17 de setembro de 2015

Arte e Cultura em Aracaju, de 17 a 21 de setembro de 2015

poesia


de Orides Fontela


O equilibrista

Essencialmente equilíbrio:
nem máximo nem mínimo.

Caminho determinado
movimentos precisos sempre
medo controlado máscara
de serenidade difícil.

Atenção dirigida olhar reto
pés sobre o fio sobre a lâmina
ser numa só idéia nítida
equilíbrio. Equilíbrio.

Acaba a prova? Só quando
o trapézio oferece o vôo
e a queda possível desafia
a precisão do corpo todo.

Acaba a prova se a aventura
inda mais aguda se mostra
mortal intensa desumana
desequilíbrio essencialmente.

Fonte: http://www.antoniomiranda.com.br/poesia_brasis/sao_paulo/orides_fontela.html

==


Discos de vinil? 




==

ATÉ O DIA 20 DE SETEMBRO ACONTECE


RUMO aos 10 ANOS - COM FESTIVIDADE!

Vem aí mais uma EDIÇÃO do nosso FESTIVAL "BLITZ CULTURAL" de 17.09 a 20.09 com apresentações de TEATRO, CIRCO, SHOW, OFICINAS, DEBATES... ACOMPANHE nossa programação e participe deste momento singular em nossa história! VENHA SER mais um PARAR, PENSAR E REFLETIR ARTE durante o período de 4 dias no conjunto habitacional Assis Chateaubriand conhecido popularmente como Conjunto BUGIO!

LOCAL DO EVENTO;
*Praça Osvaldo Mendonça - final de linha do Conjunto Bugio.
* Sede do grupo BOCA DE CENA - R. 04 n° 80 Loteamento Nova Liberdade II / Bugio
Toda Programação é GRATUITA!

Informações:
-88055883/ 98522899 / 98124458 / 91280927




PROGRAMAÇÃO CULTURAL


. QUINTA - 17 .

exposição

A trilogia que CAMILO iniciou com Desnudarte e codificou em Desejos, será finalizada em “Música Para Os Olhos”. A exposição percorrerá do traço ao ponto, chegando à construção do gestual com o musical dentro da pintura. 

Assim, as imagens serão captadas, transformadas em movimento, montadas em formatos diversos e comunicadas nos meios disponíveis. A intervenção será produzida essencialmente para a percepção complementar do público (e para o novo público), onde todos serão estimulados a sentir a sonoridade do gesto. 

O Jazz, na sonoridade das linhas, não será só musical, mas gráfico e inacabado. O observador concluirá o que resta para finalizar a obra, sendo autor também. Tudo transitará pela linguagem de rua, que invadirá a galeria.

Derivando dos tribais, do grafite dos anos oitenta ao contemporâneo (onde o tempo efêmero é apenas um suporte para a comunicação), as obras transitarão dos quadrinhos-storyboards à imagem, sendo plano, música e sequência orgânica. Tudo costurado pelo Jazz e seu improviso marcante. Será som e gesto; som e ato; ato e o que ficou do ato e música induzindo o ato (ou não).

"Música Para Os Olhos" transforma gesto e som em ação no presente!

EQUIPE
Produção Executiva: Dani Dutra
Foto e design: Alê Alcântara
Montagem: Alba Berger & Andrea Fonseca
Vídeo: Anderson Marques
Assessoria de Comunicação: Jaime Neto
Música: Ferraro Trio
Contato: (79) 8833-2698

SERVIÇO
O quê: Abertura da Exposição Música Para Os Olhos
Quando: 17/09/2015 a 09/10/2015
Onde: Galeria do Espaço Cultural Yazigi
Horário: 19:30
Valor: Gratuito



.  SEXTA - 18  .




Quando: 18/09, às 14hs
Onde: Casa Rua da Cultura, Praça Camerino, N. 210 (Aracaju/SE)
Quanto: Entrada Gratuita
Oque: Exibição do documentário “Ilegal: A vida não espera”, 
Debatedores:
Dayanne Figueiredo - Psicóloga
Rubens Araujo Carvalho (Médico da Família e Comunidade)
Nataly Meira - Psicóloga
Sergio Vidal - Antropólogo e presidente da Associação Multidisciplinar de Estudos sobre Maconha Medicinal

Realização: 
Associação Multidisciplinar de Estudos sobre Maconha Medicinal - AMEMM - www.amemm.org

Apoio:
Casa Rua da Cultura - http://www.casaruadacultura.com/
Conselho Regional de Psicologia - www.crp19.org.br

Sobre o filme:
ILEGAL: A vida não espera (Direção: Raphael Erichsen e Tarso Araujo)
Filme registra o movimento de mães pela legalização de remédios derivados da maconha, proibidos no Brasil. De um lado, uma menina de 5 anos com uma forma de e pilepsia rara, grave e sem cura. Do outro, uma substância derivada da maconha que acaba com as convulsões da criança. Entre as duas, uma lei que torna o tratamento impossível.
ILEGAL mostra a luta de um grupo de mães contra a burocracia e o preconceito para garantir aos seus filhos o direito à saúde, e como seu exemplo deu origem a um movimento nacional pela legalização da Cannabis medicinal.

Ficha Técnica
Brasil, 2014, 90 min, 12 anos.
Direção: Raphael Erichsen e Tarso Araújo
Co-produção: 3FilmGroup.tv e Revista Superinteressante
Produção Executiva: Clarice Laus, Raphael Erichsen, Tarso Araújo
Direção de Fotografia: Braga
Direção de Edição: Tiago Berbare
Sinopse: Ilegal conta a história de como um grupo de mães que luta para tratar seus filhos com um remédio derivado da maconha se transformou em um ícone de mobilização social.



==






==



A primeira e a segunda noite foi tempero que só. Foi tanto tempero que espalhou o cheiro, e vai ter parte três. CHEGUE PRA FESTA.

III NOITE DO TEMPERO, é mais uma homenagem à todos que já contribuíram com a campanha pra arrecadar fundos para finalização do meu primeiro Cd, "Receita do Dia", que já em fase de finalização, e precisa do seu apoio pra ser finalizado. Como ainda não atingimos os 100% da meta, a renda deste evento será revertida para a finalização do CD RECEITA DO DIA.

A noite também contará com os temperos de participações especiais, aguardem:


Veja os videos do processo de gravação:
https://www.youtube.com/watch?v=ZEH4xNoftGA
https://www.youtube.com/watch?v=ucAZKvV00HU
https://www.youtube.com/wa... Ver mais


==


AGENDA do CHORO 
 Aracaju


Projeto Movimento do Choro Sergipano

no Café da Gente


Vamos que vamos!!! 

Endereço: Av. Ivo do Prado 398 (Anexo ao Museu da Gente Sergipana) 

Informações: (79) 3246-3186 ou 9974-2253.


==


Renovação do Choro

e no 

Bar Chorinho do Inácio

sábados e domingos, 16 às 21h00

ONDE: Rua Canadá, 343 - B. Novo Paraíso (é uma transversal da Rua Rio Grande do Sul, próximo à COHIDRO).


Contato: Inácio 79 9136-1803      

Couvert R$ 5,00


=


Regional Recanto do Chorinho




LOCAL:
Bar Recanto do Chorinho

Chorinho aos sábados e domingos

Sábado -- 15 às 18h

Domingos -- das 17 às 20h00 (PONTUALMENTE) Das 20h30 até 00h00 tem o som da Lenny Hall - música romântica)

Além da boa música, a casa serve bebidas, refeições e petiscos para todos os gostos. Fica localizado no Parque da Cidade. Veja algumas fotos do Parque.

Convert R$ 10,00


==


. C H O R O
 no 
R Á D I O .


APERIPÊ AM




Apresentado por Sérgio Thadeu, o programa, criado por seu pai em setembro de 1985, é uma verdadeira celebração ao Choro, buscando sempre apresentar novidades ou resgatar clássicos do fundo do baú. Um verdadeiro banquete pra quem gosta do ótimo Choro! Vai ao ar todos os domingos das 7 às 9h00, Transmitindo pela sintonia da Aperipê AM 630 e pela internet no site  http://www.ideastek.net/aperipeam/



Contato: Sérgio Tadeu



domingonoclube@gmail.com


=


APERIPÊ FM - Programa Choros e Canções: Apresentado por Ricardo Gama, o programa Choros e Canções vai ao ar na Aperipê FM sempre às 18h00, de segunda à sexta. 

CHORINHO AO VIVO quinzenalmente no programa!


Uma novidade no Choros e Canções é a transmissão ao vivo do quadro quinzenal RODA de CHORO, com o grupo Brasileiríssimo se apresentando ao vivo!


Transmitindo pela sintonia 104,9 e pela internet no site http://www.ideastek.net/aperipefm/





Contato: chorosecancoes@aperipe.se.gov.br


==

. S Á B A D O - 19 .



SHOW 19/09
Pela primeira vez em Aracaju, a Orquestra Contemporânea de Olinda apresenta #BOMFIM, seu mais novo CD. Novo trabalho da big band olindense é dançante, envolvente e cosmopolita. O lançamento oficial na capital sergipana acontece no dia 19 de setembro (sábado), às 19h, na Reciclaria – Casa de Artes. O valor da entrada é R$ 20. A abertura da apresentação fica por conta da cantora SandyAlê. Os ingressos já estão disponíveis para compra no https://goo.gl/ko6V5Y e chegam nas lojas Colomy -Aracaju e na Yellow Multimarcas na sexta-feira (11/09).

“BOMFIM” é um disco que poderia chamar-se Guadalupe, Cariri, Bonsucesso, Maruim...Toda Olinda lá e baixo, às margens do sítio histórico, descreveria bem a essência do terceiro álbum de carreira da Orquestra Contemporânea de Olinda (OCO). Neste trabalho, a banda que desde 2008 trilha um caminho crescente no cenário da música brasileira, volta confortável para casa. O bom fim de um ciclo criativo para um recomeço, com tudo de melhor que a palavra traz. Retorno ao que Olinda tem de mais rico: os moradores, os candomblés e seus afoxés, os cocos de umbigada, do Pneu e da Xambá. As loas de maracatu da Tabajara. As figuras fantásticas em um carnaval reconhecido no mundo todo. Os sete músicos pernambucanos, de performance sempre surpreendente no palco, vivem, se alimentam dessa Olinda transbordante de arte e autorreferências, ao mesmo tempo cosmopolita, transitando lado a lado com o que vem de fora.

Dessa mistura de tradições e influências, Gilú Amaral (percussão), Rapha B (bateria), Hugo Gila (baixo), Juliano Holanda (guitarra), Tiné e Maciel Salú (vocais), e ainda um dos mais expressivos saxofonistas do país, o Maestro Ivan do Espírito Santo, unem-se a um trio de metais (trompete, trombone e tuba) vindo do Grêmio Musical Henrique Dias, primeira escola profissionalizante de frevo de Olinda. Após oito anos de estrada, a Orquestra Contemporânea de Olinda nunca se sentiu tão ela, tão segura do seu lugar e da força da música que faz e carrega.

SERVIÇO:
Orquestra Contemporânea de Olinda – Show de lançamento do álbum “BOMFIM” em Aracaju
Show de abertura: SandyAlê
Quando: 19 de setembro (sábado), às 19h
Onde: Reciclaria - Casa de Artes (Avenida José Menezes Prudente, 97, Aeroporto - Aracaju)
Quanto: R$ 20*
Outras informações: http://orquestraolinda.com.br/
Ingressos: https://goo.gl/ko6V5Y


==


Bistrô do Artista
Av Cecilia Meireles 456 Inácio Barbosa, 49040110 Aracaju, Brasil


==



. DOMINGO - 20 .



==




PROGRAME-SE...



==



E em OUTUBRO




--





--




Sábado, das 8h às 13h - dias 03, 10, 17 e 24 de outubro de 2015
Local: Auditório da Unidade Centro
Rua Senador Rollemberg, 301, São José
Comerciário e dependente: R$ 90,00
Conveniado: R$ 100,00
Usuário: R$ 110,00

==

EXPOSIÇÕES

Até 25 de outubro



--



Até 20 de outubro

MOSTRA NORDESTE DE ARTES VISUAIS



A contribuição para a circulação da produção em Artes Visuais no Nordeste e a busca pelo caráter questionador das expressões artísticas impulsionaram o nascimento da Mostra Nordeste de Artes Visuais. A exposição tem a curadoria do professor do Mestrado em Artes Visuais da UFPE e UFPB José Rufino. A iniciativa traz em seus objetivos o intercâmbio cultural entre artistas, público e entidades voltadas ao setor.
De acordo com José Rufino, o elo que une os nomes selecionados é um paradoxo artístico: eles possuem em comum o fato de serem nordestinos, ao mesmo tempo em que suas produções não se limitam às questões regionais. “A mostra possui um direcionamento semelhante ao ambiente globalizado em que vivemos. Comparando com as décadas anteriores, possuímos um cenário mais prolífico graças à tecnologia atual, que permitiu uma maior interação entre artistas, público e pesquisadores.”, afirma.

Outro critério utilizado foi o diálogo estabelecido entre criador, obra, público e contexto no qual todos estão inseridos. Segundo o professor Rufino, as artes visuais prestam um serviço ao cidadão quando ela contribui na formação de um senso crítico. “A produção de um artista precisa transcender o nosso olhar, provocar questionamentos e nos despir de ideias pré-concebidas. Aí sim, estamos diante de uma ação verdadeiramente transformadora”, pondera. O trabalho de curadoria também contou com o apoio das Secretarias Estaduais de Cultura e outras entidades da Região Nordeste, voltadas ao setor.

ARTICULAÇÃO É A PALAVRA-CHAVE
Segundo o Representante da Funarte Nordeste Naldinho Freire, a realização da mostra serviu para reforçar a eficácia da articulação no segmento das artes visuais. “Quando queremos informações sobre o que está acontecendo no circuito artístico, recorremos a agentes culturais importantes em cada região para que nos atualize. Quando nos apoiamos numa postura colaborativa e integrada às outras esferas, as ações são vitoriosas. Foi assim que conseguimos encontrar boas surpresas para Mostra Nordeste de Artes Visuais, que vêm conquistando o público e novos espaços expositivos”, explica Naldinho.

A Mostra Nordeste de Artes Visuais teve seu inicio em junho de 2013 no Museu Murillo La Greca, realizada pela Funarte Nordeste, a Representação Regional Nordeste do Ministério da Cultura, o Fórum Nordeste de Secretários e Dirigentes Estaduais de Cultura, das Secretarias de Cultura dos Estados da Paraíba, de Pernambuco, de Alagoas, do Rio Grande do Norte e do Ceará, as Fundações de Cultura dos Estados da Bahia, do Piauí, a Fundação de Cultura de Aracaju, a Prefeitura do Recife, o Centro Cultural Banco do Nordeste (CCBNB) e o Centro Universitário CESMAC - Galeria CESMAC de Arte Fernando Lopes.


Além de Pernambuco a Mostra Nordeste de Artes Visuais já esteve em cartaz nos estados do Rio Grande do Norte, Ceará e Paraíba.
Participam da exposição os artistas Ulisses Lociks – Jeanine Toledo (AL), Gaio Matos – Ieda Oliveira (BA); Waléria Américo – Yuri Firmeza (CE); Thiago Martins (MA); Christus Nóbrega – Íris Helena (PB); Bruno Vilela – Juliana Notari (PE); Jacob Alves – Bebel Frota – Cesar Costa – Elielson Pacheco (PI); Sofia Bauchwitz – Marcelo Ghandi (RN); Elias Santos (SE).

Para José Rufino, os três pilares que fortalecem a produção contemporânea são: contatos, referências artísticas e conceituais, além de uma produção constante. Estes fatores contribuem para que novas obras cheguem aos olhares dos curadores. “As criações precisam circular, por que arte é movimento. E neste aspecto, o Nordeste segue a sua trajetória em alta velocidade. A Mostra Nordeste de Artes Visuais é uma chance para o público não perder de vista o que está sendo produzido atualmente”, conclui.

ASCOM - RRNE/MinC



==


Até 30 de outubro





==



Campanha de Financiamento Coletivo


Olá queridos amigos, amigas, fãs, parcerias e familiares!!!

É com muita felicidade e acreditando bastante nesta soma que compartilho com vocês o meu financiamento coletivo para o meu 1º disco solo!!!

Sendo planejado há um tempo, o disco "Atmosfera do Asfalto", ressalta em 13 faixas, uma identidade crua e transparente das minhas poesias lapidadas em timbres peculiares. As canções, emaranhadas nas tradições que emergem do asfalto e da lama, são uma espécie de caçoar ambulante com um equilíbrio singular de toda minha trajetória durante esses dez anos de música. O disco traz referências que vão do cancioneiro popular sergipano ao pop contemporâneo flertados por timbres setentistas que se embriagam no dub jamaicano. 

Vale também dizer que o projeto também consta com a participação de alguns artistas que estarão intervindo em nossa cidade ao longo dessa campanha. 

Então se aveche!!!
Se aprocheguem nessa campanha!!!
Compartilhem, convidem amig@s/familiares e façam parte dessa ATMOSFERA!!!

Para somar é só acessar o link abaixo:
www.bit.ly/elvisboamorte

Curta a minha fanpage:
www.facebook.com/elvisboamorteoficial

Vamos juntos!!!


==


Você já baixou o CD daA BANDA DOS CORAÇÕES PARTIDOS?


Mais do que recomendado. BAIXE AQUI


==


POESIA


Poe-mails ou poemeio




O livro está registrado sob licença Creative Commons 3.0. Significa que ele pode ser copiado e distribuído desde que sem finalidade comercial. Além disso pode ser modificado e redistribuído.

Saiba mais em http://creativecommons.org/licenses/by-nc-sa/3.0/br/legalcode

:::::::::::::::::::::::::::::::


Discos de vinil, cd, dvd, hqs e livros
na

Nenhum comentário:

Postar um comentário