GO)
Local e horário: Teatro Atheneu / 20h


==





Uma noite muiito especial, véspera de feriado, relembrando várias músicas do CHARLIE BROWN JR com Azzuis Goes, Gabriel Farani e Gonzales Neto, vai ser imperdivel...

COMO CHEGAR: Na avenida Melício Machado na Aruana, do lado direito, entra na esquina que tem o "ÂNCORA MATERIAL DE CONSTRUÇÃO". (Rua "E", 216)

Mapa:

https://www.facebook.com/photo.php?fbid=387307134625162&set=pb.290715474284329.-2207520000.1364270552&type=3&theater

Couvert 5 reais...

Brother's Club



==





==


Sexta, 29





A Banda de Mesa volta mais uma vez ao Tio Maneco para um especial aos Novos Baianos. 



Os Novos Baianos foi um conjunto musical brasileiro, nascido na Bahia, ativo entre os anos de 1969 e 1979. Eles marcaram a música popular brasileira e até o rock brasileiro dos anos 70, utilizando-se de vários ritmos musicais brasileiros que vão de bossa nova, frevo, baião, choro, afoxé ao rock n' roll.[1] O grupo lançou oito trabalhos antológicos para MPB.

Influenciados pela contracultura e pela emergente Tropicália. Contava com Moraes Moreira (compositor, vocal e violão), Baby Consuelo (vocal), Pepeu Gomes (Guitarra), Paulinho Boca de Cantor (vocal), Dadi (baixo) e Luiz Galvão (letras) entre outros. 

O segundo disco do grupo, Acabou Chorare, que mescla guitarra elétrica, baixo e bateria com cavaquinho, chocalho, pandeiro e agogô, foi eleito pela revista Rolling Stone como o melhor disco da história da música brasileira em outubro de 2007.

FONTE http://pt.wikipedia.org/wiki/Novos_Baianos

20h



==





PROGRAMAÇÃO


Quinta-feira 

20h - O Natimorto (Grupo Caixa Cênica) [ESTREIA 4 DE ABRIL]
da obra de Lorenço Mutrelli 

Sexta-feira 

19h- Na hora H (Grupo Êxtase)
21h- O Coiote (Cia. de Teatro Stultifera Navis)

Sábado 

20h- A Lição (Cia. de Teatro Stultifera Navis)
21h- C(S)em Nelson! (Cia. de Teatro Stultifera Navis)

Domingo

17h- Faz de conta (Companhia Ponto de Teatro)




==


Clássicos ao piano com Manuel Vieira Jr.


O pianista Manoel Vieira Jr. toca classicos em seu teclado a partir das 21h

Local: Restaurante Armazem Bacco. 



Couvert artistico - R$ 5



==


Sextas e Sábados





Saindo do habitual som de barzinho, Mário João e Paulinho Araújo se misturam entre instrumentos e vozes trazendo músicas que viajam desde o rock ao baião, do samba a milonga e da bossa-nova ao folk. Sextas e Sábados na Villa Madre Pizzaria que fica entre o Di Vino e a Pandoro na rua Professor Antônio Fagundes de Melo, 156, Treze de Julho.


==





29 de março (sexta-feira)
Espetáculo: Paixão de Cristo
Grupo São Francisco de Assis (SE)
Local e horário: Igreja dos Capuchinhos / 20h





==




Sábado, 30






==




30 de março (sábado)
Espetáculo: Contos, Cantos e Cantigas
Grupo Mamulengo de Cheiroso (SE)
Local e horário: Teatro Tobias Barreto / 20h



==




Alejandro Habib toca clássicos do jazz a partir das 21h00

Local: Restaurante do Armazem Bacco. 

Couvert artistico - R$ 5



==


AGENDA

do

CHORO


Indicamos onde você pode encontrar chorinho ao vivo ou ao rádio, em Aracaju. Quem souber de alterações ou de novos lugares, grupos ou programas, por favor me informe. A intenção é fomentar público para esse gênero musical que quanto mais ouço mais aprecio.

André Teixeira


Renovação do Choro
Bar Chorinho do Inácio


sábados e domingos, 16 às 21h00

ONDE: Rua Canadá, 343 - B. Novo Paraíso (é uma transversal da Rua Rio Grande do Sul, próximo à COHIDRO).


Contato: Inácio 79 9136-1803      

Couvert R$ 4,00


=


Regional Recanto do Chorinho




Bar Recanto do Chorinho


Chorinho aos sábados e domingos



Sábado -- 15 às 18h

Domingos -- das 17 às 20h00 (PONTUALMENTE) Das 20h30 até 00h00 tem o som da Lenny Hall - música romântica)


Além da boa música, a casa serve bebidas, refeições e petiscos para todos os gostos. Fica localizado no Parque da Cidade. Veja algumas fotos do Parque.


Convert R$ 10,00


==




APERIPÊ AM




CHORINHO NAS RÁDIOS




Apresentado por Sérgio Thadeu, o programa, criado por seu pai em setembro de 1985, é uma verdadeira celebração ao Choro, buscando sempre apresentar novidades ou resgatar clássicos do fundo do baú. Um verdadeiro banquete pra quem gosta do ótimo Choro! Vai ao ar todos os domingos das 7 às 9h00




Contato: Sérgio Tadeu




domingonoclube@gmail.com


=


APERIPÊ FM - Programa Choros e Canções,




Apresentado por Ricardo Gama, o programa choros e canções vai ao ar na Aperipê FM sempre às 18h, de segunda à sexta.





Contato: chorosecancoes@aperipe.se.gov.br


 ==





== Domingo, 31






31 de março (domingo)
Espetáculo: Brigite Confidencial
Walmir Sandes (SE)
Local e horário: Teatro Lourival Batista / 19h

==


Segunda, 1º de abril


Segue a programação do III FEST...


==

Sexta, 05






Na primeira sexta-feira de Abril a noite da Atalaia Nova será embalada por muita música livre e sons alucinantes com as bandas Lêmures, Ato Libertário e Plástico Lunar que vão garantir a fuga para praia no melhor espírito rock n’ roll!

Onde: No Restaurante e Pousada Irineu’s > Praia da Costa

Horário : 22:00

Entrada: 15 R$

Mapa do local: http://goo.gl/maps/zJcNq

Perfis das bandas :

Lêmures - https://www.facebook.com/pages/Lêmures/272398979450429?ref=hl

Ato Libertário - https://www.facebook.com/bandaatolibertario?ref=ts&fref=ts 

Plástico Lunar - https://www.facebook.com/bandaplasticolunar?ref=ts&fref=ts


Teaser - http://www.youtube.com/watch?v=9RLtii53Y04



::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::



Exposições em Aracaju



na Galeria Jenner Augusto


:::::::::::::::::::::::::::::::



XXII SALÃO DOS NOVOS/2013 - GALERIA ÁLVARO SANTOS


Exposição Coletiva  XXII  “Salão dos Novos”.

Luiz Adelmo Diretor da Galeria de Arte Álvaro Santos, convida a todos
para a Exposição Coletiva XXII Salão dos Novos".


PERÍODO DE VISITAÇÃO:  até 20 de abril das 8:00 horas às

18:00 horas e sábado das 9 horas às 13 horas.

LOCAL: Galeria de Arte Álvaro Santos, Praça Olímpio Campos, s/n,
Centro - Aracaju/SE – Tel: 3179-1308




:::::::::::::::::::::::::   :::::::::::::::::::::::::::



Poe-mails ou poemeio


Este livro nasceu da mesma forma que os poemas que lhe dão corpo e alma: do acaso do olhar encontrar e tentar registrar o belo com essa máquina de fotografar sentimento que é a linguagem. Utilizei como processo de escrita não ter um processo de escrita. O norte maior foi sempre o sentir dessa relação com a provocante Beleza, onde quer que Ela  se manifestasse: numa palavra ou comentário, numa pintura ou foto, numa   música, no silêncio ou até mesmo no vazio pós tudo. Foi escrito entre os anos de 2007 e 2010, utilizando como suporte o meio ambiente digital.


LEIA MAIS AQUI]



[AQUI, entrevista concedida ao jornalista Rian Santos em seu blog Spleen e Charutos,sobre o livro 'poe-mails' 



O livro está registrado sob licença Creative Commons 3.0. Significa que ele pode ser copiado e distribuído desde que sem finalidade comercial. Além disso pode ser modificado e redistribuído.

Saiba mais em http://creativecommons.org/licenses/by-nc-sa/3.0/br/legalcode

:::::::::::::::::::::::::::::::






Manifesto - MANIFESTA!!!


MANIFESTO, MANIFESTA! (VAMOS COMPARTILHAR!!)

A hora é agora - entretenimento, educação, transparência e investimento em Sergipe.

E se fosse investido, na cultura sergipana, metade dos chachês pagos a artistas nacionais? O que mudaria na realidade local?

O Governo do Estado e a Prefeitura de Aracaju perpetuam uma relação de subserviência, jogando pelo ralo, verbas que serviriam para fomentar a cadeia produtiva local, permitindo às bandas e artistas sergipanos multiplicarem a sua produção.

Quando um artista nacional leva R$ 200 mil em cachê, além de todos os gastos com passagens aéreas, estada e alimentação, subtrai essa mesma quantia aos trabalhadores da cultura local, contribuindo para a escassez de recursos destinados à produção de novos álbuns, videoclipes, cenários, figurinos, divulgação, produção, que colocaria os artistas locais no mesmo patamar dos demais estados.

Enquanto se paga R$ 200 mil a um artista nacional, ao artista local, é imposto cachê que não chega a 10% disso. Uma discrepância absurda e injustificável. O suor do sergipano vale tanto quanto o de qualquer outro. Não há razão para nossos talentos receberem 20 vezes menos do que é pago a artistas de outros estados.

Importa muito esse dinheiro, sim, pois ele vai circular na nossa economia, remunerando o comércio especializado, os estúdios, fotógrafos, designers gráficos, profissionais da comunicação, músicos, técnicos e toda uma gama de profissionais que, hoje, fazem de Sergipe um estado com rica cena artística.

O cidadão, no encantamento pelos grandes nomes da música, deixa de perceber - até mesmo pela obscuridade que ronda as contratações - que temos gasto milhões de reais para sustentar esse tratamento desigual.

A hora é agora. O Serigy All Stars caminha de mãos dadas com outros coletivos e movimentos sociais, formais ou não, para estabelecer uma relação mais imediata com os demais cidadãos e se posicionar diante das políticas públicas vigentes e em fase de implementação. Já não nos conformamos com avanços pontuais, promovidos pelas últimas administrações, que protelaram a revolução anunciada, terminando por referendar a desigualdade.

A hora é agora. Hora de buscar o compromisso com os investimentos locais; hora de reduzir a quantidade desses grandes shows; hora de repensar valores de cachês pagos em festas públicas; hora de publicar com transparência os dinheiros pagos a cada artista, cada banda, cada empresa de produção. Hora de inserir o cidadão comum no benefício direto que a arte do seu lugar pode e deve lhe proporcionar. O cidadão tem o direito de ser informado dos valores de cachês de cada atração em todas as festas onde houver investimento público.

Hora de serem criados critérios para seleção e contratação desses artistas/bandas nacionais - assim como os locais -, dentro da lei, garantindo que haja rodízio, diversificação e valorização dos trabalhos que, promovendo o entretenimento, tenham também compromisso com o enriquecimento da arte aqui feita, para o bem e o fortalecimento da educação e da nossa identidade.

O grupo Serigy All Stars é o encontro de artistas que, a partir do lançamento de uma coletânea, vem se empenhando em discutir e propor uma atuação mais viva e vigorosa da música aqui produzida.

Esse coletivo de artistas que hoje se dirige à nossa população e pede seu apoio conta com nomes reconhecidos por crítica e público em Sergipe e inúmeros estados do País. Tendo vários discos gravados, prêmios recebidos, elogios públicos em grandes jornais e revistas do Brasil.

Nomes como The Baggios, Alapada, Patrícia Polayne, Naurêa, Elvis Boamorte e os Boavidas, Maria Scombona, Joésia Ramos, Ferraro Trio, Cataluzes, Reação, Cabedal, Snooze e muitos outros que, com sua música, levam o nome de Sergipe mundo afora, mostrando que nosso estado vive um momento histórico.

Estamos unidos e conscientes da necessidade de mudanças, começando pela transparência na escolha e remuneração de todos os contratados para as nossas festas públicas. Buscaremos incansavelmente a nossa imprensa, panfletaremos, publicaremos na internet nossas manifestações, até obtermos dos nossos gestores o compromisso de investimento com responsabilidade e coragem na produção artística do nosso estado.

Enquanto isso, continuaremos cantando para a população, pois, se é nela que nos inspiramos para fazer nossa arte, é a ela que devemos a entrega de tudo que construímos, em forma de música.

Parabéns, Aracaju.

Serigy All Stars



Um agradecimento dos Serigy All-Stars a todos que fizeram e compareceram ao "Manifesta"!
Foto: CARTA DE AGRADECIMENTOS

O Manifesta, com o qual o coletivo Serigy All Stars juntamente com outros coletivos e o público, brindamos o aniversário da nossa cidade no último dia 16 de março, foi um incontestável sucesso!

Agradecemos antes de tudo aos presentes, que responderam positivamente ao nosso convite e acompanharam a ‘vibe’, transformando em mágica um momento histórico da cena musical sergipana.

Elementar é dizer que o show não aconteceria sem o público que encheu aquele espaço; no entanto, indescritível foi a energia, a permuta voltaica, o calor humano ali presentes, valorizando cada gota de suor derramado pra cada acorde soado, cada CD vendido, cada detalhe trazido a mão-de-obra com ultra-esforço, contornando os boicotes e sabotagens, pra edificar aquele momento inesquecível.

Vocês são nossos amores!

Gratos como irmãos somos também aos coletivos e amigos que apoiaram e ajudaram a fazer acontecer o Manifesta, trazendo contribuições substanciais, sem as quais não atingiríamos o mesmo resultado final. Foram eles, os coletivos Stultífera Navis de teatro, Azedume de áudio visual, Marcelinho Hora (MH) e Snapic Fotografia, Casa Rua da Cultura, Ciclo Urbano de ciclismo, SUP Amigos de Stand Up Paddle, além da presença da galera do Skate.

Gratos a cada músico que se ofereceu pra tocar e aos demais artistas participantes que abrilhantaram com suas intervenções o nosso evento. Cada um teve crucial importância para êxito alcançado.

Nosso reconhecimento a Jorge - nome forte! - da JR Sonorização, que fez uma sonorização de primeira qualidade, permitindo shows memoráveis e elogios de reconhecimento do público.

Nos esforçamos para realizar um evento colaborativo, onde o fio condutor é uma mobilização independente, apartidária, unida em prol único de fortalecer nossa arte, elevando a moral e autoestima dos sergipanos, sem abominar, entretanto, qualquer expressão de cultura exterior de espontânea manifestação.

Somos donos do nosso nome, somos de sangue Serigy, ninguém estará por nós além do espírito de nossas ideias. E a coisa não para por aqui.

Estamos seguindo nosso rumo já empenhados em novas realizações. Estaremos em rádios, jornais, TVs, nos espaços, nas ruas. Você nos verá em diversas oportunidades com nossos CDs e nossos instrumentos. E as ideias não param por aí.

Que venha o Manifesta 2! Contaremos mais uma vez com todos vocês e outros tantos para espraiar nossa música por todos os cantos!

Até breve.

Serigy All Stars



CURTAM A PÁGINA DO SERIGY ALL STARS!!!!


http://www.facebook.com/photo.php?fbid=143356762503699&set=a.136793913159984.1073741828.136109696561739&type=1&theater
CARTA DE AGRADECIMENTOS

O Manifesta, com o qual o coletivo Serigy All Stars juntamente com outros coletivos e o público, brindamos o aniversário da nossa cidade no último dia 16 de março, foi um incontestável sucesso!

Agradecemos antes de tudo aos presentes, que responderam positivamente ao nosso convite e acompanharam a ‘vibe’, transformando em mágica um momento histórico da cena musical sergipana.

Elementar é dizer que o show não aconteceria sem o público que encheu aquele espaço; no entanto, indescritível foi a energia, a permuta voltaica, o calor humano ali presentes, valorizando cada gota de suor derramado pra cada acorde soado, cada CD vendido, cada detalhe trazido a mão-de-obra com ultra-esforço, contornando os boicotes e sabotagens, pra edificar aquele momento inesquecível.

Vocês são nossos amores!

Gratos como irmãos somos também aos coletivos e amigos que apoiaram e ajudaram a fazer acontecer o Manifesta, trazendo contribuições substanciais, sem as quais não atingiríamos o mesmo resultado final. Foram eles, os coletivos Stultífera Navis de teatro, Azedume de áudio visual, Marcelinho Hora (MH) e Snapic Fotografia, Casa Rua da Cultura, Ciclo Urbano de ciclismo, SUP Amigos de Stand Up Paddle, além da presença da galera do Skate.

Gratos a cada músico que se ofereceu pra tocar e aos demais artistas participantes que abrilhantaram com suas intervenções o nosso evento. Cada um teve crucial importância para êxito alcançado.

Nosso reconhecimento a Jorge - nome forte! - da JR Sonorização, que fez uma sonorização de primeira qualidade, permitindo shows memoráveis e elogios de reconhecimento do público.

Nos esforçamos para realizar um evento colaborativo, onde o fio condutor é uma mobilização independente, apartidária, unida em prol único de fortalecer nossa arte, elevando a moral e autoestima dos sergipanos, sem abominar, entretanto, qualquer expressão de cultura exterior de espontânea manifestação.

Somos donos do nosso nome, somos de sangue Serigy, ninguém estará por nós além do espírito de nossas ideias. E a coisa não para por aqui.

Estamos seguindo nosso rumo já empenhados em novas realizações. Estaremos em rádios, jornais, TVs, nos espaços, nas ruas. Você nos verá em diversas oportunidades com nossos CDs e nossos instrumentos. E as ideias não param por aí.

Que venha o Manifesta 2! Contaremos mais uma vez com todos vocês e outros tantos para espraiar nossa música por todos os cantos!

Até breve.

Serigy All Stars



CURTAM A PÁGINA DO SERIGY ALL STARS!!!!


http://www.facebook.com/photo.php?fbid=143356762503699&set=a.136793913159984.1073741828.136109696561739&type=1&theater


:::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::




Entre os dias 27 de março e 09 de abril, acontece, em Aracaju, o III Festival Sergipano de Teatro, um dos principais eventos de artes cênicas do país, que promove apresentações teatrais gratuitas nas casas de espetáculos e ruas da capital sergipana.

Ao todo, 22 grupos apresentarão seus espetáculos, sendo 16 sergipanos e três de outros Estados, que se revezarão em apresentações nos Teatros Atheneu, Lourival Baptista e Tobias Barreto, além da Praça Fausto Cardoso, no centro de Aracaju.

A terceira edição também está cheia de novidades. Uma delas é a programação circense, que acontecerá em uma lona de circo, montada na Praça da Juventude, no conjunto Augusto Franco, zona sul de Aracaju.

Outra novidade que envolve o III Fest é uma exposição fotográfica que acontece durante o período do festival, no Shopping Riomar. A mostra contará com imagens dos fotógrafos Fabiana Costa e Filippe Araújo, que registraram momentos marcantes das duas primeiras edições do evento.

Acesso

O acesso ao III Festival Sergipano de Teatro, assim como nos anos anteriores, será gratuito. O público que desejar assistir às apresentações que acontecem nos teatros precisa apenas solicitar um ingresso nas bilheterias e apreciar a apresentação.

O III Festival Sergipano de Teatro é uma realização do Governo de Sergipe, através da Secretaria de Estado da Cultura, e Instituto Banese. Apóiam o evento o Banese, Sated/SE, Fundação Aperipê e Shopping Rio Mar. A Vivo é a operadora oficial do evento, e .

CONFIRA A PROGRAMAÇÃO DE ESPETÁCULOS DO III FEST:

27 de março (quarta-feira)
Espetáculo: A Farsa dos Opostos
Grupo Imbuaça (SE)
Local e horário: Teatro Tobias Barreto / 20h

28 de março (quinta-feira)
Espetáculo: Plural
Cia. De Teatro Nu Escuro(GO)
Local e horário: Teatro Atheneu / 20h

29 de março (sexta-feira)
Espetáculo: Paixão de Cristo
Grupo São Francisco de Assis (SE)
Local e horário: Igreja dos Capuchinhos / 20h

30 de março (sábado)
Espetáculo: Contos, Cantos e Cantigas
Grupo Mamulengo de Cheiroso (SE)
Local e horário: Teatro Tobias Barreto / 20h

31 de março (domingo)
Espetáculo: Brigite Confidencial
Walmir Sandes (SE)
Local e horário: Teatro Lourival Batista / 19h

Espetáculo: Cabaré da Dama 
Grupo Parque de Teatro (CE)
Local: Teatro Tobias Barreto / 20h

1º de abril (segunda-feira)
Espetáculo: Quintal dos Sonhos
Grupo Raízes (SE)
Local e horário: Teatro Tobias Barreto / 15h

02 de abril (terça-feira)
Espetáculo: Caixa de Brinquedos
Grupo Cigari (SE)
Local e horário: Teatro Lourival Batista / 15h

Espetáculo: Corra Enquanto é Tempo
Cia. Risocínico (SE)
Local e horário: Praça Fausto Cardoso / 16h

03 de abril (quarta-feira)
Espetáculo: Dando Nó em Pingo D’água
Grupo Eitcha (SE)
Local e horário: Praça Fausto Cardoso / 16h

Espetáculo:  Na Praia, 1985
Grupo História EnCena (SE)
Local e horário: Teatro Lourival Batista / 20h

04 de abril (quinta-feira)
Espetáculo: O amor de Filipe e Maria, e a peleja de Zerramo e Lampião
Grupo Cordel Rabeca (SE)
Local e horário: Praça Fausto Cardoso / 16h

Espetáculo: A Água Dividida / Grupo Raízes Nordestinas (SE)
Local: Teatro Lourival Batista / 20h

05 de abril (sexta-feira)
Espetáculo circense
Local: Praça da Juventude (conj. Augusto Franco)
Horários: 09h e 15h

Espetáculo: Ocus Focus! Mágica de um Palhaço do Oriente
Cia. O Mínimo (SE)
Local e horário: Teatro Lourival Batista / 15h

Espetáculo: Nossa Terra, Nossos Contos
Grupo Boca de Cena (SE)
Local: Teatro Lourival Batista
Horário: 20h

06 de abril (sábado)
Espetáculo circense
Local: Praça da Juventude (conj. Augusto Franco)
Horários: 16h e 20h

Espetáculo: A Flor de Macambira
Ser Tão Teatro (PB) 
Local e horário: Teatro Lourival Batista / 20h

07 de abril (domingo)
Espetáculo circense
Local: Praça da Juventude (conj. Augusto Franco)
Horários: 16h e 20h

Espetáculo: Sorria, Flor do Dia
Cia. Risos e Lágrimas (SE)
Local: Teatro Lourival Batista / 16h

Espetáculo: O Vômito
Grupo A Tua Lona (SE)
Local e horário: Teatro Lourival Batista / 20h

08 de abril (segunda-feira)
Espetáculo: Fábrica de Alegria
Grupo Brinquedolê (SE)
Local e horário: Teatro Lourival Batista / 15h

Espetáculo: A Tragédia da Rosa
Cia. Cobras e Lagartos (SE)
Local: Teatro Atheneu / 20h

09 de abril (terça-feira)
Espetáculo: O Dia Que os Cadeados se Rebelaram
Coletivo Artístico Penarte (SE)
Local e horário: Teatro Atheneu / 16h

Espetáculo: C (s) em Nelson
Grupo Stultífera Navis (SE)
Local e horário: Teatro Tobias Barreto / 20h

--

FONTE: SECULT

Nenhum comentário:

Postar um comentário