4 de abril de 2013

Arte e Cultura em Aracaju, de 4 a 9 de abril de 2013

poesia


Sérgio Luiz

único soneto (de 1982)




você me sorriu em dentes
numa boca de marfim
todos os dentes da boca
todas as bocas por mim

você me chorou nos olhos
numa tarde como aqui
todos os choros da chuva
todas as chuvas do fim

hoje me come a carne
nos mesmos dentes que viu
e me fez só, seu louco

hoje me derrama o sangue
nos mesmos olhos que riu
e me faz sentir-me tarde



--

Fonte:  Maluh Bastos, via Facebook

Sérgio Luiz é poeta sergipano que fez parte do movimento de poesia marginal nos anos 70-80 em Aracaju. É objeto de estudo para o TCC da jornalista Maluh Bastos.




==



Hoje, dia 4 de abril de 2013 é dia de TEATRO em Aracaju no III Festival Sergipano de Teatro, que segue até dia 9 de abril

Todas as apresentações são gratuitas, mas nos teatros estão condicionadas à lotação dos respectivos espaços.




Aproveite!

Peças para todas as idades.


==


Confira as novidades na

LOJINHA dos DISCOS

Chorinhos com ODIR CAIUS




==




Todo sábado é dia de músicas e novidades da cena musical de Sergipe no programa Rede Local!

Sábado, das 21 às 22h00

Confira a página no Facebook do programa: 

https://www.facebook.com/redelocal?fref=ts



==

programação completa...



Quinta, 4





04 de abril (quinta-feira)
Espetáculo: O amor de Filipe e Maria, e a peleja de Zerramo e Lampião
Grupo Cordel Rabeca (SE)
Local e horário: Praça Fausto Cardoso / 16h

Espetáculo: A Água Dividida / Grupo Raízes Nordestinas (SE)
Local: Teatro Lourival Batista / 20h



==


Concertos da ORSSE




Na próxima quinta-feira, 4 de abril, às 20h30, o Teatro Tobias Barreto, receberá mais uma vez a Orquestra Sinfônica de Sergipe (ORSSE). Sob a batuta do seu diretor artístico, maestro Guilherme Mannis, o grupo realizará um concerto especial com a presença do grupo de violões Quaternaglia, que fará uma apresentação inédita com a Sinfônica de Sergipe.

A apresentação marca o início da temporada com músicos convidados e a peça que será executada é a “Gismontiana”, homenagem do compositor cubano Leo Brouwer ao seu colega brasileiro Egberto Gismonti. O programa, inteiramente dedicado a música latino-americana, contará ainda com a obra Huapango, do compositor mexicano José Pablo Moncayo; e as Bachianas Brasileiras nº2, de Heitor Villa-Lobos.

Segundo o maestro Guilherme Mannis, expressar o Brasil e a música latino-americana pela ORSSE é sempre algo muito especial. “É uma música que fala diretamente ao coração das pessoas, e que evoca nossas alegrias e tristezas, e os nossos sentimentos mais profundos”, afirma o regente.

Os ingressos já estão disponíveis na bilheteria do Teatro Tobias Barreto a preços populares. A Temporada 2013 da Orquestra Sinfônica de Sergipe é uma realização do Ministério da Cultura, do Instituto Banese e do Governo de Sergipe, através da Secretaria de Estado da Cultura (Secult), com patrocínio do Banese e da Lei de Incentivo à Cultura (Lei Rouanet).

Sobre o concerto

O grupo Quaternaglia, é uma das mais completas e refinadas expressões violonística brasileira na atualidade. Quatro grandes músicos (Chrystian Dozza, Fábio Ramazzina, Sidney Molina Jr. e Thiago Abdalla), de grande técnica e sensibilidade, têm representado o Brasil em concertos no mundo inteiro e ajudado a ampliação do repertório para esta formação.

A peça de concerto que realizarão com a ORSSE trata-se de uma homenagem ímpar a Egberto Gismonti, um dos mais importantes músicos brasileiros. Multifacetado, um excelente compositor e experimentador, Egberto soube como poucos incorporar aspectos da música popular em refinadas obras, de forma enérgica e elegante.

Um de seus grandes admiradores e excelente músico e violonista, o cubano Leo Brouwer, compilou diversos de seus sucessos como “Frevo”, “Água e Vinho”, “Baião Malandro”, “A fala da paixão” e “Loro”, em uma grande homenagem musical chamada “Gismontiana”. Em orquestração inovadora, a composição alia a presença do quarteto violonístico à riqueza de timbres da Orquestra de Cordas, trazendo para o público um resultado musical instigante e delicado.

Como finalização do programa, a apresentação inédita em Sergipe das Bachianas Brasileiras nº2, de Heitor Villa-Lobos também será um dos destaques dessa noite convidativa para a cultura sergipana. O ciclo de Bachianas, além de ser uma homenagem de Villa ao compositor Johann Sebastian Bach, teve a deliberada intenção de invocar a brasilidade das composições através da absorção de aspectos contundentes da música popular.

Os títulos dos movimentos das obras sempre possuem uma denominação européia e outra brasileira: o ‘Prelúdio’ é também o ‘Canto do Capadócio’, a ‘Aria’ é o ‘Canto da nossa terra’, a ‘Dansa’ é a ‘Lembrança do Sertão’ e, finalmente, a ‘Toccata’ é o famoso “Trenzinho do Caipira”.



Serviço

Orquestra Sinfônica de Sergipe – Série Mangabeiras I

Teatro Tobias Barreto

Quinta-feira, 4 de abril, 20h30

Festival Latino-Americano – Brasil Sinfônico



GUILHERME MANNIS, regente
QUATERNAGLIA, quarteto de violões

José Pablo MONCAYO
Huapango
Leo BROUWER
Gismontiana
Heitor VILLA-LOBOS
Bachianas Brasileiras nº2

Ingressos: R$20,00 (inteira), R$10,00 (meia).
Informações: (79) 3179-1480
sinfonica.sergipe@gmail.com




==


Tio Maneco apresenta

Júlio Andrade (The Baggios)




==


Sexta, 5



Espetáculo circense

Local: Praça da Juventude (conj. Augusto Franco)
Horários: 09h e 15h

+

Espetáculo: Ocus Focus! Mágica de um Palhaço do Oriente
Cia. O Mínimo (SE)
Local e horário: Teatro Lourival Batista / 15h

&

Espetáculo: Nossa Terra, Nossos Contos
Grupo Boca de Cena (SE)
Local: Teatro Lourival Batista
Horário: 20h


==




PROGRAMAÇÃO


Quinta-feira 

20h - O Natimorto (Grupo Caixa Cênica) [ESTREIA EM ABRIL]
da obra de Lorenço Mutrelli 

Sexta-feira 

19h- Na hora H (Grupo Êxtase)
21h- O Coiote (Cia. de Teatro Stultifera Navis)

Sábado 

20h- A Lição (Cia. de Teatro Stultifera Navis)
21h- C(S)em Nelson! (Cia. de Teatro Stultifera Navis)

Domingo

17h- Faz de conta (Companhia Ponto de Teatro)




==


Clássicos ao piano com Manuel Vieira Jr.


O pianista Manoel Vieira Jr. toca classicos em seu teclado a partir das 21h

Local: Restaurante Armazem Bacco. 



Couvert artistico - R$ 5



==


Sextas e Sábados





Saindo do habitual som de barzinho, Mário João e Paulinho Araújo se misturam entre instrumentos e vozes trazendo músicas que viajam desde o rock ao baião, do samba a milonga e da bossa-nova ao folk. Sextas e Sábados na Villa Madre Pizzaria que fica entre o Di Vino e a Pandoro na rua Professor Antônio Fagundes de Melo, 156, Treze de Julho.


==

Sábado, 06





==






06 de abril (sábado)
Espetáculo circense
Local: Praça da Juventude (conj. Augusto Franco)
Horários: 16h e 20h

&

Espetáculo: A Flor de Macambira
Ser Tão Teatro (PB) 
Local e horário: Teatro Lourival Batista / 20h



==




Alejandro Habib toca clássicos do jazz a partir das 21h00

Local: Restaurante do Armazem Bacco. 

Couvert artistico - R$ 5



==


AGENDA

do

CHORO


Indicamos onde você pode encontrar chorinho ao vivo ou ao rádio, em Aracaju. Quem souber de alterações ou de novos lugares, grupos ou programas, por favor me informe. A intenção é fomentar público para esse gênero musical que quanto mais ouço mais aprecio.

André Teixeira


Renovação do Choro
Bar Chorinho do Inácio


sábados e domingos, 16 às 21h00

ONDE: Rua Canadá, 343 - B. Novo Paraíso (é uma transversal da Rua Rio Grande do Sul, próximo à COHIDRO).


Contato: Inácio 79 9136-1803      

Couvert R$ 4,00


=


Regional Recanto do Chorinho




Bar Recanto do Chorinho


Chorinho aos sábados e domingos



Sábado -- 15 às 18h

Domingos -- das 17 às 20h00 (PONTUALMENTE) Das 20h30 até 00h00 tem o som da Lenny Hall - música romântica)


Além da boa música, a casa serve bebidas, refeições e petiscos para todos os gostos. Fica localizado no Parque da Cidade. Veja algumas fotos do Parque.


Convert R$ 10,00


==




APERIPÊ AM




CHORINHO NAS RÁDIOS




Apresentado por Sérgio Thadeu, o programa, criado por seu pai em setembro de 1985, é uma verdadeira celebração ao Choro, buscando sempre apresentar novidades ou resgatar clássicos do fundo do baú. Um verdadeiro banquete pra quem gosta do ótimo Choro! Vai ao ar todos os domingos das 7 às 9h00




Contato: Sérgio Tadeu




domingonoclube@gmail.com


=


APERIPÊ FM - Programa Choros e Canções,




Apresentado por Ricardo Gama, o programa choros e canções vai ao ar na Aperipê FM sempre às 18h, de segunda à sexta.





Contato: chorosecancoes@aperipe.se.gov.br


==


Cabedal apresenta





==





==


Tio Maneco 
apresenta





Compositora e intérprete natural de Aracaju/SE. De voz por vezes suave, por vezes à moda dos costumes do seu povo, executa músicas autorais e de grandes nomes brasileiros, passeando por vários gêneros musicais, especialmente a música regional, forró pé-de-serra, bossa-nova blues e samba, sempre acompanhada por excelentes músicos. Novidade no cenário musical sergipano como intérprete de canções autorais, o mesmo não se diz enquanto compositora e cantora, talentos estes deflagrado quando ainda criança. Cantava em missas, inclusive nas da Igreja São Salvador - veiculada na rádio Cultura, à época - onde seus pais foram aconselhados pelos músicos e senhoras responsáveis pela administração da igreja a matricularem-na no conservatório, por seu visível gosto e talento para a música. 

Cursou quatro a nos de piano e canto coral no Conservatório de Música de Sergipe, ao qual retornou em 2011, após seleção, para cursar percussão. Tocou órgão e regeu coros de igreja por mais de dez anos. Cantou por cerca de onze anos no grupo vocal Nós e Voz, sob a regência do maestro José Carlos Tourinho. Tocou e cantou profissionalmente em eventos diversos. Fundou e regeu por um ano o coral "Vozes da Esperança", formado por terceirizados da Justiça Federal de Sergipe". Suas composições conquistaram classificações em dois festivais de Música Cristã – FEMUC, na década de 1990, três festivais de música Sescanção (2004, 2009 e 2011) e três da Associação das Rádios Públicas – Arpub/Aperipê (2009, 2010 e 2011), de um total de dez festivais nos quais se inscreveu. 

Cursou bateria no CAM-Centro de Aprendizagem Musical, por seis meses. Participou de diversas oficinas de música, técnica vocal e teatro. É, ainda, idealizadora e integrante da Trupe Brinquedolê, atualmente apresentando o espetáculo “Fábrica de Alegria”, musical com canções infantis de sua autoria e de domínio público. Suas influências vão de Marcos Valle (especialmente a trilha do Vila Sésamo), Chico Buarque (especialmente Saltimbancos), Jovem Guarda, Beatles, Pink Floid, Luiz Gonzaga, Nelson Gonçalves, Beethoven, Mozart, Lizt, Vivaldi, Rolando Boldrin, a Pato Fu, Renato Teixeira, carimbó, blues, bossa, samba de raiz, Karina Buhr, Patrícia Polayne. Também é mãe, artista plástica, psicóloga, design de interiores, especialista em Gestão e Políticas Públicas, além de funcionária pública. 

06/04

R$7



==







Show de lançamento do CD Corte Costura de Tatiana Cobbett e Marcoliva



Corte Costura - O disco

Corte Costura é o quarto disco na carreira do duo Tatiana Cobbett e Marcoliva.
O trabalho buscou arranjos especiais para cordas, base da formação da dupla
- voz e violão. Nestes 13 anos de trabalho, eminentemente autoral, Tatiana
Cobbett e Marcoliva renovaram seu estilo já conhecido pela atitude cênica,
forte pegada poética e livremente passeiam por variadas vertentes e ritmos da
música brasileira, passando pelo jazz, world Music e música étnica.
O disco foi o primeiro a ser gravado no formato de oficina, no estúdio Oficina
Art, do músico e compositor Alegre Corrêa. Durante quatro dias, o estúdio
foi compartilhado com diversos músicos especialistas em cordas, entre
eles, Carlinhos Antunes, Leandro Fortes, Alegre Corrêa, Rafael Calegari,
Felipe Coelho, Guinha Ramires e Gabriel Vieira. Ao final, o trabalho contou
com a instrumentação de violão de nylon, violão de aço, guitarra, cuatro
venezuelano, cora, contrabaixo, violino e vozes. Além dos instrumentistas
presentes, o duo coloca em seu disco novamente a presença do artista plástico
e compositor sergipano Joubert Moraes, com a música Atalaia.
Para a prensagem e o lançamento do disco, o trabalho contou com o apoio do
seu público através da plataforma virtual de financiamento coletivo catarse.me.
Durante esse período foram adicionadas mais duas faixas ao disco: Isso ou
Aquilo e Fado (gravada ao vivo no espetáculo ATRETA no Teatro Álvaro de
Carvalho, Florianópolis), fechando com 10 faixas exclusivamente autorais. O
trabalho conta com a mixagem e
masterização de Gabriel Vieira.

SERVIÇO



Onde: Café da Gente no Museu da Gente Sergipana – Av. Ivo do Prado,
398 – Centro
Quando: 06 e 07 de abril de 2013 (sábado e domingo)
Horário: 19h
Participação dos compositores e músicos Pedro Loch (violão nylon)
e Gabriel Vieira (violino) e do compositor e cantor sergipano Joubert
Moraes
Apoio cultural: Café da Gente, Museu da Gente Sergipana, Gráfica J
Andrade, Real Classic Hotel
Produção local: Tanit Bezerra



== 


Domingo, 7







07 de abril (domingo)
Espetáculo circense
Local: Praça da Juventude (conj. Augusto Franco)
Horários: 16h e 20h

Espetáculo: Sorria, Flor do Dia
Cia. Risos e Lágrimas (SE)
Local: Teatro Lourival Batista / 16h

Espetáculo: O Vômito
Grupo A Tua Lona (SE)
Local e horário: Teatro Lourival Batista / 20h


==


Segunda, 08




::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::



Exposições em Aracaju



na Galeria Jenner Augusto



:::::::::::::::::::::::::::::::



XXII SALÃO DOS NOVOS/2013 - GALERIA ÁLVARO SANTOS


Exposição Coletiva  XXII  “Salão dos Novos”.

Luiz Adelmo Diretor da Galeria de Arte Álvaro Santos, convida a todos
para a Exposição Coletiva XXII Salão dos Novos".


PERÍODO DE VISITAÇÃO:  até 20 de abril das 8:00 horas às

18:00 horas e sábado das 9 horas às 13 horas.

LOCAL: Galeria de Arte Álvaro Santos, Praça Olímpio Campos, s/n,
Centro - Aracaju/SE – Tel: 3179-1308




:::::::::::::::::::::::::   :::::::::::::::::::::::::::



Poe-mails ou poemeio


Este livro nasceu da mesma forma que os poemas que lhe dão corpo e alma: do acaso do olhar encontrar e tentar registrar o belo com essa máquina de fotografar sentimento que é a linguagem. Utilizei como processo de escrita não ter um processo de escrita. O norte maior foi sempre o sentir dessa relação com a provocante Beleza, onde quer que Ela  se manifestasse: numa palavra ou comentário, numa pintura ou foto, numa   música, no silêncio ou até mesmo no vazio pós tudo. Foi escrito entre os anos de 2007 e 2010, utilizando como suporte o meio ambiente digital.


LEIA MAIS AQUI]



[AQUI, entrevista concedida ao jornalista Rian Santos em seu blog Spleen e Charutos,sobre o livro 'poe-mails' 



O livro está registrado sob licença Creative Commons 3.0. Significa que ele pode ser copiado e distribuído desde que sem finalidade comercial. Além disso pode ser modificado e redistribuído.

Saiba mais em http://creativecommons.org/licenses/by-nc-sa/3.0/br/legalcode

:::::::::::::::::::::::::::::::






Manifesto - MANIFESTA!!!


MANIFESTO, MANIFESTA! (VAMOS COMPARTILHAR!!)

A hora é agora - entretenimento, educação, transparência e investimento em Sergipe.

E se fosse investido, na cultura sergipana, metade dos chachês pagos a artistas nacionais? O que mudaria na realidade local?

O Governo do Estado e a Prefeitura de Aracaju perpetuam uma relação de subserviência, jogando pelo ralo, verbas que serviriam para fomentar a cadeia produtiva local, permitindo às bandas e artistas sergipanos multiplicarem a sua produção.

Quando um artista nacional leva R$ 200 mil em cachê, além de todos os gastos com passagens aéreas, estada e alimentação, subtrai essa mesma quantia aos trabalhadores da cultura local, contribuindo para a escassez de recursos destinados à produção de novos álbuns, videoclipes, cenários, figurinos, divulgação, produção, que colocaria os artistas locais no mesmo patamar dos demais estados.

Enquanto se paga R$ 200 mil a um artista nacional, ao artista local, é imposto cachê que não chega a 10% disso. Uma discrepância absurda e injustificável. O suor do sergipano vale tanto quanto o de qualquer outro. Não há razão para nossos talentos receberem 20 vezes menos do que é pago a artistas de outros estados.

Importa muito esse dinheiro, sim, pois ele vai circular na nossa economia, remunerando o comércio especializado, os estúdios, fotógrafos, designers gráficos, profissionais da comunicação, músicos, técnicos e toda uma gama de profissionais que, hoje, fazem de Sergipe um estado com rica cena artística.

O cidadão, no encantamento pelos grandes nomes da música, deixa de perceber - até mesmo pela obscuridade que ronda as contratações - que temos gasto milhões de reais para sustentar esse tratamento desigual.

A hora é agora. O Serigy All Stars caminha de mãos dadas com outros coletivos e movimentos sociais, formais ou não, para estabelecer uma relação mais imediata com os demais cidadãos e se posicionar diante das políticas públicas vigentes e em fase de implementação. Já não nos conformamos com avanços pontuais, promovidos pelas últimas administrações, que protelaram a revolução anunciada, terminando por referendar a desigualdade.

A hora é agora. Hora de buscar o compromisso com os investimentos locais; hora de reduzir a quantidade desses grandes shows; hora de repensar valores de cachês pagos em festas públicas; hora de publicar com transparência os dinheiros pagos a cada artista, cada banda, cada empresa de produção. Hora de inserir o cidadão comum no benefício direto que a arte do seu lugar pode e deve lhe proporcionar. O cidadão tem o direito de ser informado dos valores de cachês de cada atração em todas as festas onde houver investimento público.

Hora de serem criados critérios para seleção e contratação desses artistas/bandas nacionais - assim como os locais -, dentro da lei, garantindo que haja rodízio, diversificação e valorização dos trabalhos que, promovendo o entretenimento, tenham também compromisso com o enriquecimento da arte aqui feita, para o bem e o fortalecimento da educação e da nossa identidade.

O grupo Serigy All Stars é o encontro de artistas que, a partir do lançamento de uma coletânea, vem se empenhando em discutir e propor uma atuação mais viva e vigorosa da música aqui produzida.

Esse coletivo de artistas que hoje se dirige à nossa população e pede seu apoio conta com nomes reconhecidos por crítica e público em Sergipe e inúmeros estados do País. Tendo vários discos gravados, prêmios recebidos, elogios públicos em grandes jornais e revistas do Brasil.

Nomes como The Baggios, Alapada, Patrícia Polayne, Naurêa, Elvis Boamorte e os Boavidas, Maria Scombona, Joésia Ramos, Ferraro Trio, Cataluzes, Reação, Cabedal, Snooze e muitos outros que, com sua música, levam o nome de Sergipe mundo afora, mostrando que nosso estado vive um momento histórico.

Estamos unidos e conscientes da necessidade de mudanças, começando pela transparência na escolha e remuneração de todos os contratados para as nossas festas públicas. Buscaremos incansavelmente a nossa imprensa, panfletaremos, publicaremos na internet nossas manifestações, até obtermos dos nossos gestores o compromisso de investimento com responsabilidade e coragem na produção artística do nosso estado.

Enquanto isso, continuaremos cantando para a população, pois, se é nela que nos inspiramos para fazer nossa arte, é a ela que devemos a entrega de tudo que construímos, em forma de música.

Parabéns, Aracaju.

Serigy All Stars



Um agradecimento dos Serigy All-Stars a todos que fizeram e compareceram ao "Manifesta"!
Foto: CARTA DE AGRADECIMENTOS

O Manifesta, com o qual o coletivo Serigy All Stars juntamente com outros coletivos e o público, brindamos o aniversário da nossa cidade no último dia 16 de março, foi um incontestável sucesso!

Agradecemos antes de tudo aos presentes, que responderam positivamente ao nosso convite e acompanharam a ‘vibe’, transformando em mágica um momento histórico da cena musical sergipana.

Elementar é dizer que o show não aconteceria sem o público que encheu aquele espaço; no entanto, indescritível foi a energia, a permuta voltaica, o calor humano ali presentes, valorizando cada gota de suor derramado pra cada acorde soado, cada CD vendido, cada detalhe trazido a mão-de-obra com ultra-esforço, contornando os boicotes e sabotagens, pra edificar aquele momento inesquecível.

Vocês são nossos amores!

Gratos como irmãos somos também aos coletivos e amigos que apoiaram e ajudaram a fazer acontecer o Manifesta, trazendo contribuições substanciais, sem as quais não atingiríamos o mesmo resultado final. Foram eles, os coletivos Stultífera Navis de teatro, Azedume de áudio visual, Marcelinho Hora (MH) e Snapic Fotografia, Casa Rua da Cultura, Ciclo Urbano de ciclismo, SUP Amigos de Stand Up Paddle, além da presença da galera do Skate.

Gratos a cada músico que se ofereceu pra tocar e aos demais artistas participantes que abrilhantaram com suas intervenções o nosso evento. Cada um teve crucial importância para êxito alcançado.

Nosso reconhecimento a Jorge - nome forte! - da JR Sonorização, que fez uma sonorização de primeira qualidade, permitindo shows memoráveis e elogios de reconhecimento do público.

Nos esforçamos para realizar um evento colaborativo, onde o fio condutor é uma mobilização independente, apartidária, unida em prol único de fortalecer nossa arte, elevando a moral e autoestima dos sergipanos, sem abominar, entretanto, qualquer expressão de cultura exterior de espontânea manifestação.

Somos donos do nosso nome, somos de sangue Serigy, ninguém estará por nós além do espírito de nossas ideias. E a coisa não para por aqui.

Estamos seguindo nosso rumo já empenhados em novas realizações. Estaremos em rádios, jornais, TVs, nos espaços, nas ruas. Você nos verá em diversas oportunidades com nossos CDs e nossos instrumentos. E as ideias não param por aí.

Que venha o Manifesta 2! Contaremos mais uma vez com todos vocês e outros tantos para espraiar nossa música por todos os cantos!

Até breve.

Serigy All Stars



CURTAM A PÁGINA DO SERIGY ALL STARS!!!!


http://www.facebook.com/photo.php?fbid=143356762503699&set=a.136793913159984.1073741828.136109696561739&type=1&theater
CARTA DE AGRADECIMENTOS

O Manifesta, com o qual o coletivo Serigy All Stars juntamente com outros coletivos e o público, brindamos o aniversário da nossa cidade no último dia 16 de março, foi um incontestável sucesso!

Agradecemos antes de tudo aos presentes, que responderam positivamente ao nosso convite e acompanharam a ‘vibe’, transformando em mágica um momento histórico da cena musical sergipana.

Elementar é dizer que o show não aconteceria sem o público que encheu aquele espaço; no entanto, indescritível foi a energia, a permuta voltaica, o calor humano ali presentes, valorizando cada gota de suor derramado pra cada acorde soado, cada CD vendido, cada detalhe trazido a mão-de-obra com ultra-esforço, contornando os boicotes e sabotagens, pra edificar aquele momento inesquecível.

Vocês são nossos amores!

Gratos como irmãos somos também aos coletivos e amigos que apoiaram e ajudaram a fazer acontecer o Manifesta, trazendo contribuições substanciais, sem as quais não atingiríamos o mesmo resultado final. Foram eles, os coletivos Stultífera Navis de teatro, Azedume de áudio visual, Marcelinho Hora (MH) e Snapic Fotografia, Casa Rua da Cultura, Ciclo Urbano de ciclismo, SUP Amigos de Stand Up Paddle, além da presença da galera do Skate.

Gratos a cada músico que se ofereceu pra tocar e aos demais artistas participantes que abrilhantaram com suas intervenções o nosso evento. Cada um teve crucial importância para êxito alcançado.

Nosso reconhecimento a Jorge - nome forte! - da JR Sonorização, que fez uma sonorização de primeira qualidade, permitindo shows memoráveis e elogios de reconhecimento do público.

Nos esforçamos para realizar um evento colaborativo, onde o fio condutor é uma mobilização independente, apartidária, unida em prol único de fortalecer nossa arte, elevando a moral e autoestima dos sergipanos, sem abominar, entretanto, qualquer expressão de cultura exterior de espontânea manifestação.

Somos donos do nosso nome, somos de sangue Serigy, ninguém estará por nós além do espírito de nossas ideias. E a coisa não para por aqui.

Estamos seguindo nosso rumo já empenhados em novas realizações. Estaremos em rádios, jornais, TVs, nos espaços, nas ruas. Você nos verá em diversas oportunidades com nossos CDs e nossos instrumentos. E as ideias não param por aí.

Que venha o Manifesta 2! Contaremos mais uma vez com todos vocês e outros tantos para espraiar nossa música por todos os cantos!

Até breve.

Serigy All Stars



CURTAM A PÁGINA DO SERIGY ALL STARS!!!!


http://www.facebook.com/photo.php?fbid=143356762503699&set=a.136793913159984.1073741828.136109696561739&type=1&theater


:::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

Nenhum comentário:

Postar um comentário