25 de novembro de 2014

Arte e Cultura em Aracaju, de 26 a 30 de novembro de 2014

poesia

de Eduardo Galeano

Os ninguéns 

“As pulgas sonham em comprar um cão, e os ninguéns com deixar a pobreza, que em algum dia mágico de sorte chova a boa sorte a cântaros; mas a boa sorte não chova ontem, nem hoje, nem amanhã, nem nunca, nem uma chuvinha cai do céu da boa sorte, por mais que os ninguéns a chamem e mesmo que a mão esquerda coce, ou se levantem com o pé direito, ou comecem o ano mudando de vassoura.
Os ninguéns: os filhos de ninguém, os dono de nada.
Os ninguéns: os nenhuns, correndo soltos, morrendo a vida, fodidos e mal pagos:
Que não são embora sejam.
Que não falam idiomas, falam dialetos.
Que não praticam religiões, praticam superstições.
Que não fazem arte, fazem artesanato.
Que não são seres humanos, são recursos humanos.
Que não tem cultura, têm folclore.
Que não têm cara, têm braços.
Que não têm nome, têm número.
Que não aparecem na história universal, aparecem nas páginas policiais da imprensa local.
Os ninguéns, que custam menos do que a bala que os mata.”

--



==


FILME

JOSUÉ DE CASTRO - CIDADÃO DO MUNDO




==

FOTO
modelo: Rita Romão - foto: André Teixeira


. Q  U  A  R  T  A  - 26 .





lançamento 
no 
MUSEU DA GENTE SERGIPANA


Amanhã às 19h será lançado o "Catálogo de produtos da Renda Irlandesa de Sergipe" no Museu da Gente Sergipana.

Fotografias de Melissa Warwick


==





Série Mangabeiras - Orquestra Sinfônica de Sergipe e Coro Sinfônico
Teatro Tobias Barreto, 26 de novembro, quarta-feira, 20h30

James Bertisch, regente convidado e arranjos
Banda Sargento Mostarda
Coro Sinfônico da Orsse
Daniel Freire, regente

Yesterday
Eleanor Rigby
She’s Leaving Home
Sgt. Peppers Lonely Hearts Club Band
I am the Walrus
The Fool on the Hill
Glass Onion
Magical Mystery Tour
Strawberry Fields Forever
Martha, my dear
Here Comes the Sun
All you need is love
The long and the winding road
Good night
Golden Slumbers

Realização: Secult/SE e Instituto Banese
Patrocínio: Banco Banese
Ingressos: R$20/10 (inteira/meia)
Informações: sinfonica.sergipe@gmail.com



==


Todas as quartas tem 

CLUBE do JAZZ

Das 20 às 22h na Aperipê FM 104.9


Há sete anos apresentando as novidades do jazz e da música instrumental nacional e internacional, além dos eternos clássicos, as divas e gênios de um dos gêneros que mais influenciou os outros gêneros musicais.

Apresentação e produção de André Teixeira

Acesse o blog do Programa Clube do Jazz:
http://programaclubedojazz.wordpress.com/
por Ernesto Seidl

Via internet pelo site


==


Oakhill apresenta

JAM BRASIL COM LINA SOUSA


No mês de novembro a JAM BRASIL COM LINA SOUSA apresenta Noel Rosa com as participações já confirmadas de Palena Montalieur (convidada), Lenora Melo, Simone Rigo, Gwendolyn Thompson, Lúcio Prado e Laércio Batista. O objetivo da JAM BRASIL é agregar músicos, cantoras e cantores nessa noite para exaltarmos a música brasileira.

É só chegar e tocar.

Direção musical: Lina Sousa
Produção executiva: Dani DutraTaina Sousa e Edson Figueiredo
Imagem: pintura de Roybal


.  Q  U  I  N  T  A  -  27  .



CINEMA

Confira a programação do Cine Vitória em 




==


em Aracajude 27 de novembro a 3 de dezembro

9ª Mostra Cinema e Direitos Humanos no Hemisfério Sul/Aracaju



Em Aracaju, as sessões acontecem gratuitamente entre os dias 27 de novembro a 3 de dezembro, no Museu da Gente Sergipana. 

Inspirada nos 50 anos do golpe civil-militar, a 9ª Mostra Cinema e Direitos Humanos no Hemisfério Sul será realizada de 3 de novembro a 20 de dezembro nas 26 capitais e no Distrito Federal, e em 1.000 pontos culturais fora das capitais urbanas entre janeiro e março de 2015. O evento traz também outros debates acerca dos direitos humanos, com filmes que abordam temas como população LGBT e enfrentamento da homofobia, questões culturais e territoriais da população indígena, direitos da pessoa com deficiência, entre outros. As sessões serão: “Mostra Competitiva”, “Mostra Memória e Verdade”, “Mostra Homenagem Lúcia Murat” e “Sessão Inventar com a Diferença”.

Com entrada franca, a 9ª Mostra exibe ao todo 41 filmes, todos com sistema closed caption e sessões que incluem audiodescrição, voltadas para pessoas com deficiência visual. A realização é da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República (SDH/PR), em parceria com o Ministério da Cultura (MinC) e a Universidade Federal Fluminense (UFF), com o apoio da Empresa Brasil de Comunicação (EBC) e Fundação Euclides da Cunha, além do patrocínio da Petrobras e do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

Capacidade do Museu da Gente Sergipana: 100 lugares

Programação completa: http://www.mostracinemaedireitoshumanos.sdh.gov.br/2014/pt/?q=cidade%2Faracaju-se

Página no facebook: https://www.facebook.com/pages/Mostra-Cinema-e-Direitos-Humanos-no-Hemisfério-SulAracaju/524795297545840?fref=ts



==













.  S  E  X  T  A  -  28  .


TEATRO

10ª TEMPORADA NA CASA RUA DA CULTURA


A Casa Rua da Cultura vai iniciar a 10° edição do Projeto Temporada que vai de 5 de setembro à 30 de novembro. São cinco espetáculos sendo apresentados de sexta à domingo durante três meses. Apenas o espetáculo Piano e pedras em tempo de guerra estreará no dia 14 de setembro. Os ingressos custam R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia). Informações pelo (79) 3021-6580.


ESPETÁCULOS:

A Lição Todas as sextas-feiras às 20h

Sinopse: A montagem de um dos mais importantes clássicos do Teatro do Absurdo pela Cia. de Teatro StultiferaNavis tem como foco principal a disputa do poder em cana. A informação, a juventude e a força do proletariado de encontram nesta história onde os relacionamentos dos personagens mudam a partir das suas necessidades. Aluna, professor e governanta se revezam em momentos de sedução a repulsa levando-os a um desfecho surpreendente.

Senhora Dos Restos (Monólogo) - Todas as sextas-feiras às 21h

Sinopse: Dos Restos do Mercado Municipal sobrevive uma velha, conhecida como Senhora dos Restos. Abandonada há anos, ela tem se tornado atração da cidade por ser a única que consegue ver a cidade com lucidez. A Senhora dos Restos é a representação viva da miséria, do abandono, da marginalização. É a porta-voz dos despossuídos, que questiona o crime, o amor, a vida. Através de sua história somos guiados para um mundo desconhecido, o mundo dos miseráveis, que são privados de qualquer e todo tipo de direito. A Senhora dos Restos nos leva a uma reflexão sobre o que é viver em sociedade, e sobre a nossa participação na forma que ela é construída, marginalizando, oprimindo, destinado pessoas aos restos.


Nó Sem Fim Todos os sábados às 19h

Sinopse: "Em uma cela de cadeia duas pessoas se encontram, um senhor pobre que acaba no mundo do crime por pura necessidade e um jovem garoto rico que acaba sendo preso por dirigir drogado. O que eles descobrem na cela é muito mais do que um simples dia na delegacia, ou uma simples coincidência. Eles tem muito mais em comum do que eles mesmos imaginam."


Cabaret Dos Insensatos Todos os sábados, às 21h

Sinopse: A concepção vem dos desconhecidos poemas de Bertolt Brecht, misturados com textos eróticos de Jean Genet. Os textos abordam a sexualidade de forma natural e desmistificada o conceito de Cabaret. Trás ao cabaret, uma concepção de cortiço e ao mesmo tempo as antigas casas de shows. O espetáculo, feito pela Cia. de Teatro StultiferaNavis, se inicia na praça, com apresentação do messie, dono do Cabaret, chamando o público para participar do evento.
Entretanto, é infernizado por um menino que quer entrar a qualquer custo no Cabaret, até que consegue driblar o messie e chama o público para entrar no espetáculo. E uma vez lá dentro, o público assiste as cenas que acontecem de forma itinerante e simultânea. O espetáculo ganhou no Prêmio Capital 2011, de melhor espetáculo, melhor ator e melhor direção.


Piano e Pedra Em Tempo De Guerra - Todos os domingos às 20h
Espetáculo cênico musical, inspirado na peça “A lira dos vinte anos”, de Paulo Cesar Coutinho.

Sinopse: Escrita em1984, o texto da peça A lira dos vinte anos, de Paulo Cesar Coutinho, retrata os idos de 1968, quando um grupo de jovens egressos do curso de história, decidem fazer a sua própria história, engajando-se na luta armada, contra o regime militar instaurado no Brasil, em 1964. São cinco jovens na faixa dos dezoito anos, sonhadores e idealistas, oriundos de classe média e alta que, inconformados com os rumos que o nosso país estava tomando, decidem entrar na guerrilha, lutando por um país mais justo para o povo, enfrentando os militares num momento complicado da história do nosso país, no ano em que o então presidente da república, fecha o congresso nacional e transforma o governo totalitarista, centralizando o poder, com o apoio dos militares que perseguia, prendia, torturava, exilava e matava, que se posicionasse contra a situação.


==

AGENDA do CHORO 
 Aracaju

Projeto Movimento do Choro Sergipano

no Café da Gente



Renovação do Choro

e no 

Bar Chorinho do Inácio

sábados e domingos, 16 às 21h00

ONDE: Rua Canadá, 343 - B. Novo Paraíso (é uma transversal da Rua Rio Grande do Sul, próximo à COHIDRO).


Contato: Inácio 79 9136-1803      

Couvert R$ 5,00


=


Regional Recanto do Chorinho




LOCAL:
Bar Recanto do Chorinho

Chorinho aos sábados e domingos

Sábado -- 15 às 18h

Domingos -- das 17 às 20h00 (PONTUALMENTE) Das 20h30 até 00h00 tem o som da Lenny Hall - música romântica)

Além da boa música, a casa serve bebidas, refeições e petiscos para todos os gostos. Fica localizado no Parque da Cidade. Veja algumas fotos do Parque.

Convert R$ 10,00


==


. C H O R O
 no 
R Á D I O .


APERIPÊ AM




Apresentado por Sérgio Thadeu, o programa, criado por seu pai em setembro de 1985, é uma verdadeira celebração ao Choro, buscando sempre apresentar novidades ou resgatar clássicos do fundo do baú. Um verdadeiro banquete pra quem gosta do ótimo Choro! Vai ao ar todos os domingos das 7 às 9h00, Transmitindo pela sintonia da Aperipê AM 630 e pela internet no site  http://www.ideastek.net/aperipeam/



Contato: Sérgio Tadeu



domingonoclube@gmail.com


=


APERIPÊ FM - Programa Choros e Canções: Apresentado por Ricardo Gama, o programa Choros e Canções vai ao ar na Aperipê FM sempre às 18h00, de segunda à sexta. 

CHORINHO AO VIVO quinzenalmente no programa!


Uma novidade no Choros e Canções é a transmissão ao vivo do quadro quinzenal RODA de CHORO, com o grupo Brasileiríssimo se apresentando ao vivo!


Transmitindo pela sintonia 104,9 e pela internet no site http://www.ideastek.net/aperipefm/





Contato: chorosecancoes@aperipe.se.gov.br


==

Clássicos ao piano com Manuel Vieira Jr.


Nesta sexta tem Manoel Vieira Junior tocando clássicos em seu piano no Armazem Bacco.

Couvert Artistico - R$ 6,00



. S Á B A D O - 29 .









. D O M I N G O - 30 .



:::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::



PRÓXIMAS ATIVIDADES


EXPOSIÇÕES 
em 
CARTAZ












Todos estão convidados para a abertura da exposição Performance da Dor que acontece dia 07/11 às 19h na Galeria de arte do Sesc Centro, Rua Dom José Thomaz, 235, Bairro São José.



==



ISMAEL PEREIRA HOMENAGEIA ZÉ PEIXE EM EXPOSIÇÃO NA SEMEAR

A Sociedade Semear e a Petrobras apresentam a exposição “Exaltação a Zé Peixe”, do artista Ismael Pereira, que será aberta na próxima quinta-feira (06/11), na Galeria Jenner Augusto, a partir das 19h30. A exposição conta com 25 obras, entre cerâmicas e quadros, que vão homenagear um dos sergipanos mais notórios de todos os tempos, “Zé Peixe”.
Nascido em Aracaju, José Martins Ribeiro Nunes, mais conhecido como Zé Peixe, por muitos anos atuou conduzindo embarcações que entravam e saíam de Aracaju, pelo Rio Sergipe. O inusitado, em sua tarefa, se devia ao fato de não necessitar de embarcação de apoio para transportá-lo até o navio. Quando havia um navio necessitando entrar na barra do Rio Sergipe, ele nadava até o navio. Da mesma forma após conduzir o navio até fora da barra ele saltava e voltava para a terra nadando. Algumas vezes ele saia em uma embarcação e nadava até uma boia que sinalizava o acesso a barra de Aracaju onde aguardava as embarcações que necessitavam de seus serviços para entrar na barra. Foi agraciado com diversos prêmios e homenagens e faleceu em abril de 2012, aos 85 anos.
“Exaltação a Zé Peixe” ficará em cartaz até o dia 28 de novembro. As visitam podem ser feitas de segunda à sexta no horário comercial. Entrada gratuita.
________________________________
Enviado por: Thiago Ismerim
Jornalista Diplomado (DRT/SE 1021) Assessoria de Comunicação da Semear
(79) 3022-2052 / 9900-4785 - www.sociedadesemear.org.br



==


exposição

Nesta exposição, o artista parte de uma experiência pessoal de sua ida a São Paulo e seu retorno, quase 03 anos depois a sua cidade natal. O processo de deslocamento e interação em uma realidade social e cultural diferente, o estranhamento e todos os aspectos e principalmente a intensificação do entender-se enquanto “nordestino” pautam os conflitos e as relações que enfrentou ali.

Proibido Cochilar” é marcada por uma continuidade no seu processo poético de produção, no entanto, com características que certamente destoará do aspecto formal até então conhecido por seu público, uma vez que Alan Adi trabalha majoritariamente aqui, sua poética visual em pinturas a óleo, sem deixar de executar em vídeo arte e instalações, estas expressões que o destacaram em exposições como a que lhe consagrou com o premio EDP nas artes do Instituto Tomie Ohtake além da mostra XVII Unifor Plástica onde os curadores Paulo Herkenhoff e Marcelo Campos escolheram entre os 30 artistas, bispo do rosário, Marepe e Thiago Martins de Melo, só pra citar alguns.


“Esta experiência de cunho pessoal levou o artista a articular este sentimento a uma dimensão mais ampla, onde por uma série de fatores o fizeram encontrar e dialogar com referências análogas que de forma massiva e persistente praticamente cruzaram o cominho de Alan Adi, seja de forma consciente ou inconsciente trouxe todo o acervo do cancioneiro popular da década de 1970 como Belchior, Ednardo, Amelinha, trio nordestino e os três do nordeste para citar alguns. Foi a partir da estética visual dos elepês, das narrativas de saudade e de vivencias do nordestino no sudeste que Alan Adi construiu a narrativa desta exposição como o mote “é proibido cochilar” fazendo uma clara referencia ao nordestino operário (da arte, musica ou qualquer labor) no cotidiano da cidade Grande do sudeste”, comenta o curador Ivan Masafret.

A exposição ficará aberta até o dia 26 de outubro.


SERVIÇO:

O QUE: Exposição É PROIBIDO COCHILAR

QUANDO: Abertura dia 23 Setembro 2014, a partir das 19h30 - até 26 de outubro

ONDE: Galeria Jenner Augusto, Sociedade Semear - Av Vila Cristina, 148, bairro São José

QUANTO: Entrada livre



==




Você já baixou o CD daA BANDA DOS CORAÇÕES PARTIDOS
?


Mais do que recomendado. BAIXE AQUI







==





POESIA


Poe-mails ou poemeio




O livro está registrado sob licença Creative Commons 3.0. Significa que ele pode ser copiado e distribuído desde que sem finalidade comercial. Além disso pode ser modificado e redistribuído.

Saiba mais em http://creativecommons.org/licenses/by-nc-sa/3.0/br/legalcode

:::::::::::::::::::::::::::::::


Discos de vinil, cd, dvd, hqs e livros
na

Nenhum comentário:

Postar um comentário